Redação Pragmatismo
Lula 02/Feb/2017 às 23:44 COMENTÁRIOS

Michel Temer chega ao Sírio Libanês e é recebido com protestos

Comitiva de Michel Temer é recebida no Sírio Libanês aos gritos de 'golpistas' e 'assassinos' (vídeo). Presidente estava acompanhado de Renan Calheiros, Cássio Cunha Lima, José Serra e alguns ministros

Michel Temer esteve na noite desta quinta-feira (2) no hospital Sírio-Libanês para prestar solidariedade a Lula pelo falecimento da esposa, Marisa Letícia, que teve morte cerebral declarada pela manhã.

O presidente, que levou uma comitiva de políticos do PMDB e do PSDB, foi recebido aos gritos de ‘golpista’ e ‘assassino’ (vídeo abaixo) por populares que estavam na porta do hospital.

Integravam a comitiva de Temer os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), Eduardo Braga (PMDB-AM), Edison Lobão (PMDB-MA) e Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), além do também ex-presidente da República José Sarney (PMDB-MA). O novo presidente do Senado, Eunício de Oliveira (PMDB-CE) acompanhou o grupo.

A comitiva também contou com os ministros Helder Barbalho (PMDB-PA), da Integração Nacional, José Serra (PSDB-SP), das Relações Exteriores, Henrique Meirelles, da economia, e Moreira Franco, que nesta quinta foi elevado ao cargo de ministro da Secretaria Geral da Presidência da República para fugir da Lava Jato.

A chegada de Temer foi precedida de uma série de preparativos no hospital, comandados pela segurança da presidência. Grades de proteção foram colocadas na entrada principal para a passagem do presidente e de sua comitiva.

Mais cedo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso visitou Lula para levar suas condolências.

Ao longo do dia, diversos políticos manifestaram seus pêsames por meio de mensagens em redes sociais e notas da assessoria de imprensa.

O velório da ex-primeira dama deve acontecer no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, na Grande SP. O horário ainda não foi confirmado.

CHEGADA DE TEMER AO SÍRIO LIBANÊS:

Recomendados para você

Comentários