Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 06/Dec/2016 às 13:39 COMENTÁRIOS

Professora e blogueira de esquerda se solidariza com jornalista de direita

“Eu sei quem ameaça a ex-jornalista da Veja; eu denuncio esses misóginos há anos. Joice está jogando pro seu time ao afirmar que as ameaças partem do PT”. Apesar de antagônicas ideologicamente, professora e blogueira feminista Lola Aronovich presta solidariedade à ex-jornalista da Veja após ameaças de morte

Joice Hasselmann Lola blogueira Veja
Imagem: Joice Hasselmann e Lola Aronovich

A blogueira feminista Lola Aronovich publicou em seu blog um texto sobre as ameaças de morte que a ex-jornalista da Veja, Joice Hasselmann, estaria recebendo.

Lola, que também é professora na Universidade Federal do Ceará, afirma saber quem são os autores das ameaças contra Joice.

“Eu denuncio esses misóginos há muitos anos. Eles vivem disso: de fazer terrorismo na internet, ameaçando mulheres e meninas, criando sites falsos, acusando desafetos de pedofilia e outros crimes”, revela a acadêmica.

Lola se diz ciente de que Joice Hasselmann está “no mesmo nível de irracionalidade de Olavo de Carvalho, Danilo Gentili, Alexandre Frota, Lobão, Rachel Sheherazade”, mas oferece sua solidariedade à jornalista porque já sentiu na pele a dor das ameaças.

“Sou ameaçada de morte, estupro,tortura e desmembramento desde 2011. Meu marido e minha mãe, uma senhora de 81 anos, começaram a ser ameaçados mais recentemente, desde o ano passado apenas. Já registrei nove boletins de ocorrência, o primeiro em janeiro de 2012, e o último, em setembro deste ano. As ameaças são praticamente diárias. E eu não vejo a polícia fazendo coisa alguma”, afirma a blogueira.

Leia abaixo a íntegra do texto de Lola Aronovich:

A jornalista reaça Joice Hasselmann, ex-Veja, fez um vídeo dizendo que estão ameaçando a ela e a sua família.

Eu digo “jornalista reaça” porque ela é abertamente de direita. Ultimamente, pelo que vi, deu até pra defender a “intervenção” (eufemismo pra golpe militar na cara dura). Considero essa senhora no mesmo nível de irracionalidade de outros reaças famosos como Olavo de Carvalho, Roger Ultrajante, Danilo Gentili, Alexandre Frota, Lobão, Rachel Sheherazade et caverna.

No entanto, ofereço a ela minha solidariedade. Infelizmente, sei bem como é ser ameaçada. Sou ameaçada de morte, estupro,tortura e desmembramento desde 2011. Meu marido e minha mãe, uma senhora de 81 anos, começaram a ser ameaçados mais recentemente, desde o ano passado apenas. Já registrei nove boletins de ocorrência, o primeiro em janeiro de 2012, e o último, em setembro deste ano. As ameaças são praticamente diárias. E eu não vejo a polícia fazendo coisa alguma.

Joice está jogando pro seu time ao afirmar que as ameaças partem do PT ou da esquerda. Ela sabe que não vem da esquerda, tanto que no vídeo ela diz que é contra “radicais” de qualquer lado. Seria mais honesto da parte dela dar nome aos bois.

Vou compartilhar com vocês o que sei. Talvez o email abaixo explique melhor. Eu o escrevi e o enviei a três delegados da Policia Federal no dia 20 de novembro (só tirei alguns nomes para não expor as vítimas envolvidas):

Prezados Delegados da Polícia Federal, Srs. Fluvio Garcia, Flavio Setti, Pablo Bergmann,

Escrevo porque a situação chegou a um nível insustentável. Já me comuniquei com os senhores antes. Meu nome é Dolores Aronovich Aguero, sou professora do Departamento de Inglês da Universidade Federal do Ceará, e há quase nove anos escrevo o blog Escreva Lola Escreva, um dos maiores blogs feministas do Brasil.

Como os senhores sabem, sou constantemente ameaçada de morte, estupro, tortura etc. Muitas vezes, quando aviso nas minhas redes sociais que darei uma palestra em alguma faculdade, misóginos prometem que cometerão atentados nesses lugares. Ameaçam também o meu marido e minha mãe. Oferecem recompensas para quem me matar, divulgam meu endereço e telefone residencial, fazem sites de ódio no meu nome e em nome do meu marido etc. A lista é longa. Já registrei nove boletins de ocorrência, o primeiro em janeiro de 2012, e não vejo investigação nenhuma. Recentemente, a deputada federal Luizianne Lins aprovou um projeto de lei, baseado na minha experiência, que atribui à Polícia Federal a responsabilidade de investigar crimes contra as mulheres na internet. Espero que isso traga algumas mudanças.

O principal chan de onde vem as ameaças e demais crimes é o Dogolachan, chan de Marcelo Valle Silveira Mello, um dos dois presos e condenados pela Operação Intolerância por manter o site de ódio Silvio Koerich. Desde que saiu da prisão, em maio de 2013, Marcelo vem fazendo as mesmas coisas que fazia antes. No início de 2014 começou o Dogolachan.

Entendo que o chan seja anônimo e esteja hospedado no exterior, mas, através de uma investigação, é possível provar que o criador e autor do chan é Marcelo. Uma das testemunhas é um jornalista da Rede Globo. Em dezembro do ano passado foi exibido um Profissão Repórter que falava de feminismo, e eu fui uma das entrevistadas. Um mês antes do programa ir ao ar, Guilherme foi à Curitiba e abordou Marcelo na rua da sua casa, como pode ser visto no programa. Na mesma noite em que Marcelo foi abordado na rua, ele descreveu o encontro no seu chan. Ninguém além dele, de Guilherme e do cinegrafista sabiam o que tinha acontecido.

Nos últimos dez dias, os misóginos que se autodeclaram “dogoleiros” resolveram atacar qualquer pessoa que se comunique comigo nas redes sociais. A primeira vítima foi C., uma professora universitária em Goiás. Ela se mostrou solidária no Twitter quando eu comentei que estava recebendo telefonemas de misóginos em casa. Este foi o primeiro email de para C., com cópia para o meu email, em 12/11/16:

EI VADIA, SE VOCÊ NÃO RESPONDER ESTE EMAIL COM FOTOS DA SUA BUCETA E DO SEUS PEITOS NOS VAMOS ESTUPRAR VOCÊ NA SAÍDA DO SEU TRABALHO (E VAI SER MUITO GOSTOSO, PORQUE VOCÊ É MUITO GOSTOSA, HUE). JÁ TEMOS TODOS OS SEUS HORÁRIOS.FICA ESPERTA. FOI SE ALIAR COM A JABBA E AGORA VAI PAGAR! AVISA NO SEU TWITTER QUE TODO MUNDO QUE INTERAGIR COM A JABBA VAI PAGAR COM SANGUE!!

C. foi à delegacia e fez BO. Além dessas ameaças, os misóginos fizeram montagens pornôs com o rosto de C. e as enviaram para todos os contatos dela (inclusive colegas na universidade). Também colocaram seu telefone num site de prostituição, o que lhe rendeu inúmeros telefonemas.

A próxima vítima foi L., de Feira de Santana, BA. Ela recebeu a seguinte mensagem, também com cópia para mim:

—–BEGIN PGP SIGNED MESSAGE—–
Hash: SHA512
QUERO DEIXAR APENAS UM AVISO: QUEM INTERAGIR COM A JABBA EM QUALQUER MEIO, SEJA TWITTER, EMAIL OU BLOG, ESTARÁ SUJEITO A SOFRER DOXXING! NÃO É QUESTÃO DE SE, MAS SIM QUESTÃO DE QUANDO!

A., que é doutor pela USP e professor de universidade federal em Curitiba, me enviou ontem, via Twitter, uma mensagem dizendo que iria comprar um livro que estou vendendo, junto a um print de agendamento. Eu retuitei a mensagem. Pouco tempo depois, no Dogolachan, os misóginos já tinham vários dados de A. e sua família. Se os senhores forem rápidos, podem acompanhar o tópico no Dogolachan. Ele foi colocado em outro tópico chamado “epic”.

A. tem uma filha, uma criança, então as mensagens que estão indo pra ele (com cópia para mim) são estas:

—–BEGIN PGP SIGNED MESSAGE—–
Hash: SHA512
VAMOS ESTUPRAR SUA FILHINHA. JÁ SABEMOS ONDE ELA ESTUDA E JÁ TEMOS TODOS OS HORÁRIOS E CRONOGRAMAS COMPLETOS DA ESCOLA!
NÃO ADIANTA FUGIR OU DENUNCIAR PRA POLÍCIA! QUANDO VOCÊ MENOS ESPERAR SUA FILHINHA VAI DESAPARECER E VAMOS NOS DELICIAR COM ELA DURANTE MESES.
QUERO VER A JABBA ESCREVER UM ARTIGO NO BLOG DELA SOBRE COMO ABUSAMOS SEXUALMENTE E TOTURAMOS SUA FILHINHA POR MESES!!

Segue também um print que tirei hoje do Dogolachan, mostrando como eles planejam os emails com ameaças no chan. A. vai à delegacia amanhã registrar BO.
Eu gostaria de saber se este é realmente o cenário do país: criminosos ameaçando mulheres e meninas de morte e estupro, divulgando seus endereços e fotos da fachada de suas casas, sem que as polícias tomem qualquer providência.

Mesmo que o Dogolachan seja anônimo e hospedado em outro país, está na hora de prender Marcelo Valle Silveira Mello, o responsável pelo chan onde essas ameaças são realizadas e encorajadas.

Eu fico pensando se os senhores estão esperando que alguma tragédia aconteça para só então fazer alguma coisa. Cedo ou tarde, um dos misóginos cumprirá a promessa de cometer um atentado em alguma faculdade “esquerdista” ou marcha feminista. Eu recebo ameaças diárias, e a última foi que Marcelo pagou R$ 80 mil a um policial civil em Curitiba para vir até Fortaleza e matar a mim e a meu marido, fazendo parecer um latrocínio. E agora estão ameaçando uma menina.

Isso, para mim, é terrorismo. Suponho que a PF investigue suspeitas de terrorismo, não?

Peço, encarecidamente, para que a Polícia Federal investigue e prenda esses criminosos. Os senhores vão tolerar a violência contra as mulheres até quando?

Atenciosamente,
Dolores (Lola) Aronovich Aguero

O Dr. Fluvio, responsável pela Operação Intolerância em 2012, que prendeu Marcelo e seu comparsa, Emerson Eduardo Rodrigues, respondeu na hora. Disse ser solidário, mas que não está mais na área dos crimes cibernéticos. O responsável atualmente é o Dr. Flávio Setti, que está em licença capacitação. Dr. Pablo também não se manifestou.

Nos dias seguintes, os mascus do Dogolachan seguiram fazendo doxxing com leitoras minhas. Este email foi para E., jornalista de SP, sempre com cópia pra mim, e já vinha “assinado” por Emerson:

EI, VADIA. ESTÁ ACHANDO QUE APENAS PORQUE É JORNALISTA E RIQUINHA PODE SAIR POR AÍ ESPALHANDO DIFAMAÇÕES JUNTO COM A JABBA? VOCÊ VAI PAGAR. VAMOS ESTUPRAR VOCÊ E DEPOIS TE CORTAR EM PEDAÇOS NA FRENTE DO SEU CUCKOLD. ESPERO QUE A JABBA VÁ NO SEU VELÓRIO! VADIA FALANDO MERDA COM FAKE NO TWITTER. ACHA QUE USAR FAKE PROTEGE ELA DE DOXXING, HUE? VADIA DESGRAÇADA, NEM DEUS FOGE DO MEU DOXXING!

Este foi para uma rapaz que, numa rápida troca de tuítes comigo, lamentou o doxing:

DESGRAÇADO. CITOU MEU NOME NO TWITTER? QUEM TE DEU ESSE DIREITO? VOU PAGAR UM NEGRO PRA ESTUPRAR SUA MÃE NA SUA FRENTE, APENAS POR ESSA DIFAMAÇÃO. SUA MÃE VAI SOFRER SEU VIADO DESGRAÇADO.

No dia 22/11, ameaçaram uma jornalista famosa, notadamente de esquerda. Também enviaram cópia pra mim. E por aí vai.

Quase todas as vítimas fizeram BO. Minha sugestão a elas é que fizessem BO citando o chan e Marcelo, o autor do Dogolachan. Fora isso, que não falassem sobre o que estava acontecendo em suas redes sociais, porque mascus se alimentam dessa atenção.

Eu denuncio esses misóginos há muitos anos. Eles vivem disso: de fazer terrorismo na internet, ameaçando mulheres e meninas,criando sites falsos, acusando desafetos de pedofilia e outros crimes. Foi justamente esse chan que Felipe Neto denunciou em setembro (Felipe foi o único que me citou. Eu acho fantástico quando sites de esquerda fazem textos sobre os criminosos da internet e não mencionam que sou o principal alvo há anos).

Marcelo, Emerson, e todos os outros que frequentam chans são de direita. São reaças de carteirinha. Grande parte é neonazista. São declaradamente racistas. Odeiam a esquerda, principalmente os “sjw” (social justice warriors, ou seja, nós ativistas). São eleitores de Bolsonaro. Eles não atacaram Joice por ela ser de direita, mas por ela ser mulher.

Leia também:
5 coisas simples que mulheres evitam fazer por medo de assédio
Professora recebe avalanche de críticas por usar roupas “sexy demais”
Músico debocha de campanha que denúncia assédio contra mulheres
Vídeo revela o assédio contra as mulheres no dia a dia
Mulher vira símbolo após divulgar áudios de assédio no ambiente de trabalho
Jornalista revela como é o assédio sexual no Congresso Nacional

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários