Redação Pragmatismo
Barbárie 09/Mar/2019 às 11:04 COMENTÁRIOS

Homem que não pagava pensão mata os filhos e tenta suicídio

Pai mata filhos de 6 e 9 anos com tiros na cabeça e depois tenta suicídio. Havia um processo na Justiça que cobrava a pensão que o homem não pagava há meses

pai mata filhos suicídio
Mario Eduardo Paulino e os filhos

Na noite da última segunda-feira (4) de carnaval, Mario Eduardo Paulino atirou na cabeça dos seus dois filhos, de 6 e 9 anos. Lucas Silva Paulino e Mariah Eduarda Silva Paulino morreram na hora.

Depois de matar os filhos, o homem de 48 anos apontou a arma para a própria cabeça e puxou o gatilho. Ao contrário das crianças, Mario não morreu imediatamente. O crime aconteceu na Zona Leste de São Paulo.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria da Segurança Pública (SSP), Mario foi socorrido e levado ferido a um hospital em São Mateus. Ele ficou internado em estado grave até a última terça-feira (5), mas não resistiu aos ferimentos.

O primeiro a chegar na cena do crime foi o sobrinho de Mário, que morava com o tio na mesma casa. Ele contou à polícia que viu as crianças pela última vez antes de sair para trabalhar.

Quando voltou do serviço, o rapaz falou que o portão do imóvel estava com um cadeado diferente, que o obrigou a pular o muro da vizinha para entrar na residência.

Dentro da casa, ele disse que encontrou Lucas e Mariah mortos com ferimentos na cabeça. Cada um estava num quarto. Em seguida viu Mario no sofá, com machucado também na cabeça e uma arma na mão, um revólver calibre 32.

Familiares afirmam que Mario havia se separado da mãe das crianças há 3 anos e tinha guarda compartilhada. Havia um processo na Justiça que cobrava a pensão que o pai não pagava há meses.

As circunstâncias e eventuais responsabilidades pelo crime são investigadas pela Polícia Civil. O caso foi registrado como duplo homicídio seguido de suicídio.

O enterro das crianças aconteceu na manhã da última quarta-feira de cinzas (06), em Santo André, cidade onde o filho mais velho, Lucas Silva Paulino, e a caçula, Mariah Eduarda Silva Paulino, moravam com os avós e a mãe.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários

  1. Josilda Dantas Palmeira Postado em 05/Jul/2019 às 16:37

    QUE TRISTEZA... PORQUE NÃO SE MATOU E PRONTO???

    • Luciana Barroso Postado em 06/Jul/2019 às 00:37

      Ele quis com essa ação atingir a ex mulher, provavelmente.

  2. Cintia Vieira Postado em 06/Jul/2019 às 00:37

    O covarde esta queimando no inferno. Os anjinhos c Deus! Meus sentimentos a familia😔

  3. Engole o Veneno Postado em 06/Jul/2019 às 00:37

    o inferno te espera com alegria

  4. Alexandro Souzasales Postado em 06/Jul/2019 às 00:37

    Ele era eleitor do bolsonaro...o que se esperar dessa raça desumana....nada de bom!!!!

  5. Isaac Junior Postado em 05/Jul/2019 às 16:37

    Este cidadão não pode ser considerado pai e sim um monstro. Porque um pai zela pelos seus filhos e quando há algum tipo de briga, separação é as crianças que acabam sofrendo e dependendo da situação, acabam sendo bode expiatório em casos de violência. O objetivo dêem muitos casos, é atingir um dos cônjuges. Se a pessoa não tem condições financeiras de pagar pensão, sugiro que busquem por métodos ultraconceptivos para que se evite uma possível gravidez. O indivíduo pode ser rico, pobre mas se a mesma não pagar pensão alimentícia vai preso mesmo isso está na lei penal.

  6. Ana Maria Piazera-Davison Postado em 06/Jul/2019 às 00:37

    Pobres crianças, sem culpa alguma... e pobre desta mãe! É de enlouquecer de dor.

  7. Roberto Santos Costa Postado em 05/Jul/2019 às 16:37

    Não há justificativas para um ato como esse,as crianças não tem culpa pelos atos dos pais,esse imbecil esqueceu que há centenas de alternativas para cuidar das crianças,podia pedir emprestado dinheiro aos parentes para pagar a pensão atrasada,poderia entrar em acordo com a ex caso estivesse desempregado para pagar parcelado, foras outras alternativas que não vou citar aqui,mas notasse pelo ato em si que queria atingir a ex mulher cortando em definitivo seu vínculo com ela,matando dois inocentes, egoísta,covarde,desalmado e burro pois não irá para o andar de cima,com certeza, mas os dois pequenos já estão conversando e sendo confortados pelos anjos. E muita força para a mãe,coitada.

  8. Papai Sabetudo Postado em 05/Jul/2019 às 16:37

    Terrível! Como se pode sobreviver a uma tragédia dessa sendo pai ou mãe, no caso presente, mãe? Foi frio, insensível ao ponto de atirar na cabeça de um filho, depois seguir para o outro quarto e atirar na cabeça do outro filho. Isso não é "coisa do Demônio", "falta de deus", coisa nenhuma. É resultado de uma mente enferma, quiçá tomada pela droga que, embora pareça "clichê", é a única resposta que encontro para atitude tão extrema e covarde!

  9. César Ribeiro Postado em 05/Jul/2019 às 16:37

    Pelo visto ele queria se vingar da ex mulher. É a velha frase: o boi berra e pela vaca e não pelos bezerros.