Redação Pragmatismo
Educação 08/Apr/2019 às 20:23 COMENTÁRIOS

No Twitter, Jair Bolsonaro erra currículo do novo ministro da Educação

Novo ministro da Educação foi anunciado por Bolsonaro como doutor, mas presidente precisou corrigir a informação após ser cobrado nas redes. Abraham Weintrau é aluno inscrito do curso de Olavo de Carvalho

Abraham Weintraub novo ministro
Abraham Weintraub e Bolsonaro (reprodução)

Ao anunciar o nome de Abraham Weintraub nesta segunda-feira (8) como o novo ministro da Educação, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que o substituto de Ricardo Vélez Rodriguez é doutor.

No entanto, a plataforma Lattes indica que o economista tem apenas mestrado, finalizado em 2013 na FGV. O site da Unifesp, onde o novo ministro leciona, também informa que Abraham possui apenas mestrado.

Cobrado nas redes sociais, Bolsonaro foi obrigado a corrigir a informação. Na carreira profissional, Abraham Weintraub segundo o currículo oficial, foi diretor estatutário do Banco Votorantim.

Abraham Weintrau é aluno inscrito do curso de Olavo de Carvalho. O guru de Bolsonaro e ‘ideólogo’ da nova direita brasileira teria chancelado o nome de Abraham e cobrou que seus alunos sejam readmitidos no MEC.

Com passagem pelo mercado financeiro, Weintrau vinha ocupando a secretaria-executiva da Casa Civil e seu nome passou a ser considerado por Bolsonaro há cerca de uma semana.

Em entrevista ao Estadão, em agosto de 2018, Abraham Weintrau e seu irmão classificaram como “rotulação pobre” o conceito de direita e esquerda. “Somos humanistas, democratas, liberais, lemos a Bíblia (Velho e Novo Testamento) e a temos como referência”, afirmou.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários