Redação Pragmatismo
Política 07/Dec/2018 às 18:26 COMENTÁRIOS

Major Olímpio se pronuncia sobre briga com Joice Hasselmann

Após vazamento de conversas do WhatsApp que mostram xingamentos entre membros da bancada do PSL no Congresso, incluindo um dos filhos de Bolsonaro, Major Olímpio se pronuncia e ataca Joice Hasselmann, sua companheira de partido. Joice também se manifestou publicamente

Joice Hasselmann Major Olímpio Eduardo Bolsonaro
Joice Hasselmann, Major Olímpio e Eduardo Bolsonaro

O senador eleito Major Olímpio (PSL-SP) confirmou a veracidade das conversas que vazaram de um grupo de WhatsApp restrito à bancada do PSL no Congresso Nacional.

O filho de Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), entrou em uma discussão com a deputada federal eleita Joice Hasselmann (PSL-SP) sobre a disputa da liderança do partido na Câmara. Ela tem articulado pela função e participa das negociações da formação do novo governo.

Olímpio afirmou que os deputados eleitos do PSL estão todos unidos. Questionado sobre quem seria a melhor liderança para o governo na Câmara, elogiou Eduardo Bolsonaro e o atual vice-líder da sigla, Delegado Waldir. Para o Senado, defendeu que o senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), também filho do presidente eleito, fique na liderança.

“Se houve manifestação no imaginário dela de que não existia liderança e que só ela é capaz de exercer, isso é um grande equívoco. Joice sempre fala por ela, não pelo partido”, afirmou o senador eleito.

Quem vazou a conversa do WhatsApp, para Olímpio, foi Joice. “Não tenho dúvida. Alguém tem?”, indagou aos jornalistas.

Na conversa de WhatsApp, Eduardo Bolsonaro, atual líder da bancada na Câmara, acusa a deputada de “atropelar” os correligionários, a chama de “sonsa” e diz que ela tem “fama de louca”.

Joice rebateu: “Eduardo, não admito nem te dou liberdade de falar assim comigo, ou escrever algo nesse tom. Não te dei liberdade pessoal nenhuma, portanto, ponha-se no seu lugar”.

Joice rebate críticas

Joice Hasselmann rebateu nesta sexta-feira (7) as críticas contra ela feitas por Major Olímpio e ampliou o racha no partido provocado depois que o embate entre ela e Eduardo Bolsonaro (PSL) veio a público.

“A única pessoa que está se beneficiando disso é ele. O major está jogando com a militância eleita, que é uma parte pequena”, disse Joice.

No Twitter, ela escreveu que trabalha enquanto “a tropa da truculência espalha veneno, ameaças e mentiras”. A declaração, que não cita nomes, foi feita horas depois de Olímpio dizer que não existe racha na futura bancada do PSL já que são todos contra Joice.

Segundo Joice, Olímpio “comanda o partido com truculência, aos gritos, com ameaças aos desafetos”. “Expulsou pessoas, tentou me expulsar, colocou os ‘seus’ nos diretórios e excluiu gente que deu a vida na campanha”, escreveu em seu perfil no Twitter.

A deputada eleita disse que tentou falar com Olímpio para deixar as diferenças para trás. “Tentei todo esse tempo, mesmo tomando caneladas. Agora tentarei de novo. Veremos. Assistirei…”

“Machão da vez”

Sobre o filho do presidente, Joice afirma que Eduardo Bolsonaro, líder da atual bancada do PSL, se acha “o machão da vez”. “Eu sou mais forte que qualquer marmanjo naquele Congresso. Se ele [Eduardo] acha que pode falar assim porque é o machão da vez… ah, para com isso, né?”, disse Joice.

Joice diz ainda que acredita que as acusações do filho de Bolsonaro foram dirigidas a ela pelo fato de ser mulher. “Acho que teve sim [relação com o fato de ser mulher], mas não ligo, não”, declarou.

Siga-nos no InstagramTwitter | Facebook

Comentários