Redação Pragmatismo
Educação 19/Apr/2018 às 18:59 COMENTÁRIOS

"Vou furar sua cabeça de tanto dar murro", diz professora de creche

Professora de creche aparece em vídeo chamando criança de "demônio" e ameaça: "vou furar sua cabeça de tanto dar murro". A funcionária foi afastada após a repercussão das imagens

professora de creche jacobina

O vídeo de uma professora de creche infantil xingando e ameaçando uma criança repercutiu nas redes sociais e resultou no afastamento da funcionária. O curioso é que as imagens foram gravadas pela própria agressora.

O episódio aconteceu na Creche Municipal da cidade de Jacobina, na Bahia. Nas imagens, a professora se irrita com um dos alunos. “Não dá para contar história nenhuma porque esse troço ruim não deixa. Só se eu botar esse demônio lá fora… Se você tornar conversar eu vou furar sua cabeça de tanto dar murro e você vai ter que ficar quieto, viu? E cala a boca, cala a boca, que a menina vai contar a história. Peraí, deixa esse troço parar de rinchar“, diz a professora, que não teve o nome divulgado pela polícia.

No momento em que a professora ameaça a criança, é possível escutar um choro no vídeo, mas não dá para identificar se houve alguma agressão física por parte dela contra o aluno. A Polícia Civil da cidade informou que a mãe da criança registrou boletim de ocorrência contra a docente.

A Secretaria Municipal da Educação e Cultura de Jacobina informou que o vídeo “mostra claramente uma professora agredindo verbalmente um aluno”.

“Decidimos afastá-la para investigar o que houve. Vamos encaminhar o processo ao Conselho Municipal de Educação, para eles se reunirem e verem as providências cabíveis”, afirmou André Sampaio, secretário de Educação.

André explicou ainda como o vídeo caiu nas redes sociais, já que foi gravado pela própria professora: “Pelo que ficamos sabendo, ela estava gravando uma aula e não se deu conta de que continuou gravando no momento em que agredia verbalmente a criança. Depois, ela própria publicou o vídeo num grupo de pais no WhatsApp”.

A Secretaria da Educação e Cultura, por meio de nota, disse que “condena veementemente toda forma de agressão e tomará todas as providências possíveis para que esse tipo de ato não se repita em nenhuma das unidades escolares do município”.

VÍDEO:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários