Redação Pragmatismo
Educação 28/Feb/2019 às 20:59 COMENTÁRIOS

Vídeo: Escola obriga crianças a gritar o slogan de campanha de Bolsonaro

O MEC recuou, mas não antes de evitar que uma escola obrigasse crianças em idade pré-escolar a gritar o slogan da campanha de Jair Bolsonaro. Após a repercussão negativa do ato ilegal, vídeo foi retirado do ar

slogan bolsonaro colégio dom gaspar
Crianças do Colégio Dom Gaspar foram expostas sem autorização dos pais e repetiram slogan de campanha de Bolsonaro (reprodução)

O Ministério da Educação (MEC) desistiu de pedir que as escolas encaminhem vídeos em que alunos, professores e funcionários cantem o Hino Nacional.

A pasta lançou nesta quinta-feira (28) um terceiro comunicado para registrar a desistência devido à dificuldade de armazenar os vídeos e também por uma questão de segurança.

A informação consta no despacho encaminhado à Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), depois que o órgão fez um pedido de esclarecimento da carta encaminhada às escolas pelo ministro da educação, Ricardo Vélez Rodriguez.

Apesar dos recuos do MEC, o Colégio Dom Gaspar da cidade de Ourinhos, interior de São Paulo, obrigou professores e crianças em idade pré-escolar, uniformizadas e enfileiradas a repetir o slogan da campanha de Jair Bolsonaro (PSL).

“O Colégio Dom Gaspar tem orgulho em dizer que nunca deixamos de cantar com nossos alunos o Hino de nossa pátria. Ensinamos a honrar nossa Bandeira e nossa Pátria desde pequenos com muito respeito e amor no coração”, diz a publicação, que divulga o vídeo em que os pequenos cantam o hino e repetem o slogan de Bolsonaro: Brasil acima de tudo, Deus acima de todos.

Depois da divulgação do vídeo, a página do Facebook do colégio foi invadida por centenas de internautas que criticaram o ato ilegal cometido pela instituição de ensino. Em seguida, o vídeo foi retirado do ar.

“A uma altura dessa, ter que explicar aos coleguinhas sobre consentimento, é foda. Tá ficando cansativo, mas vamos lá: o problema NÃO É cantar o hino. Cantem o hino nas escolas quantos dias quiserem, SE quiserem, é legal e é algo comum a todos. Agora mandar que TODOS repitam slogan eleitoral, inclusive aqueles que não concordam com o atual governo, é crime! A ideia do slogan não é comum a todos como o hino é. É crime também veicular imagem de menores de idade sem a autorização dos pais (mtos deles nem vão às reuniões, vão aparecer na escola agora pra autorizar?). Quem for na escola e autorizar a exposição do seu filho, ótimo, podem até fazer um longa da galera cantando hino, mas não podem obrigar aos que não querem participar, e não podem veicular imagem de quem não foi autorizado. SIMPLES!”, comentou Daniela Mendes.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Comentários