Redação Pragmatismo
Direita 04/Jul/2017 às 11:09 COMENTÁRIOS

Danilo Gentili perde ação na Justiça contra José Trajano

Danilo Gentili perde mais uma ação na Justiça. Dessa vez, o apresentador do SBT pedia indenização de R$ 1 milhão por ter se sentido "atingido em sua honra" por declarações do jornalista José Trajano

trajano gentili justiça

Danilo Gentili perdeu mais uma ação na Justiça brasileira. O apresentador do SBT movia processo contra José Trajano após se sentir ofendido com um comentário do veterano jornalista esportivo.

Trajano acusou Gentili de fazer apologia ao estupro durante o ‘Bate-Bola Debate’, programa da emissora ESPN Brasil.

“O canal abrigou esta semana um personagem engraçadinho, que se porta como um sujeito que faz apologia do estupro. Em nome do humor, dizendo que no humor cabe tudo. Esse grupo ficou enojado com a presença dele”, declarou Trajano em referência a um tweet polêmico de Gentili sobre uma participante do programa Big Brother Brasil que teve relação sexual alcoolizada.

Gentili pedia R$ 1 milhão em indenização. O juiz responsável pelo caso, José Zoéga Coelho, afirmou em sua sentença que a opinião emitida por Trajano não constitui crime, mesmo que Danilo tenha sido absolvido no processo que originou a fala do jornalista esportivo.

Zoéga Coelho considera ainda que em casos de crimes de honra não basta dizer palavras ofensivas, uma vez que esteja tipificado como animus criticandi, ou seja, intenção de criticar.

Coelho destaca o entendimento do colegiado no Superior Tribunal de Justiça (STJ), “no tocante a imputação a terceiros de fato delitivo, porém com animus defendendi: ‘Não há crime de calúnia quando o sujeito pratica o fato com ânimo diverso, como ocorre nas hipóteses de animus narrandi, criticandi, defendendi, retorquendi, corrigendi e jocandi‘”.

Derrotas

O acúmulo de derrotas na Justiça por Danilo Gentili despertou um sinal de alerta no SBT. A emissora, que é uma concessão pública, chegou a perder contato com potenciais anunciantes que não quiseram ter seus nomes vinculados ao programa do apresentador (relembre aqui).

No último mês, Gentili foi obrigado a tirar do ar um vídeo em que agredia a deputada Maria do Rosário e foi também condenado a indenizar o editor do site Catraca Livre.

Leia aqui a íntegra da sentença que absolveu José Trajano.

VEJA TAMBÉM:
“Ou é doença grave, ou é por dinheiro”, diz humorista Gustavo Mendes sobre Danilo Gentili

Recomendados para você

Comentários