Redação Pragmatismo
Eleições 2018 19/Jul/2017 às 15:18 COMENTÁRIOS

Bolsonaro tenta filiação no PSDC mas é rejeitado pela legenda

De olho nas eleições de 2018, Jair Bolsonaro diz que “anda namorando” o PSDC e que tem admiração por Eymael: “procuro um partido honesto, patriota e cristão”. Ao tomar conhecimento do interesse do deputado, o partido tratou de divulgar uma nota rejeitando a possibilidade

Bolsonaro PSDC eleição 2018
Jair Bolsonaro ainda não sabe por qual partido disputará a eleição presidencial de 2018

De olho nas eleições presidenciais de 2018, Jair Bolsonaro (RJ) afirmou nesta terça-feira (18) que está de saída do PSC e que “anda namorando” outra legenda, o PSDC, presidida por José Maria Eymael (SP).

As últimas pesquisas eleitorais colocam o deputado federal conservador em segundo lugar para a disputa de 2018, atrás apenas do ex-presidente Lula.

“Com a Lava Jato e tudo mais, não adianta eu entrar para um partido grande e enrolado em denúncias. Estou a procura de um partido que não tenha esse tipo de problema”, disse Bolsonaro.

Eymael obteve 61.233 votos como candidato ao Palácio do Planalto pelo PSDC, em 2014.

Bolsonaro chegou a conversar com o Muda Brasil, partido que ainda depende de decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas teme que a legenda não consiga se consolidar antes do prazo legal (um ano antes da eleição).

“Com as redes sociais, uma campanha não precisa, necessariamente, ter muito tempo de TV. Acredito também que com 22% das intenções de votos estaria garantido no segundo turno”, afirmou.

Sobre o PSDC, Bolsonaro declarou que “sempre” teve admiração por Eymael.

“Acompanho desde o tempo da Constituinte (1988)”, disse. Bolsonaro calcula que essa decisão deverá sair até o final de agosto.

“Procuro um partido honesto, patriota e cristão”, completou.

Negativa do PSDC

Ao tomar conhecimento do interesse de Bolsonaro, o PSDC não demonstrou nenhuma empolgação e tratou de descartar a possibilidade de lançá-lo à Presidência no ano que vem.

“Não existem esses entendimentos e não há interesse da Democracia Cristã”, disse a Executiva do Diretório Nacional da legenda por meio de nota.

Além disso, o partido afirma que terá candidato próprio nas eleições de 2018 e que a escolha se dará “entre os seus atuais filiados”, que será indicado no 7º Congresso Nacional a ser realizado no próximo mês, em agosto.

O prazo para trocar de partidos vai até abril de 2018 e Bolsonaro corre contra o tempo.

Apesar de ter construído sua imagem com base em polêmicas, estilo agressivo e postura de ataque, Bolsonaro tem sido orientado a baixar o tom nos discursos que faz na tribuna e em comissões da Casa. O parlamentar está em seu sétimo mandato na Câmara.

A seguir, a íntegra da nota do PSDC:

“A Comissão Executiva do Diretório Nacional do PSDC, Partido Social Democrata Cristão, face às noticias publicadas pela imprensa nacional, de que o Deputado Federal Jair Bolsonaro, tem manifestado interesse em manter entendimentos com o PSDC, visando ser candidato à Presidência da República em 2018, pela legenda, vem através desta Nota Oficial informar que:

1- Não existem esses entendimentos e não há interesse da Democracia Cristã em relação a eles.

2- A Democracia Cristã terá candidato próprio a Presidente da República nas Eleições Gerais de 2018.

3- O nome do Pré – Candidato do Partido a Presidente da República, entre os seus atuais filiados, será indicado no 7º Congresso Nacional a ser realizado em 5 de Agosto de 2017, em Curitiba – PR“.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários