Anderson Pires
Colunista
Desigualdade Social 22/Jul/2019 às 20:00 COMENTÁRIOS
Desigualdade Social

A síntese perfeita do presidente do Brasil

Anderson Pires Anderson Pires
Publicado em 22 Jul, 2019 às 20h00
síntese perfeita do presidente do Brasil bolsonaro nordeste preconceito
Jair Messias Bolsonaro (Imagem: Mauro Pimentel | AFP)

Anderson Pires*

Nunca achei que ser nordestino fosse uma dádiva. Muito pelo contrário, é a certeza de que quase tudo será mais difícil. Muitas vezes, um atestado de exclusão.

Durante um período breve, tentaram compensar a desigualdade, com mais investimentos e o Nordeste cresceu acima da média nacional. Algo até fácil, já que a defasagem é gigantesca.

Porém, cresceu incomodando quem sempre olhou atravessado, quem enxerga a pobreza como falta de vontade pra trabalhar, incapacidade intelectual ou determinismo religioso. A sub-raça nordestina nasceu pra ser segregada na ótica de quem acredita existirem justificativas para a desigualdade, que não o óbvio favorecimento, a dominação, a opressão e um estado elitista que defende o interesse dos seus proprietários.

Nunca estampei no peito mensagens de orgulho por ser brasileiro ou nordestino. Como também não faria isso se tivesse nascido em qualquer outro país. A noção de pátria e territorialidade foi criada para defender interesses, proteger o capital, garantir a propriedade. Não existe nada de grandioso no patriotismo. É um valor mesquinho, usado pra oprimir, criar barreiras, definir quem deve ser pobre ou rico e estabelecer conflitos. Por trás do patriotismo, se encobre a desigualdade. Por trás do regionalismo se promove perseguição, preconceito e exclusão.

O mais triste é ver que a maioria no seu país fez escolha por quem escancara essa visão. Alguém doente ao ponto de dizer que favorecerá os filhos, mas que pra os paraíba” não tem que ter nada.

Essa é a síntese perfeita do presidente do Brasil. Acabar com a corrupção? Balela, a corrupção é parte do capitalismo. Corrigir os absurdos do PT? A tradução está aí, com direito a áudios e mensagens pra tirar qualquer dúvida. Colocar o Brasil no eixo? Evidente pra qual lado irá pender. Democracia? Sempre, até pra se prejudicar.

Leia também:
“Falar que se passa fome no Brasil é uma grande mentira”, diz Bolsonaro
Reforma da Previdência aprovada nesta quarta aprofunda desigualdades
Vozes desprezadas: relatos de pessoas em situação de rua
É assustadora a bomba-relógio que temos pela frente

*Anderson Pires é formado em comunicação social – jornalismo pela UFPB, publicitário e cozinheiro.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários