Redação Pragmatismo
Notícias 19/Set/2019 às 14:50 COMENTÁRIOS
Notícias

Eduardo Bolsonaro diz que sua mulher "está traumatizada" após reportagem da Época

Publicado em 19 Set, 2019 às 14h50

Após expor diretora da Época, Eduardo Bolsonaro declara ter sido orientado por Olavo de Carvalho a processar o Facebook e o Instagram. Filho do presidente afirma que sua mulher "está traumatizada"

eduardo bolsonaro heloisa coaching
Eduardo e Heloísa Bolsonaro (reproduçõa/redes sociais/fato amazônico)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente da República, Jair Bolsonaro, e pré-indicado para o posto de embaixador brasileiro nos Estados Unidos, afirmou em suas redes sociais que vai processar as empresas Facebook e Instagram, após ter uma postagem bloqueada em suas redes sociais.

No post, o deputado expunha fotos e e-mails dos jornalistas Plínio Fraga, ex-editor-chefe da revista, e Daniela Pinheiro, ex-diretora de Redação, responsabilizando-os pela publicação de uma reportagem a respeito do trabalho de sua mulher, Heloisa Bolsonaro.

Na matéria, publicada semana passada (relembre aqui), o repórter narra como foi participar durante um mês de sessões de coaching oferecidas via internet por Heloisa. Críticas se espalharam na internet porque o jornalista não informou à nora do presidente que estava fazendo uma reportagem nem se identificou como profissional de imprensa.

Eduardo alega que tomou a decisão de processar as plataformas por orientação do escritor Olavo de Carvalho porque considera que houve “censura” à sua liberdade de expressão. O Facebook e o Instagram consideraram que os posts de Eduardo incitavam a violência.

Em discurso no plenário da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (18), o filho do presidente disse que sua esposa está “traumatizada” após a matéria da Época.

Demissões

Nesta segunda-feira (16), conforme noticiado pela imprensa, a cúpula da publicação pediu demissão. Deixam a revista, além de Daniela Pinheiro e Plínio Fraga, o editor Marcelo Coppola.

O desligamento coletivo veio depois que o Conselho Editorial do Grupo Globo publicou uma nota, contrariando posicionamento anterior da Época, pedindo desculpas à esposa do deputado e ao próprio parlamentar.

Na sexta-feira (13), a Época havia sustentado, em nota, que a reportagem foi produzida com “o respeito à ética e a retidão dos procedimentos jornalísticos que sempre pautaram as publicações da revista”.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários