Redação Pragmatismo
Juristas 24/Oct/2017 às 15:33 COMENTÁRIOS

IDP, o negócio multimilionário de Gilmar Mendes

IDP: negócio multimilionário agora é inteiramente controlado pela família de Gilmar Mendes. Filho do ministro do Supremo Tribunal Federal adquiriu mais de 40% da sociedade por uma bagatela de R$ 12 milhões

idp negócio multimilionário faculdade gilmar mendes
Filho de Gilmar Mendes comprou parte do Instituto Brasiliense de Direito Público (Imagem: Pragmatismo Político)

Jornal GGN

O site BuzzFeed revelou, nesta terça (24), que o IDP é um “negócio multimilionário, agora inteiramente controlado pela família de Gilmar Mendes“. A reportagem assinada por Filipe Coutinho mostra que no mesmo dia em que o Instituto recebeu R$ 26 milhões de empréstimo do Bradesco (numa situação em que Gilmar pode ser considerado cliente VIP), o filho do ministro do Supremo Tribunal Federal adquiriu mais de 40% da sociedade por uma bagatela de R$ 12 milhões.

Assim, é possível calcular que a faculdade fundada pelo ministro vale cerca de R$ 27,6 milhões, sendo R$ 12 milhões (43,44%) do filho Francisco [Schertel Mendes] e outros R$ 15,6 milhões (56,56%) em cotas de Gilmar Mendes.”

Francisco, que é consultor legislativo do Senado, com salário na casa dos R$ 30 mil e licença da OAB para advogar, tornou-se sócio do IDP em agosto passado, mais precisamente no dia 18. Ele comprou a cota de Paulo Gonet, hoje secretário da cúpula da Procuradoria-Geral da República, na gestão de Raquel Dodge.

No dia 18 de agosto, o IDP fechou com o Bradesco um empréstimo de R$ 26 milhões. Segundo a reportagem, dados do Banco Central mostram que os benefícios que Gilmar Mendes teve na negociação (taxa de juros e prazo para pagamento, principalmente) não são concedidos pelo banco em 99,92% dos casos.

Leia mais aqui.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários