Redação Pragmatismo
Saúde 10/Mar/2018 às 09:31

Diretor de Hospital ameaça aprovado em concurso para favorecer o filho

Diretor de Hospital manda mensagem ameaçadora a candidato que conseguiu melhor colocação que seu filho em concurso para a entidade que ele comanda. Assustado, o residente fez um boletim de ocorrência relatando a situação. O diretor, por sua vez, apagou a conta no Facebook após o caso repercutir

médico ameaça domingos quintella
O médico Domingos Quintella

O chefe do Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital dos Servidores do Rio de Janeiro (HFSE) e diretor do CCPR ameaçou um residente aprovado em concurso para a entidade comandada por ele.

Por meio de mensagens de WhatsApp, o médico Domingos Quintella De Paola sugeriu que Pablo Costa, aprovado no concurso, desistisse da vaga para a qual foi classificado.

A desistência do residente implicaria na aprovação do filho do diretor, que não conseguiu a vaga direta. O filho de Domingos Quintella ficou em 11º lugar.

Nas mensagens, Domingos Quintella diz ao estudante que a ida dele para o hospital ocuparia o lugar do filho e que ‘o ambiente não ficaria bom’.

Sinceramente, a sua vinda para cá significaria o lugar do meu filho e o ambiente não seria bom para você e muito menos para a sua formação”, diz trecho da mensagem.

Investigação

Assustado, mas não intimidado, Pablo Costa decidiu enfrentar a situação e, na noite da última quarta-feira (7), fez um Boletim de Ocorrência relatando o episódio.

A direção do Hospital dos Servidores do Estado do Rio informou, através de nota, que pediu o afastamento de Domingos Quintella de Paola.

O Presidênte da Sociedade Brasileira de Cirúrgia Plástica, Níveo Steffen, já acionou o departamento de exercício profissional para analisar o caso.

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio já abriu uma sindicância para investigar o ocorrido.

VEJA TAMBÉM: Médico preso por desviar milhões do SUS era ‘militante anti-corrupção’

Ainda em nota, a direção do Hospital dos Servidores informa que o concurso ocorreu de forma transparente e garante que Pablo irá exercer normalmente o período de residência na unidade.

O consultório do médico Domingos Quintella de Paola informou que o médico só irá se posicionar sobre o caso na próxima semana. Depois que o caso veio à tona, Domingos apressou-se para apagar a sua conta do Facebook.

domingos médico rio de janeiro
Imagem da conta do Facebook de Domingos (esq) que foi retirada do ar após a repercussão do caso. No canto direito da foto está o filho do diretor

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários