Redação Pragmatismo
Terrorismo 23/May/2017 às 10:46 COMENTÁRIOS

Vídeos revelam momento do atentado terrorista em Manchester

Vídeos registraram o momento da explosão que deixou 22 mortos em Manchester, incluindo crianças, além de dezenas de feridos. Estado Islâmico reivindica autoria do atentado

ataque terrorista manchester ariana grande

O grupo extremista Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque à bomba contra o show da cantora Ariana Grande, em Manchester, na Inglaterra, que deixou pelo menos 22 mortos e 59 feridos.

O comunicado, publicado pelo EI por meio de um de seus canais de comunicação nas redes sociais, indica que “um dos soldados do califado colocou uma bomba no meio da multidão” durante o show.

O grupo também ameaça cometer outros ataques.

O autor do atentado suicida pretendia provocar a maior carnificina possível com o ataque, que tem crianças e adolescente entre as vítimas, afirmou nesta terça-feira a primeira-ministra britânica Theresa May.

A polícia também anunciou a detenção, relacionada à investigação do caso, de um homem de 23 anos na zona sul de Manchester.

“Sabemos que apenas um terrorista explodiu um artefato de fabricação caseira perto de uma das saídas do local, escolhendo deliberadamente o momento e o local para provocar uma carnificina máxima”, disse May em Downing Street.

O atentado

A explosão aconteceu por volta das 22h30 (hora local), do lado de fora da casa de espetáculos onde ocorria o show de Ariana.

Testemunhas descreveram que a explosão aconteceu pouco depois que Ariana Grande se despedia do público e as luzes se acendiam no pavilhão. O pânico tomou conta da multidão.

Vídeos [veja abaixo] feitos por pessoas que estavam no ginásio do show registraram o momento.

O atentado acontece a menos de três semanas das eleições gerais no Reino Unido, previstas para 8 de junho. A campanha eleitoral foi suspensa.

Este foi o mais mortal atentado em território britânico desde o de 7 de julho de 2005, executado contra o transporte público londrino, que deixou mais de 50 mortos.

O Reino Unido está há meses no nível de alerta “severo”, o que significa que um ataque terrorista é considerado altamente provável.

VÍDEOS:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários