Redação Pragmatismo
Armas de Fogo 12/Nov/2018 às 15:22 COMENTÁRIOS

Jovem de 16 anos morre ao tirar selfie com arma de policial

Adolescente de 16 anos morre ao atirar acidentalmente contra o próprio pescoço com a arma de um Policial Militar. Responsável pela pistola estava trabalhando no momento do disparo

Santhiago Kiss Camargo arma de fogo
Santhiago Kiss Camargo atirou contra si próprio acidentalmente

Um adolescente de 16 anos morreu na última sexta-feira (9) ao tentar tirar uma selfie com uma arma de fogo em São Paulo.

Santhiago Kiss Camargo atirou contra o próprio pescoço com a pistola de um Policial Militar.

O acidente ocorreu dentro do apartamento da amiga e vizinha de Santhiago. A menina de 14 anos é filha de PM e a arma do pai estava escondida em casa, em cima de um armário dentro de uma caixa.

Santhiago tentava tirar uma foto com a pistola calibre .40 quando houve o disparo acidental. No momento do acidente, o responsável pela arma estava trabalhando.

No Boletim de Ocorrência consta que ele chegou a ser socorrido por profissionais do helicóptero Águia, da PM, mas não resistiu aos ferimentos.

O caso foi registrado no 53º Distrito Policial (DP) como morte suspeita. A Policia Civil irá investigar eventuais responsabilidades pela morte do jovem.

‘A curiosidade aguça’

De acordo com o pai de Santhiago, Anderson Camargo, o filho sabia da existência da arma na casa da amiga. “Hoje, nesse mundo que a gente está, a curiosidade aguça. Infelizmente, meu filho foi uma vítima dessas, e veio entrar em óbito”, disse.

Além de Santhiago e da menina, filha do dono da arma, um terceiro amigo estava no apartamento no momento do disparo. Em depoimento, os adolescentes afirmam que o garoto morreu ao posar com a arma.

O delegado que investiga o caso foi até o apartamento e fez uma análise inicial da cena. Ele confirmou o depoimento dos adolescentes.

No boletim de ocorrência, registrou que a trajetória da bala, numa primeira análise, confirma que Santhiago disparou acidentalmente ao tentar fazer uma foto de si em frente ao espelho.

O PM dono da arma contou que deixou a pistola que pertence à corporação em casa e saiu para trabalhar com outra arma.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários