Redação Pragmatismo
Governo 04/Nov/2016 às 15:02 COMENTÁRIOS

EBC voltará a comprar conteúdo da TV Globo com dinheiro público

Com aliado de Eduardo Cunha na presidência, EBC (Empresa Brasil de Comunicação) decidiu comprar conteúdo da TV Globo com recursos públicos, retomando uma política abandonada nas gestões de Lula e Dilma

EBC conteúdo globo dinheiro público

Luis Nassif, Jornal GGN

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) decidiu comprar conteúdo da TV Globo, “retomando uma política abandonada na gestão petista“, diz coluna do Estadão desta sexta-feira (4). A justificativa é que a programação é mais barata e de qualidade.

A iniciativa ocorre alguns meses após Laerte Rímoli, um aliado de Eduardo Cunha que preside a EBC, revogar contratos de troca de conteúdo entre a empresa e emissora de caráter educativo, como a TVT.

Rimoli, que já trabalhou na Rede Globo e foi chefe da mulher de Cunha, Cláudia Cruz, esteve no Rio de Janeiro para encontro na emissora, acrescentou o Estadão. A ideia de comprar com os recursos públicos da EBC conteúdo da Globo está inserida no contexto de desmontar a empresa de comunicação pública, plano que o governo Temer assume abertamente.

Leia também:
O que explica o silêncio da grande mídia sobre a PEC do Teto e as ocupações?
Governo fala em ‘cortes’ mas aumenta gastos com publicidade na mídia corporativa
Mídia brasileira aciona Justiça para tirar do ar sites estrangeiros
Rede Globo usa novela para atacar regulamentação da mídia no Brasil
Faustão volta atrás em crítica a Michel Temer

O ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, já falou sobre o assunto algumas vezes, inclusive em jornal impresso do grupo Globo. Ele já propôs a extinção da EBC, alegando que a empresa se transformou num “cabide de empregos” e “foco de militância“.

Para o governo Temer, o ideal seria, no mínimo, demitir todos os cargos comissionados da EBC e enxugar a empresa para que ela só cubra, de maneira rasa, as agendas de Michel Temer. Qualquer coisa fora disso, dizem, é “autopromoção” descabida, pois o Planalto já investe em publicidade de outras formas.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários