Redação Pragmatismo
Política 06/Jul/2017 às 14:48 COMENTÁRIOS

Diretor de zoológico é demitido após dizer “fora, Temer” na TV Globo

Governador do DF exonera diretor de Zoológico que disse “fora, Temer”, ao vivo, na TV Globo

diretor zoológico brasília demitido psb fora temer

Fábio Góis, Congresso em Foco

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), determinou a exoneração do diretor-adjunto do Jardim Zoológico, Erico Grassi Cademartori, devido ao comportamento do servidor durante entrevista por ele concedida ao telejornal Bom Dia DF, da TV Globo, ao vivo. O programa foi transmitido na manhã desta quarta-feira (5), quando a repórter deu voz a Cademartori a respeito de um projeto de colônia de férias do Zoológico. Depois de dar bom dia ao telespectador, ao âncora do Bom Dia DF (TV Globo), Guilherme Portanova, à reporter Bárbara Lins, o servidor declarou:

Bom, primeiramente, fora, Temer. Porque não está dando mais, né?”, disse Cademartori surpreendendo a repórter, que mesmo de costas não conseguiu disfarçar um sorriso.

Para Rollemberg, que apoiou o impeachment da presidente Dilma Rousseff, a atitude do servidor foi indevida. “[…] ele concedia entrevista na condição de agente público, devendo, portanto, evitar manifestação política”, disse o governador em nota à imprensa (veja íntegra abaixo).

Veja a declaração de Cademartori no vídeo:

As declarações de “fora, Temer” têm se multiplicado desde que o presidente tomou posse, interinamente, em 12 de maio de 2016, quando Dilma Rousseff foi temporariamente afastada durante o processo que culminou no seu impeachment. Uma das primeiras manifestações do tipo foi feita naquela maio do ano passado, coincidentemente no telejornal matinal da Globo no Rio de Janeiro. o Bom Dia RJ.

Naquela ocasião, a repórter Raquel Honorato entrevistou um líder estudantil da Universidade Federal do Rio de Janeiro que protestava contra o atraso na conclusão das obras de um alojamento estudantil, iniciadas em 2012.

Em agosto de 2016, foi a vez de o ator e comediante Gregório Duvivier, um dos criadores do coletivo humorístico Porta dos Fundos, proferir o “fora, Temer”. Identificado como militante de esquerda, Gregório divulgava um espetáculo com patrocínio do Sesc quando surpreendeu a repórter da InterTV, repetidora da TV Globo na Região dos Lagos, Rio de Janeiro.

Acusada de ter apoiado o impeachment de Dilma, a TV Globo passou a ser alvo constante dos manifestantes anti-Temer em transmissões ao vivo. O canal de notícias para assinantes, a Globonews, constantemente veicula, involuntariamente, a imagem de pessoas com cartazes contra o peemedebista e gritando palavras de ordem contra o presidente –algo que contrariava os responsáveis pelo jornalismo.

Recentemente, no entanto, a emissora de maior audiência na América Latina passou a retratar o presidente Temer com especial ênfase em suas suspeitas de corrupção. Partiu de um profissional de imprensa das Organizações Globo – o jornalista Lauro Jardim, colunista do jornal O Globo – a publicação da reportagem que levou o governo à sua mais grave crise e à denúncia inédita de corrupção passiva que ameaça o mandato de Temer.

Leia a nota do GDF:

Nota à imprensa

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, decidiu exonerar o diretor-adjunto do Jardim Zoológico, Erico Grassi Cademartori, por sua atitude durante entrevista a uma emissora de televisão nesta quarta-feira (5).

O governador conversou, por telefone, com o diretor-adjunto e explicou que ele concedia entrevista na condição de agente público, devendo, portanto, evitar manifestação política.

Cademartori colocou-se à disposição do Governo para realizar a transição do cargo

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários