Redação Pragmatismo
Barbárie 09/Set/2019 às 10:30 COMENTÁRIOS
Barbárie

Homem estupra menina de 5 anos com paralisia cerebral no RS

Publicado em 09 Set, 2019 às 10h30

Após o estupro, menina de 5 anos com paralisia cerebral chegou a ser levada ao hospital pela mãe, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Agressor não tinha antecedentes criminais

menina 5 anos paralisia estupro

Uma menina de apenas 5 anos morreu após ser estuprada dentro de casa por um rapaz de 18 anos em Santa Maria, na região central do Rio Grande do Sul.

A criança, que tem paralisia cerebral, chegou a ser levada pela mãe para o Hospital Universitário na madrugada do último sábado (7), mas não resistiu e morreu.

O rapaz que confessou o crime não teve a identidade revelada pela Polícia Civil. O estuprador mora na mesma casa da vítima e é filho do padrasto da menina. Ele está detido na Penitenciária Estadual de Santa Maria.

De acordo com a Polícia Civil, o jovem admitiu ter cometido o estupro após os investigadores anunciarem que recolheriam as roupas dele para coletar material genético.

Sandro Meinerz, delegado responsável pelo caso, afirma que a casa tem três cômodos e o jovem de 18 anos aproveitou-se de um momento em que todos estavam dormindo para estuprar a criança.

A Polícia Civil afirmou, em nota, que o rapaz não tinha antecedentes criminais e que a causa da morte só será oficialmente esclarecida após os laudos periciais. As primeiras informações dão conta de que ela sofreu uma parada respiratória após ser asfixiada.

No Brasil, a pena para estupro de vulnerável vai de 8 a 15 anos de reclusão. Caso haja também lesão corporal grave, a pena pode ser de 10 a 20 anos de prisão. E se resultar em morte, sobe de 12 para 30 anos.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários