Redação Pragmatismo
Barbárie 17/Aug/2018 às 08:26 COMENTÁRIOS

Polícia prende empresário flagrado em motel com menina de 13 anos

Em depoimento, menina desabafou e citou chegada da delegada na cena do crime: "Parece que era a Mulher Maravilha entrando para me salvar". Estupros cometidos pelo empresário Fabian Santos aconteciam há meses

empresário Fabian Santos motel

O empresário Fabian Santos foi preso nesta quinta-feira (16) pela Polícia de Manaus (AM). O homem foi flagrado com uma menina de 13 anos dentro de um motel da cidade no último dia 7, mas estava em liberdade sob monitoramento de tornozeleira eletrônica.

Também foi presa uma tia da vítima. A mulher recebia cerca de R$ 1 mil do homem para ceder a menina ao estuprador. Os abusos já aconteciam há meses. As prisões foram decretadas por um período de 30 dias, podendo ser prorrogada por igual período.

Joyce Coelho, delegada responsável pelo caso, disse que o processo seguirá em segredo de Justiça. A polícia confirmou que a menina era cedida pela própria tia como escrava sexual.

Através de uma denúncia anônima, a polícia passou a monitorar o empresário e a tia da menina. Equipes da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) foram até o motel indicado e flagraram o crime.

Detalhes

De acordo com a polícia, a tia da menina costumava entrar no motel no banco de passageiro, para que a sobrinha não fosse vista e pudesse levantar suspeitas de funcionários dos estabelecimentos. Ela se mantinha escondida no banheiro enquanto o empresário cometia os abusos.

A menina revelou, em depoimento, que recebia ameaças de morte da tia, que usava a figura do empresário para lhe intimidar. “Se ela fosse presa, ela tinha coragem de me matar e o [empresário] tinha muito dinheiro e podia me matar (…) Ela disse que ele era muito calculista. Ela disse que não ia para cadeia por causa de mim”, contou.

A menina contou ainda o que aconteceu em que a polícia flagrou o abuso. “Quando a gente chegou lá, minha tia ficou dentro do quarto e, depois que ele [empresário] começou a fazer o negócio comigo, ela entrou para o banheiro. Aí depois que ele parou, tudo aconteceu. Parece que era a Mulher Maravilha entrando para me salvar”, comentou, em referência à delegada.

O empresário Fabian Santos é dono de uma empresa de vigilância privada que atua em Manaus. A polícia encontrou R$ 10 mil em notas de R$ 100 no carro do homem. Os acusados devem responder por estupro de vulnerável e exploração sexual infantil.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários