Redação Pragmatismo
Eleições 2018 06/Jun/2017 às 23:26
0
Comentários

Vox Populi divulga nova pesquisa para a eleição presidencial

Números da mais recente pesquisa Vox Populi confirmam favoritismo de Lula na disputa presidencial. Instituto analisou três cenários. Levantamento também mediu a popularidade de Temer e questionou população sobre eleições diretas e indiretas

pesquisa para presidente eleições 2018

O instituto Vox Populi divulgou nesta terça-feira (6) a sua mais recente pesquisa para a eleição presidencial.

O levantamento foi realizado entre sexta-feira (2) e domingo (4) e mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como favorito na disputa em todos os cenários avaliados.

O ex-presidente Lula também lidera todos os principais levantamentos divulgados recentemente pelos mais conhecidos institutos de pesquisa.

Relembre as últimas pesquisas:

Datafolha
Ibope
CNT/MDS
Ipsos
Paraná Pesquisas

Abaixo, os dados da pesquisa Vox Populi.

CENÁRIO 1 (Alckmin candidato do PSDB)

Com o governador Geraldo Alckmin como candidato do PSDB, Lula tem 45% dos votos. Jair Bolsonaro (PSC) aparece em segundo lugar com 13%, seguido de Marina Silva (Rede), com 8%. Alckmin e Ciro Gomes (PDT) aparecem empatados com 4%. Brancos, nulos e indecisos somam 25%.

CENÁRIO 2 (Doria candidato do PSDB)

Segundo o Vox Populi, se o postulante do PSDB for o prefeito João Doria, Lula tem 45%, Bolsonaro tem 12%, Marina, 9%, Ciro, 5%, e Doria, 4%.

CENÁRIO 3 (Aécio como candidato do PSDB)

SEGUNDO TURNO E ESPONTÂNEA

Na sondagem espontânea, quando não é apresentado o nome de nenhum candidato, Lula tem 40% dos votos, seguido de Bolsonaro, com 8%, Marina e Sérgio Moro, 2% cada. Em simulações de segundo turno, Lula superaria Alckmin por 52% a 11%, Doria (51% a 13%), Marina (50% a 15%) e o senador afastado Aécio Neves, do PSDB (53% a 15%).

O melhor cenário para Lula, de acordo com a pesquisa, é ter Aécio como adversário. O tucano aparece com 1% das intenções de voto, atrás de Ciro (5%), Marina (9%) e Bolsonaro (13%).

ELEIÇÕES DIRETAS

Ainda segundo a pesquisa, 89% consideram que o novo presidente, em caso de cassação, deveria ser escolhido por eleição direta, número semelhante ao do levantamento anterior (90%), feito em abril. Os que defendem a escolha por via indireta somam 5%.

À pergunta sobre o desempenho de Michel Temer à frente da Presidência da República, 75% dos entrevistados avaliam seu governo como ruim/péssimo, ante 65% da última sondagem. Somente 3% consideram o governo bom/ótimo.

A impopularidade de Temer é maior na região Nordeste, onde 83% apontam seu desempenho como ruim/péssimo. O presidente é mais rejeitado entre as mulheres: a avaliação negativa chega a 77%. Entre os homens, é de 73%.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários