Redação Pragmatismo
Lula 21/Mar/2018 às 15:36 COMENTÁRIOS

STF vai julgar habeas corpus de Lula nesta quinta-feira

Cármen Lúcia marca julgamento de habeas de Lula para esta quinta-feira (21). Ministra do Supremo põe em pauta pedido da defesa para que petista não seja preso antes do trânsito final da sentença no caso triplex

STF vai julgar habeas corpus de Lula

Após polêmica dos últimos dias, a ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), pautou para esta quinta-feira, 22, o habeas corpus impetrado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para evitar que ele seja preso. Ela comunicou a decisão logo no início da sessão desta quarta-feira. Justificou que na próxima semana, por causa do feriado da Páscoa, não seria possível.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região marcou para a próxima segunda-feira o julgamento do recurso do ex-presidente, condenado a 12 anos e 1 mês de prisão.

Em seguida, o ministro Marco Aurélio Mello disse que não apresentaria uma questão de ordem sobre o assunto, já que a pauta estava definida, mas afirmou que é preciso “resolver o impasse” da questão na Supremo. Ele se referia à decisão que possibilita o cumprimento de pena após condenação em segunda instância.

Em passagem pelo Rio Grande do Sul, Lula disse nesta quarta-feira, 21, que não está com medo de ser preso.

Não tenho [medo de ser preso]”, disse Lula, em entrevista à rádio Imembuí, de Santa Maria (RS), durante a manhã. “Acho que as pessoas que me condenaram estão mais intranquilas do que eu, eu tenho a tranquilidade de um inocente e eles não têm essa tranquilidade e sabem que fizeram uma barbárie jurídica”, afirmou. O petista voltou a dizer que, se for preso, será o “primeiro preso político do século XXI no Brasil”.

Leia também:
Homem que pedia a prisão de Lula nas redes é preso por contrabando e corrupção
FHC diz que saída de Lula prejudica Bolsonaro e ajuda Luciano Huck
Especialistas apostam que Lula será preso em maio
O perfil do brasileiro que pede a prisão de Lula
Dória chama Lula de ‘canalha’ e sugere que ele será preso a mando de Moro

Amanda Pupo, Teo Cury e Breno Pires, Agência Estado

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários