Redação Pragmatismo
Religião 13/Jul/2017 às 16:07 COMENTÁRIOS

Ex-futebolista milionário vira frade com voto de pobreza

A história do ex-jogador de um dos mais tradicionais clubes de futebol do mundo que já chegou a ter salário de R$ 2,3 milhões e hoje virou frade com voto de pobreza

Philip Mulryne futebol jogador milionário frade voto pobreza

Não faz muito tempo, a vida de Philip Mulryne era completamente diferente.

Em vez da batina, seu uniforme de trabalho era composto de short, camisa, meião e chuteiras.

Seu templo, o estádio de Old Trafford, pertencente ao poderoso Manchester United, um dos clubes de futebol mais ricos do mundo.

Em vez de colegas praticamente anônimos, o norte-irlandês esbarrava nos corredores em David Beckham.

O ex-jogador de futebol, porém, hoje não poderia estar em um mundo mais diferente que o dos tempos em que chegou a ter um salário anual de cerca de US$ 700 mil (o equivalente a quase R$ 2,3 milhões) e namorou a modelo inglesa Nicola Chapman.

Desde o último sábado, ele é conhecido como frei Mulryne, depois de ter sido ordenado como mais novo representante dos Dominicanos, uma ordem católica cujos principais compromissos são o voto de pobreza e castidade.

Philip Mulryne futebol jogador milionário frade voto pobreza
Philip Mulryne (reprodução)

Nascido em Belfast, Mulryne jogou 27 vezes pela seleção da Irlanda do Norte. Apesar do início promissor em Manchester, ele passou a maior parte de sua carreira no Norwich City, um clube oscilando entre a primeira e segunda divisões.

Ele ficou mais famoso pelo episódio em que foi cortado da seleção norte-irlandesa às vésperas de uma partida contra a Inglaterra pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2006, depois de fugir do hotel para passar a noite bebendo em um bar de Belfast. Ficou fora do grupo que obteve uma histórica e inédita vitória.

Mulryne se aposentou em 2009 e quase imediatamente começou sua carreira religiosa, ao entrar para um seminário da capital norte-irlandesa. Ele também cursou filosofia na Queens University antes de, em 2012, juntar-se aos dominicanos.

Na semana passada, o frei Mulryne celebrou sua primeira missa, um evento realizado na Igreja de Santo Olivério Plunkett, em Belfast – curiosamente, próxima ao estádio de Windsor Park, a “casa” da seleção de futebol.

Este é um novo capítulo da minha vida“, declarou ele.

Embora tenha dado destaque à ordenação, a mídia irlandesa levantou algumas dúvidas relacionadas ao voto de pobreza do ex-jogador. O jornal Belfast Telegraph apurou que, em setembro do ano passado, Mulryne declarou falência na Alta Corte da cidade e que era investidor em duas produtoras de cinema que tinham declarado prejuízo de ordem de mais de R$ 3 milhões – diversos jogadores ex-jogadores britânicos investiram durante anos em empresas deste tipo aproveitando uma lei de incentivo fiscal.

Ainda assim, sua cerimônia de ordenação contou com uma presença ilustre: o arcebispo americano Joseph Augustine Di Noia, integrante de Ordem Dominicana e um nome proeminente no Vaticano, viajou especialmente para Dublin para coordenar o evento.

BBC

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários