Redação Pragmatismo
Mídia desonesta 23/Nov/2016 às 17:06 COMENTÁRIOS

Programa Roda Viva deixará de usar música de Chico Buarque

Após protestos, TV Cultura deixará de usar música de Chico Buarque na abertura do Roda Viva. Compositor e outros artistas lamentaram tom de bajulação em entrevista de Temer ao programa. Presidente chegou a admitir que sabatina foi uma propaganda pró-governo

roda viva michel temer chico buarque
Entrevista de Temer no Roda Viva foi considerada um desserviço ao jornalismo e reforça a tese de que a grande mídia apoia o atual governo

A TV Cultura deixará de usar a música Roda viva, do compositor Chico Buarque, na abertura do programa que leva o mesmo nome.

A música de Buarque será substituída já no próximo programa, na segunda-feira (28), mas a TV ainda não divulgou qual será a nova trilha de abertura.

Na última semana, artistas e intelectuais exigiram não somente que a música ‘Roda Viva’ deixasse de tocar na abertura do programa, mas que o nome da atração também fosse alterado.

Os protestos começaram após a entrevista do presidente Michel Temer no programa. A sabatina teve tom de bajulação e companheirismo e várias perguntas importantes deixaram de ser feitas. O próprio Chico Buarque também revelou desconforto com o episódio.

Os escalados que entrevistaram Temer ocupam cargos de chefia e de destaque nos grandes veículos de comunicação, como O Globo, Folha de S. Paulo e Estadão — o que corrobora com a tese de que a mídia hegemônica apoia o atual governo. O presidente da TV Cultura também estava presente.

Em vídeo publicado depois da entrevista, Michel Temer chegou a agradecer ao Roda Viva pela ‘propaganda gratuita’ que fizera do seu governo.

Oficialmente, a assessoria de imprensa da Cultura afirma que o motivo da mudança está relacionada aos 30 anos do programa – e não a uma possível insatisfação de Buarque com a condução do mesmo. ⁠⁠⁠

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários