Redação Pragmatismo
Juristas 25/Oct/2017 às 11:55 COMENTÁRIOS

Condenado e preso, juiz recebe R$ 52 mil por mês de aposentadoria

Mesmo atrás das grades, juiz recebe R$ 52 mil por mês de aposentadoria. Magistrado foi condenado por extorsão e está preso desde setembro

condenado preso juiz Gersino Donizete do Prado recebe aposentadoria
Gersino Donizete do Prado (reprodução)

O juiz Gersino Donizete do Prado foi condenado por extorquir um empresário e está preso desde o início de setembro. Mesmo assim, recebe do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), todo mês, R$ 52 mil de aposentadoria. O caso foi revelado pelo SPTV, da TV Globo.

Prado é acusado de extorquir 170 vezes um empresário da cidade quando atuava na 7ª Vara de São Bernardo do Campo, no ABC.

Segundo a vítima, o magistrado pediu colaborações mensais entre R$ 1 mil e R$ 5 mil para aceitar o pedido de recuperação judicial da fábrica de peças para carros do empresário.

Em 2015, o TJ-SP determinou a aposentadoria compulsória do juiz, alegando que as faltas cometidas eram “gravíssimas“. O benefício, em agosto, foi de R$ 52 mil, de acordo com o TJ. Após ser condenado a oito anos de prisão, Prado foi detido no início do mês passado.

A pena foi convertida para regime semiaberto, mas Prado ainda está detido porque não conseguiu apresentar um trabalho fixo. O Globo não localizou a defesa de Prado.

Leia também:
Juiz federal cita Bolsonaro em sentença e envergonha a comunidade jurídica
Nelson Rodrigues: o juiz ladrão
Ilha da fantasia: os privilégios de magistrados e de membros do MP
Salário de juiz no Brasil é um dos mais altos do planeta
As mordomias, os privilégios e o paternalismo de um Judiciário arrogante

Agência Globo

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários