Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 06/Feb/2019 às 14:41 COMENTÁRIOS

Amiga de Sabrina Bittencourt cogita hipótese de suicídio ser falso

Amiga de Sabrina Bittencourt cogita hipótese de suicídio ser falso e áudio de filha da ativista é divulgado

Sabrina Bittencourt
Imagem: Sabrina Bittencourt

Fundadora do grupo ‘Vítimas Unidas’, Vanuzia Lopes foi uma das primeiras pessoas a relatar a morte de Sabrina Bittencourt. No entanto, até agora o Itamaraty e as autoridades do Líbano não confirmaram o falecimento da ativista.

Por esta razão, Vanuzia já cogita a possibilidade de sua amiga Sabrina estar viva, mas lança um alerta. “As responsabilidades jurídicas e outras deste ato, se for provado que ela está viva, são da Sabrina, exclusivamente.”

“Se provarem que ela está viva, e que tudo isso é uma mentira, serei a primeira a sinceramente ter uma das maiores decepções da minha vida”, acrescentou Vanuzia, em entrevista à revista Época.

Vanuzia Lopes foi uma das vozes mais ativas nas denúncias contra o ex-médico Roger Abdelmassih, preso por estupro de mais de 100 pacientes, enquanto Sabrina foi responsável pela denúncia que desmascarou o médium João de Deus.

No último sábado, o filho mais velho de Sabrina Bittencourt, Gabriel Baum, de 16 anos, e o ex-marido e amigo Rafael Bueno comunicaram a morte da ativista nas redes sociais e em uma nota veiculada a jornalistas pelo ‘Vítimas Unidas’.

SAIBA MAIS sobre o caso Sabrina Bittencourt AQUI.

“O grupo Vítimas Unidas comunica com pesar o falecimento de Sabrina de Campos Bittencourt ocorrido por volta das 21h deste sábado, 2 de fevereiro, na cidade de Barcelona, na Espanha, onde vivia atualmente. A ativista cometeu suicídio e deixou uma carta de despedida relatando os porquês de tirar a própria vida”, dizia a nota.

Até o momento, nenhuma instituição ou órgão oficial atestou a morte de Bittencourt, que teria acontecido no Líbano, conforme corrigiu Baum no fim do último domingo em seu perfil no Facebook.

Lopes reitera que o grupo que fundou “não tem responsabilidade por atos individuais” de parceiros, mas pondera que, para ela, Sabrina morreu “até que se prove o contrário”.

O que diz o ex-marido

Rafael Bueno, ex-marido de Sabrina, confirmou nesta terça-feira (5) que a ativista está morta. Segundo ele, o enterro estava programado para o dia 7, mas será adiado para o dia 10 de fevereiro em uma localidade não revelada no Líbano.

“Ninguém terá o corpo de Sabrina como troféu. Nenhum homem desconhecido verá e tocará seu corpo sem seu consentimento. Por favor, respeitem nossa dor e deixem nossa família em paz”, pediu o engenheiro de informática.

Questionado sobre a hipótese de Sabrina Bittencourt ter recebido asilo político e assumido uma nova identidadade em outro país, e, na verdade, ter “suicidado” sua biografia pregressa para começar uma nova vida, Bueno disse que seria “ótimo que ela tivesse tido tempo para isso”.

Áudio

Um áudio da filha de Sabrina Bittencourt foi divulgado pela imprensa na manhã desta quarta-feira (6). Na mensagem, a menina diz:

“A mamãe morreu, mas agora ela é um anjo, e papai está muito triste e preciso ajudar ele. (…) A mamãe já um anjinho, está bem, não sente dor, nem fome, não sente nada de mau. Estamos bem”.

Além de Gabriel, Sabrina tem outros dois filhos, de 8 e 10 anos de idade.

SAIBA MAIS sobre o caso Sabrina Bittencourt AQUI.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Comentários