Redação Pragmatismo
Racismo não 27/Fev/2019 às 22:52 COMENTÁRIOS
Racismo não

CAIXA afasta gerente que humilhou Crispim Terral; filha permanece abalada

Publicado em 27 Fev, 2019 às 22h52

Gerente da Caixa Econômica que humilhou empresário negro na frente da filha é afastado. Crispim Terral foi agredido por policiais acionados pelo servidor. Em nota, banco diz que repudia o racismo e que irá realizar treinamento com funcionários

homem negro crispim terral
Crispim Terral (reprodução)

Um dia depois das agressões contra Crispim Terral, a Caixa Econômica Federal anunciou o afastamento do gerente que humilhou o homem em uma agência de Salvador (BA). A informação foi divulgada no site da Caixa na manhã desta quarta-feira (27).

Crispim Terral, que é dono de uma farmácia na capital baiana, foi vítima de racismo e agredido por policiais militares acionados pelo gerente. Ele postou a denúncia nas redes sociais nesta segunda-feira (25).

Uma publicação no Facebook do Pragmatismo Político sobre o episódio obteve 26 mil compartilhamentos e alcançou 1,3 milhão de pessoas.

Nesta quarta-feira, Crispim foi até uma delegacia para denunciar o gerente do banco que aparece na imagem pedindo que os policiais o algemassem. No vídeo, o gerente diz: “Não negocio com esse tipo de gente”.

“A gente vai buscar o enquadramento ou no crime de racismo ou de injúria racial. Precisamos responsabilizar os efetivos culpados pelos constrangimentos sofridos por Crispim”, disse o advogado André Cruz.

Em nota oficial, a Caixa informou que abriu uma apuração, sob responsabilidade da corregedoria da empresa, para apurar o caso. O banco disse que repudia o racismo e que vai realizar um treinamento específico com toda rede de atendimento para reforçar a política de relacionamento com clientes.

Filha abalada

Toda a humilhação sofrida por Crispim Terral foi testemunhada e filmada por uma de suas filhas — uma jovem de 15 anos. “Ela está muito abalada, muito triste, muito angustiada. Ela não aguenta ver falar nada referente ao acontecido”, disse o homem.

Crispim acredita que a decisão da Caixa Econômica pelo afastamento do gerente só foi tomada por conta da enorme repercussão negativa do caso nas redes sociais.

“Ainda devemos lutar. Que sirva de exemplo não só para a Caixa, não só para esse indivíduo que teve essa atitude, mas para todos que estão em casa, que abram a boca e digam não ao racismo, não ao preconceito”, afirmou.

“Tenho recebido muitas mensagens, muitas ligações. Para mim é muito gratificante, ter esse apoio de todas essas pessoas que estão sensibilizadas por essa situação. Então, fico feliz por também ser um incentivo a todos os negros, todas as negras do Brasil, e digo para elas que lutem, que digam não ao racismo, digam não ao preconceito”, finalizou Crispim.

Entenda o caso

As agressões contra Crispim Terral aconteceram no último dia de 19 de fevereiro, mas só foram tornadas públicas após a divulgação das imagens nas redes sociais acompanhadas do relato da vítima.

Crispim relata que a confusão começou após um dos gerentes do banco o deixar por quase cinco horas à espera de atendimento. Já era a oitava vez que ele ia ao banco e não recebia atendimento adequado.

Eis a íntegra do relato de Crispim:

Olá meus nobres irmãos e amigos. Para quem não me conhece, meu nome é Crispim Terral, tenho 34 anos, sou casado e pai de 5 filhos. Por ser um homem possuído pelo amor, mantenho o respeito, a humildade e a verdade com uma tranquilidade que incomoda a muitos.

Com muita tristeza eu venho por meio deste relato expressar a minha indignação e revolta contra o preconceito racial.

Ao me dirigir à Caixa Econômica Federal do relógio de São Pedro na terça-feira (19/2/2019) para buscar meu direito como cidadão e cliente, fui solicitar um suposto comprovante de pagamento de dois cheques pagos pela Caixa Econômica sendo que os dois cheques estão devolvidos por motivos 11, 12 (motivo 11: sem fundo, motivo 12: sem fundo pela segunda vez)

Sendo que os mesmos estão em minhas mãos. Fui também requerer a devolução de R$ 2056,00 (dois mil e cinquenta e seis reais) retirados de minha conta há dois meses e 21 dias indevidamente.

Pela oitava vez, desta vez na companhia de minha filha menor, fui surpreendido. Mais Uma Vez pelo Sr. Mauro, gerente responsável pela minha conta naquele momento que me atendeu de forma indiferente enquanto me deixou esperando na sua mesa por quatro horas e quarenta e sete minutos e foi atender outras pessoas em outra mesa.

Indignado com a situação, me dirigi a mesa do gerente general, o Sr. João Paulo, que da mesma forma e ainda mais ríspida me atendeu com mais indiferença. Quando Pensei que não poderia piorar fui surpreendido pelo senhor João Paulo com a seguinte fala: “se o senhor não se retirar da minha mesa vou chamar uma guarnição”; e assim o fez, chamou a guarnição.

Dois policiais me pediram no primeiro momento de forma educada para que pudéssemos nos dirigir juntamente com o gerente até a delegacia para prestar esclarecimentos; até aí tudo bem. O problema foi que ao descer ao térreo da agência o gerente, senhor João Paulo, falou que só iria à Delegacia se os policiais me algemassem, e que ele “não faz acordos com esse tipo de gente”.

Eu tenho um vídeo desse momento terrível e absurdo, está disponível para vocês verem em pleno século 21 fui tratado de forma ríspida e claramente fui vítima de preconceito racial.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Recomendações

Comentários

  1. Alexandre Dos Santos Postado em 06/Jul/2019 às 00:35

    Olá. Sou gaúcho, e quando li e me inteirei por completo desse lamentável episódio, não consegui dormir direito, só pensando no desespero daquela menina em ver o seu paizinho, o seu herói ser covardemente agredido por aquele bunda mole, metido à macho. Sozinho ele não faria aquilo, pois tem cara de frouxo. Respaldado por mais 2 ou 3, aí ele virou galo. Só para constar,... aqui na Cef de Porto Alegre possuo um investimento pesado em Lci. Pois bem,... possuia,... Pois, por conta dessa tamanha covardia e imbecilidade do gerentezinho, estou retirando todo o meu investimento, encerrando minha conta corrente e levando para o Itaú. A Cef está quebrada mesmo. Só vou antecipar as coisas. Agora, a Cef que vá lá reclamar com o gerentezinho e cobre dele a perda de um bom cliente. Um abraço.

  2. Uberla Postado em 06/Jul/2019 às 00:35

    Pois este senhor tem que representar na corregedoria contra os policiais também. Qual o motivo de algemar o cidadao? Ordem do gerente?

  3. gerson Postado em 06/Jul/2019 às 00:35

    Policiais despreparados! obedencendo ordens do gerentinho vagabundo racista, quem merece ser preso! passar um bom tempo reflitindo na cadeia para aprender ser gente. Pessoal Vamos encerrar nossas contas nesse banco racista. C.e.f. Quanto ao comportamento desses policiais, é lamentavel, cabe ao governados Rui Costa vim a publico se pronunciar sobre o dinheiro publico que é gasto para formar essas pessoas. Lembrar que tambem inclui o dinheiro suado do povo negro que paga suas contribuicoes e impostos. Para treinar, formar, pagar salario e aposentadoria, gratificações, hora extra, plano de saude para seus familiaras, e recebemos policiais desse tipo, que em contra-partida nos humilha, nos bate, dar mata leão, tapa na cara, chama de vagabundo, favelado, e ate nos assassina, sem dever nada a ninguem ainda vira marginal na versao deles. Morre Pelo simple fato de sermos negros. Basta nao toleramos Racismo! Muito menos vindo de policiais que deveria dar bom exemplo e respeitar a sociedade, nesse caso eles nao respeitaram nem a criança filha da vitma, os caras sáo crueis, muita covardia. Haja vista que o rapaz permaneceu calmo o tempo todo apesar de toda truculencia policial, ele nao ofereceu perigo a ninguem. SOU 100% CRISPIN! FORÇA IRMÃO ESTAMOS JUNTOS NA LUTA CONTRA OS RACISTAS.

  4. Jabiabá Tucunaré Postado em 06/Jul/2019 às 00:35

    Nada pagará. A demissão dos gerentes da Caixa, indenização de um, dois, três...milhões de reais, nada. A população negra deste país, que é maioria, deve, tem que ir para as ruas mostrar para os brancos paulistas, paranaenses, catarinenses, os mais preconceituosos deste maldito país, quem deve mandar. A força do povo é a maior força contra essa gente que tomou conta do país e há séculos insiste em escravizar. Essa elite branca nefasta. Chega!

  5. Sam Buarque Postado em 06/Jul/2019 às 00:35

    Cade a nome do maldito porco? Porque tão protegendo esse gerente?

  6. Ricardo Silva Postado em 06/Jul/2019 às 00:35

    ....Quando a polícia dá em cima de mim, até parece que sou fera, até parece, até parece...eeeeee.... O quê tem em comum com as letras de Edson Gomes essa situação? Ele sempre cantou a realidade aberta para sociedade. Agora esses policiais desgraçados e despreparados, racistas, bando de imbecil com farda do Estado,mal preparados,sem educação,tem que ter um preparo, mental,emocional, veja que absurdo. E esse bostetico de gerente, esses leprosos, como pode agir assim? O cidadão no seu direito de ir e vir sendo tratado desse jeito. Onde vamos parar nesse país chamado hospício?

  7. Jherod Jessy O Chanceler Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    Rapaz só nesse país mesmo que qualquer cachorro a cata vagabundos de gerentes,,, como que polícia vai algemar pessoa sem ter motivo algum pra receber prisão logo com ordem sem de seus superior a faça me um favor.

  8. Maria Aparecida Machado rodrig Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    Pra começar ele está com problemas de atendimento c os cheques do qual n obtém solução.....o funcionário o deixa esperando por quatro horas e n quer mais atendê-lo... é incompetência no atendimento crime de racismo ..agressão verbal ....e vexame c policial...e o trauma sofrido pela filha....a caixa merece um processo...a polícia TB n agiu como devia....eu ficaria roxa de ódio c tantos maus tratos....ele tem a receber um pedido de desculpas e indenizacao por tudo.....e cancelar a conta se é correntista

  9. Luis F L Coelho Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    Tristemente, a internet se torna um ambiente propício a desvirtuar as coisas, pois bem, sem nenhum juízo de valor, mas apenas minha experiência de 11 anos como gerente de agência bancária, fico me perguntando se o Sr. Crispim aí, auto vitimizado, apresentou na agência os dois cheques sem fundo, de sua emissão, para os quais pleitea a baixa de seu cadastro? Vejam bem, o gerente tem um rito a seguir nestes casos, e ele passa pela confirmação do pagamento dos cheques que, ou é feita pela reapresentação destes via depósito e sistema de compensação , ou quando já devolvido por motivo 12 (segunda apresentação sem fundos) deve ser resgatado pelo próprio titular junto ao beneficiário do cheque e apresentado na agência para baixa. Caso contrário, se agir diferente , o gerente vai tomar o problema, que até então é do cliente , para si. Então me pergunto, o cliente fez sua parte, ou quer que o gerente assuma seus problemas e está criando esta cena toda para constrangê-lo. De minha parte, embora não tenha nenhum motivo para dizer que está é a situação, já vi muitos clientes de banco agindo assim .

  10. cartegiano freitas Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    A CAIXA DEVERIA, PROCESSAR E EXONERAR, OS DOIS GERENTES,BANDO DE FILHO DA PTSSS. UMA VERGONHA.

  11. cartegiano freitas Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    FALTA A CORREGEDORIA PRENDER OS DOIS POLICIAIS,E EXONERAR TBM

  12. Fabiano Muniz Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    Um bando de merda. Quero ver se isso, vai ser mais um de tantos que vem ocorrendo. Processo neles

  13. Luis Charles Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    Sou absolutamente contra qualquer tipo de discriminação, seja racial, de gênero, de sexo, etc... porém... uma matéria deve apresentar os dois lados da história. Que a justiça seja feita e quem errou q pague na forma da lei.

  14. Sonia Soares Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    O importante é que o assunto não seja esquecido, os envolvidos sejam punidos e a vítima seja devidamente indenizada pelos crimes cometidos contra ela!

  15. Hantaro Phelps Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    A CEF trata TODOS como lixo, mas dessa vez se superou. Talvez porque tenha sido filmado. Provavelmente, casos como esse ocorram diariamente naquele instituição sinistra.

  16. MARCELO DOS SANTOS DA LUZ Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    Muito acham que isso é mi mi mi, mas só nascendo negro pra saber do que esse cidadão está falando. O preconceito acontece todos os dias de uma forma ou de outra com quem é negro...passei por uma situação semelhante no Banrisul no Rio G. do Sul. E quanto a esses senhores...nem vou dizer o que desejo a eles.

  17. Diogo Neri Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    Gosto de educação do policial "Voce vai na boa? Que bom." Nota 10 para esses policiais. São uns merdas. O policial querer levar eles na delegacia para esclarecer na frente do delegado beleza essa parte eu entendo mas o gerente dando ordens pra polícia e pior eles acatando nan menor sentido.Se ele não comparece na delegacia porque o Crispim não ia ser algemado no máximo eles só poderiam pedir para ele se retirar do banco pois não teria queixa já que o gerente não ia na delegacia. Mas não o dono manda e os cachorros atacam.

  18. Arthur Flavio Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    Tem que prender esses policiais pra mim esses sao piores que bandido tem que enfiar eles na mesma prisao que traficante pra eles terem um gostinho da covardia que eles fazem

  19. Luis F L Coelho Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    Eu vejo e revejo o vídeo e no meio de tanta brutalidade a meu ver injustificada, não vi nada que respalde a acusação de racismo. Tem um homem negro, sendo agredido por 2 policiais, 1 branco e 1 negro e 1 gerente babaca, falando ao fundo, que "não fala com este tipo de gente". Que É uma frase estúpida e soa arrogante, mas não racista, ou a definição de racismo está errada na lei?

  20. Luis Zagatti Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    E os policiais ? não conhecem as lei ? Também tem que serem punidos.

  21. marcos oliveira Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    Tem que fazer o mesmo com os policiais! Por qual motivo deram uma gravata no Sr Crispim ! Tudo errado as leis desse país vergonhoso chamado Brasil ! Queria ver si os Srs policiais iriam ter essa coragem para com um bandido !

  22. Jorge Luiz Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    A caixa deveria afastar os dois gerentes! Já que ele foi tratado com a mesma indiferença pelo gerente geral. Já os militares, o comando vai resolver a situação, pois acho que é melhor colocar esses políciais em suspensão.

  23. iuri garcia Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    Uma pergunta, porque o gerente não acionou a PF. Ele é gerente da Caixa Econômica Federal...... Claro caros leitores ele iria ser preso na hora por racismo apenas isto. Com a PF eles não dão CARTEIRAÇO. TEM QUE SER EXONERADO E RESPONDER PELO CRIME.

  24. Janderson Linhares Cunha Postado em 06/Jul/2019 às 00:34

    Só na Bahia mesmo. Gerente vagabundo, repito vagabundo e policiais covardes. Quero ver esses policiais enfrentando bandidos (os bandidos inimigos, não os que pagam caixinha). Ah, antes que falem besteira, sou branco e não sou petista. Estou achando que esse gerente meteu a mão na grana do cliente e não quer devolver.

  25. Josemil Filho Postado em 06/Jul/2019 às 00:38

    Avho

  26. Josemil Filho Postado em 06/Jul/2019 às 00:38

    Incrível. Enquanto bancário nunca vi uma mídia de fácil condenação, um público de fácil convencimento. Um cliente que extrapola as condições de qualquer empresa no que concerne ao atendimento. Vide as recorrências do cidadão publicadas no próprio "face" pessoal. Não vai ser esta nem a última ação intencional, causadora de conflitos em vista uma passível ação indenizatória, acorda! Durante muitos anos vi gerentes tentando contornar com o maior jogo de cintura fatos desta natureza, mas pela análise profunda do caso, o ingresso na agência sendo atendido uma hora e meia depois, em contínua tortura psicológica ao gerente, se recusando a aceitar ou sair do estabelecimento forçando uma ação policial, que se estendeu de 17 a 18:30, celular ligado em gravação desde o ingresso no banco, demonstra que condenar o gerente, em celular procurando vias administrativas junto ao banco para se desvincular de tamanho inferno profissional, é muita inresponsabilidade da mídia e de seu público facilmente condenatório. Aos jornalistas avaliam seus atributos enquanto comunicadores, a chance de defesa e mostrar a opinião contrária é justa e HUMANA! Sou bancário, sou, mas condenações injustas e cruelmente viralizadas desta natureza, já que em nada concederam o direito de defesa, mostra como de anjo a demônio podemos nos tornar de um dia para o outro! Lamentável! Acordem para os fatos e analisem o histórico do acusador, e analisem o vídeo editado dias depois, câmara ligada antes de qualquer conflito instalado! Vamos acordar pode ser?

  27. Damaris Postado em 05/Jul/2019 às 16:38

    É um absurdo, em pleno século 21, ainda vermos esse tipo de atitude contra um negro, isso porquê ele estava cobrando os seus direitos, não agrediu e nem desrespeitou a ninguém , e o que é pior anida na presença da filha, imagino o desespero dela diante de tal cena ; é angustiante ver isso; e depois querem nos dizer que o preconceito contra os negros está na cabeça dos negros; então por favor brancos pintem suas peles e vão lá exigir seus direitos para sentirem o que acontece conosco todos os dias neste Brasil, que é tão lindo!; é lamentável tudo isso, eu espero de verdade que os gerentes 1 e 2; a CAIXA e os policiais sejam TODOS PUNIDOS!

  28. Geraldo Perdigão Postado em 05/Jul/2019 às 16:37

    Esse vídeo prova que pra ser um cretino não precisa de cor específica, deixar o senhor esperando por 4 horas já é um desrespeito tão grande quanto o de racismo. Eu sou a favor do fim da estabilidade no funcionalismo público, mijou fora da bacia, vai pra rua.

  29. Luis Carlos de Oliveira Postado em 05/Jul/2019 às 16:38

    O racismo e a indiferença impera neste país...Instituído por uma familia racista que comanda este país . Polícia Militar deve expulsar este cabo metido a rambo .Não existe negociadores pacíficos nesta corporação. Vergonha o que vimos. Racismo demais.