Redação Pragmatismo
Saúde 05/Nov/2018 às 21:52 COMENTÁRIOS

Criança de 12 dias morre após ser beijada por portador de herpes

“Eu já tinha visto histórias de mortes de outras crianças, mas nunca imaginei que aconteceria comigo”. Mãe divulga depoimento que acende sinal de alerta sobre o cuidado no contato direto com bebês por parte de quem carrega doenças contagiosas

bebê criança morre herpes
Presley Trejo e a pequena Emerson Faye

Um bebê de apenas 12 dias morreu nos Estados Unidos após ser beijado por um portador do vírus da Herpes Simples (HSV).

A criança faleceu há 3 meses, no dia 6 de agosto, mas só na última semana a mãe reuniu forças e coragem para tocar no assunto.

“Todos precisam conhecer o que esse vírus faz com crianças e suas famílias. Pessoal, parem de beijar bebês que não são seus. Lavem suas mãos quando se aproximarem de recém-nascidos. Eu já tinha visto histórias de outras crianças morrendo por causa do mesmo vírus, mas nunca imaginei que aconteceria comigo. Desta vez, aconteceu”, escreveu a a norte-americana Presley Trejo em seu perfil no Facebook.

Embora seja considerada uma infecção “comum” entre adultos, a herpes pode ser fatal para bebês, pois os pequenos ainda não apresentam sistema imunológico completamente formado. Foi o que ocorreu com a pequena Emerson Faye.

“Você espalha o vírus por meio da saliva e quando ele atinge o bebê, vai para o seu corpo muito rápido. Ataca primeiro o cérebro e se manifesta como uma meningite”, relata Presley. “Ela sobe direto ao cérebro e então se espalha por todos os órgãos. Acontece tão rápido que você nem repara que seu filho está doente”, acrescenta.

O relato, segundo a mãe, foi postado para alertar as pessoas que o vírus pode estar presente no organismo das pessoas sem se manifestar. E mesmo no estágio latente, pode ser repassado ao bebê.

DEPOIMENTO:

Comentários