Redação Pragmatismo
Justiça 09/Nov/2018 às 14:33 COMENTÁRIOS

Ronaldinho Gaúcho tira sarro da Justiça brasileira

Ronaldinho Gaúcho tira sarro da Justiça brasileira: mesmo com ordem de apreensão do passaporte pela Polícia Federal, futebolista já passou por 3 continentes. Quebra de sigilo revela que jogador tinha apenas 24 Reais na conta bancária

Ronaldinho Gaúcho passaporte

Ronaldinho Gaúcho está driblando a Justiça brasileira e parece se divertir com isso. Desde a ordem judicial que determinou a apreensão de seu passaporte, o ex-futebolista já visitou três continentes: Ásia, Europa e África.

Nos últimos dias, Ronaldinho passou por Tóquio, Paris e Marrocos. O ex-atleta esteve nas cidades para compromissos comerciais e também para lazer. Em uma festa na capital francesa, ele apareceu ao lado do MC Guimê.

O processo que culminou na apreensão dos passaportes de Ronaldinho Gaúcho e Assis, seu irmão e empresário, quebrou o sigilo bancário deles para penhorar um valor para pagamento de multas e indenizações milionárias.

O Bacenjud, sistema que interliga o Banco Central e demais bancos, respondeu que não havia saldo suficiente. O Ministério Público escreveu em um documento que os dois tinham somente R$ 24,63 em suas contas. O montante é irrisório e fica longe do valor das multas e indenizações, que somadas chegam a R$ 8,5 milhões.

Outra possibilidade seria hipotecar o terreno que levou Ronaldinho Gaúcho e o irmão a serem condenados por fazer obras em área de preservação permanente. Mas a medida se mostrou inútil por causa do alto valor devido em impostos.

Ronaldinho Gaúcho tem mais de R$ 1,8 milhão em dívidas de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) de propriedades em seu nome em Porto Alegre-RS.

O balancete mostra que só a propriedade alvo da denúncia de crime ambiental tem R$ 184.561,62 em dívidas de IPTU de 2012, 2015, 2016, 2017, 2018.

As dívidas estão disponibilizadas no sistema da prefeitura de Porto Alegre:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários