Redação Pragmatismo
Guerra injustificável 26/Apr/2017 às 10:02 COMENTÁRIOS

EUA e Coreia do Sul realizam maior treinamento militar para intimidar Coreia do Norte

Coreia do Sul e EUA realizaram juntos uma das maiores apresentações militares com fogo real já efetuadas. Imagens foram gravadas e divulgadas para o mundo. Objetivo é intimidar a Coreia do Norte e demonstrar força para países inimigos

coreia do sul eua militar exercício
Tanque sul-coreano K1A2 (azul) e norte-americano M1A2 (vermelho) disparam durante exercício militar conjunto em Pocheon

Forças da Coreia do Sul e Estados Unidos realizaram nesta quarta-feira (26) uma de suas maiores manobras conjuntas com fogo real já efetuadas até então, um dia após a realização por parte da Coreia do Norte de um grande exercício de artilharia.

Os exercícios de hoje, desenvolvidos no condado de Pocheon, foram manobras previamente programadas que fazem parte das simulações conjuntas que Seul e Washington fazem em cada ano no território sul-coreano.

Participaram 30 helicópteros, 90 tanques e veículos blindados, 30 caças e cerca de 2 mil militares participaram dos exercícios, que simulam uma resposta relâmpago a um ataque norte-coreano sobre postos de guarda da Coreia do Sul.

Também foram implantadas várias unidades de lança-foguetes múltiplos M270 dos EUA, um temido lançador motorizado e blindado que disparou diversos mísseis durante estes jogos de guerra.

O exercício, que EUA e Coreia do Sul não realizavam desde 2015, acontece apenas um dia depois que o regime de Kim Jong-un comemorasse o 85º aniversário de seu Exército.

Submarino nuclear

O governo sul-coreano confirmou a agências de notícias em Seul que o USS Michigan, um submarino norte-americano armado com mísseis balísticos, chegou ao mar da Coreia do Sul nesta terça-feira (25).

A embarcação, movida a energia nuclear, foi enviada ao local pelos Estados Unidos para pressionar o governo da Coreia do Norte a desistir de seu programa de armamento nuclear.

O submarino foi projetado originalmente para transportar ogivas nucleares, mas, em 2004, foi modificado para carregar armamento de menor porte. Mesmo assim, tem capacidade para lançar até 100 misseis Tomahawk – arma que tem um alcance de quase 2 mil quilômetros.

As forças militares do Japão também estão disponíveis para ajudar EUA e Coreia do Sul em uma possível guerra contra a Coreia do Norte.

Um dia antes das demonstrações de força de EUA e Coreia do Sul, a Coreia do Norte também divulgou imagens do seu exercício militar mais recente:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários