Redação Pragmatismo
Jair Bolsonaro 27/Jun/2019 às 14:34 COMENTÁRIOS
Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro se irrita ao ser questionado sobre advertência de Angela Merkel

Publicado em 27 Jun, 2019 às 14h34

Ao chegar no Japão, Jair Bolsonaro demonstra irritação ao ser questionado pela imprensa sobre a advertência da chanceler alemã Angela Merkel. Presidente fugiu da coletiva após mandar jornalista deixar ele "terminar raciocínio"

jair bolsonaro ângela merkel

Fernando Brito, Tijolaço

Os dois vídeos estão no final do post.

O Jair Bolsonaro irritado e grosseiro que falou à imprensa ao desembarcar no Japão para a reunião do G-20 tem um tom ainda mais estranho do que aquele que o atual presidente costuma ostentar.

Não é possível que Bolsonaro imagine que não haverá cobranças duras no exterior sobre a questão ambiental no Brasil, depois de ter produzido diversos motivos para isso: dizer que vai acabar com a fiscalização, privatizar áreas de proteção ambiental, apoiar o projeto do próprio filho para extinguir as reservas legais, liberar agrotóxicos a rodo e anunciar que não demarca mais nem um palmo de terra indígena.

A propósito: Angela Merkel chama Jair Bolsonaro às falas

Na Europa, não importa o quanto já se tenha devastado lá no passado, políticos – mesmo de direita, como Ângela Merkel, não só têm preocupação com isso como se verão numa posição difícil se não manifestarem esta preocupação.

Mas Bolsonaro e sua equipe não conseguiram perceber é que, na mesma entrevista, Merkel havia negado que, em razão disso, fosse se opor ou retardar o acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul, no qual está (ou deveria estar) centrado o foco dos interesses brasileiros na reunião dos países mais desenvolvidos.

As falas e os gestos abruptos de Bolsonaro, porém, denotam mais que isso ou o cansaço da longa viagem. Mostram um Bolsonaro ainda mais agressivo e impaciente e esta é a feição que exibirá à imprensa mundial, agravando a percepção de que há um semiditador instalado na Presidência brasileira.

O isolamento externo e interno de Bolsonaro parece estar produzindo efeitos psicológicos que deram fim à epoca dos risinhos e gracinhas primárias que distribuía.

VÍDEOS:

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários

  1. Carlos Augusto Normann Postado em 05/Jul/2019 às 16:20

    ele raciocina?

  2. C.Poivre Postado em 05/Jul/2019 às 16:20

    "Raciocínio"? E desde quando este oligóide passou a raciocinar?