Redação Pragmatismo
Rio de Janeiro 12/Dec/2016 às 23:11 COMENTÁRIOS

Tati Quebra Barraco recebe mensagens de ódio após morte do filho

Tati Quebra Barraco é hostilizada nas redes sociais após a morte do filho. Cantora lamentou e rebateu as mensagens de ódio e criticou a versão da PM sobre o caso

Tati Quebra Barraco morte filho
Tati Quebra Barraco

Tati Quebra Barraco perdeu o filho Yuri Lourenço da Silva, de 19 anos, durante uma operação da Polícia Militar na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio, na madrugada de sábado para domingo.

O rapaz chegou a ser socorrido e levado ao Hospital Lourenço Jorge, mas não resistiu aos ferimentos. Familiares do jovem acusam a polícia de ter “atirado para matar”.

A polícia, no entanto, descreve o incidente como um confronto entre homens responsáveis pelo patrulhamento da região e traficantes de drogas.

Na tarde deste domingo, a cantora publicou um desabafo nas redes sociais. “A PM tirou um pedaço de mim que jamais será preenchido. A PM matou o meu filho. Essa dor nunca irá se cicatrizar”, afirmou Tati.

Hostilizada

Diversas mensagens de ódio nas redes sociais foram direcionadas à cantora após a morte de Yuri. Em nota oficial, a equipe da funkeira lamentou os ataques, classificados como “completamente desumanos”. “Repudiamos o desrespeito à tragédia que é qualquer mãe ter que enterrar um filho”, diz um trecho do texto publicado ontem (11) na internet.

O comunicado ainda rebateu a versão da Polícia Militar sobre as circunstâncias em que o jovem foi baleado. “Esperamos que a verdade – sobre uma suposta troca de tiros que nunca ocorreu – chegue à tona e que os responsáveis por registrarem/divulgarem fotos indevidas/desrespeitosas em um momento como esse sejam punidos”, prosseguiu.

Nota oficial da assessoria da cantora

“Na madrugada deste domingo (11/12), Yuri Lourenço da Silva, 19 anos, filho da cantora Tati Quebra Barraco, foi morto durante uma operação policial na Cidade de Deus, onde morava. Tati estava se apresentando em Belo Horizonte quando recebeu a notícia e chegou ao Rio hoje pela tarde.

Nas últimas horas, as redes sociais da artista têm recebido centenas de comentários de ódio e completamente desumanos. Repudiamos o desrespeito à tragédia que é qualquer mãe ter que enterrar um filho.

Agradecemos ao apoio de amigos e fãs nesse momento tão difícil. Estamos recebendo milhares de mensagens que estão ajudando confortar a família.

Esperamos que a verdade – sobre uma suposta troca de tiros que nunca ocorreu – chegue à tona e que os responsáveis por registrarem/divulgarem fotos indevidas/desrespeitosas em um momento como esse sejam punidos. Nos apoiamos nessa esperança e na fé para consolar o coração dos familiares de Yuri, que pedem privacidade nesse momento de luto”

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários