Redação Pragmatismo
Lula 28/Mar/2018 às 09:07 COMENTÁRIOS

Alckmin recua após dizer que PT mereceu os tiros

Geraldo Alckmin volta atrás após celebrar ataque a tiros contra ônibus de Lula e agora pede punição aos responsáveis, mas Michel Temer se superou e conseguiu piorar declaração inicial do governador tucano

Alckmin Temer tiros caravana Lula

Nem mesmo o absurdo episódio dos tiros contra um ônibus da caravana de Lula parece ter despertado a preocupação de alguns políticos brasileiros com a escalada de violência e intolerância no Brasil.

Ao comentar o atentado, o presidenciável tucano Geraldo Alckmin afirmou, na noite desta terça-feira (27), que os petistas “colheram o que plantaram”.

Segundo o pré-candidato do PSDB à presidência, integrantes do partido sempre partem para dividir o País e acabaram “sendo vítimas” da polarização que criaram.

João Doria seguiu a mesma linha. “O PT sempre utilizou da violência, agora sofreu da própria violência”, disse o prefeito. Ele afirmou que não recomenda ovos, mas sim “a prisão” do ex-presidente.

O presidente Michel Temer conseguiu a proeza de piorar o discurso de Alckmin, isentando de culpa quem disparou uma arma de fogo contra a caravana.

“É uma pena que tenha acontecido isso. Ficamos no país com essa coisa raivosa, isso não é útil”, disse Temer. “Agora, devo dizer também que na verdade essa onda de violência não foi pregada talvez por esses que tomaram essa providência [dar o tiro]. Talvez tenha começado lá atrás, e a história de uns contra outros cria essa dificuldade que gera atritos dessa natureza”.

Recuo

Criticado pelos próprios simpatizantes, Geraldo Alckmin voltou atrás e deu uma nova declaração nesta quarta-feira (28).

“Toda forma de violência tem que ser condenada. É papel das autoridades apurar e punir os tiros contra a caravana do PT. E é papel de homens públicos pregar a paz e a união entre os brasileiros. O país está cansado de divisão e da convocação ao conflito”, escreveu o governador de São Paulo no Twitter.

Registros de episódios de violência na Caravana não têm sido incomuns. O PT relatou espancamentos de militantes. No Facebook, há fotos de cidadãos sendo chicoteados por grupos extremistas. A caravana é frequentemente alvo de ovos e pedras.

Confira alguns registros da barbárie:
Onda intolerante que agride Lula pode engolir a todos
O estranho impedimento da caravana de Lula em Passo Fundo
Ônibus de linha é atacado por milicianos por engano; alvo era Lula
Criança é estimulada a jogar pedra em ônibus de Lula
Vaza áudio de milicianos que atacam caravana de Lula: “Vamos derrubar o prédio”
Por que os fazendeiros gaúchos agridem Lula e seus seguidores?
Seguidoras de Lula são espancadas por milícias de direita em agressão covarde
Líder ruralista por trás dos ataques à caravana de Lula tem identidade revelada
Imagens simbólicas (e lamentáveis) da passagem de Lula pelo RS
Armados com pistolas, homens tentam atacar caravana de Lula no RS

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários