Redação Pragmatismo
Direita 17/Dec/2014 às 14:00 COMENTÁRIOS

Professor de Oxford traça perfil da “nova direita” no Brasil

direita politica brasil facismo
Perfil da “nova direita” no Brasil (Imagem: Pragmatismo Político)

Faixas “Fora, Dilma” e “Fora, comunistas” em meio a gritos de “Somos coxinhas”. Assim, cerca de 500 manifestantes pediram o impeachment da presidente Dilma Rousseff no fim de semana passado, em São Paulo.

As manifestações de grupos de direita e esquerda têm se intensificado no país desde as eleições presidenciais. Em novembro, o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) fez uma marcha na Avenida Paulista contra o ato de eleitores anti-PT descontentes com o resultado das urnas.

Mesmo diante da divisão política expressada nas ruas, especialistas argumentam que o Brasil não vive uma polarização nos moldes de Estados Unidos e Venezuela. A divisão, afirmam, é apenas passageira.

O país vive, na verdade, uma ressaca política depois de uma eleição muito apertada. As pessoas estão usando a palavra ‘polarização’ de uma maneira bastante equivocada”, avalia Timothy Power, diretor do Programa de Estudos Brasileiros da Universidade de Oxford.

Para o filósofo Paulo Eduardo Arantes, professor aposentado da USP, a disputa entre PT e PSDB foi apenas eleitoral e não representa uma divisão profunda da sociedade.

A polarização da campanha, o ‘nós’ contra ‘eles’, era muito rasa. Com o tempo isso vai desaparecer com as composições que serão feitas no governo”, explica ele, citando a nomeação da senadora Kátia Abreu (PMDB), ligada ao agronegócio, para o Ministério da Agricultura.

Para Power, o descontentamento de uma pequena parte da população se concentra na escolha para presidente, por causa dos programas sociais criados pelos governos petistas desde 2002.

Para outros pleitos, como governos estaduais e prefeituras, o Brasil não apresenta um quadro tão polarizado”, diz o brasilianista.

Nos Estados Unidos, a bipolarização partidária permeia todos os níveis da esfera política, dos estados ao Congresso, com eleições permanentemente apertadas. Apesar de no Brasil a eleição presidencial ser majoritária, o Congresso Nacional apresenta, segundo Power, uma fragmentação muito grande.

As pessoas que estão protestando contra o PT nas ruas devem perceber que a representação do partido no Congresso é hoje menor do que em 2002″, avalia. “O avanço da legenda no Brasil é um fenômeno presidencial. Não tem muito a ver com outras esferas de governo.”

“Nova direita”

Arantes acredita que há uma polarização assimétrica entre uma “nova direita”, surgida após as manifestações de junho de 2013, e a “esquerda oficial”. “Nos protestos, apareceu uma direita social e insurgente, que foi para as ruas em grande número para se contrapor ao status quo de um ponto de vista conservador”, analisa.

O filósofo argumenta que já existia no Brasil uma “direita residual”, que tende a propor intervenções militares. Enquanto este é um segmento minoritário, a “nova direita” tem um maior apelo popular.

Para ele, a assimetria se deve a uma radicalização da direita, que, no entanto, não foi acompanhada pela esquerda. “Uma polarização supõe dois termos antagônicos e extremos, só que um dos polos está em falta. A esquerda institucional, de governo no Brasil, é muito moderada, muito propensa à negociação”, aponta.

Arantes alerta que esse segmento não busca fazer alianças para compor maiorias, mas visa unicamente dificultar o governo do PT. “No Brasil, Jair Bolsonaro [deputado federal], por exemplo, não têm a pretensão de criar um governo de coalizão”, diz. “O Brasil se aproxima do que acontece nos EUA, em que a direita existe para impedir o Obama de governar.”

As redes sociais são o principal instrumento de mobilização desses grupos, segundo Power. Para o professor da Universidade de Oxford, os manifestantes que pedem o impeachment de Dilma se aproveitam da atenção midiática no período de ressaca pós-eleições. O grupo é minoritário e tem uma posição política que não é compartilhada pelos grandes partidos de oposição.

Pedir impeachment é pura fantasia. Esse não é o mesmo cenário de 1992, quando as alegações contra Fernando Collor eram muito fortes e ele tinha pouquíssimo apoio do Congresso”, considera.

Os protestos recentes representam um movimento anti-PT, “até antissistêmico, de certa forma”, diz Power. Ele avalia que a facilidade de mobilização pelas redes sociais ajuda os pequenos movimentos de direita, que nunca tiveram muita penetração na sociedade. “Isso é assimétrico em relação à esquerda, que sempre teve boa capacidade de mobilização popular nos sindicatos e movimentos sociais.”

Power acredita que a internet “equilibra o jogo”, mas de uma maneira superficial. “Hoje, a direita acha que uma conta no Twitter vale mais do que uma CUT, por exemplo, mas não é exatamente assim. Atrás do poder de mobilização das redes sociais, a direita não conta com movimentos organizados”, afirma.

Karina Gomes e Marina Estarque, DW

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Alessandro Postado em 18/Dec/2014 às 02:03

    Nova direita ou novos babacas puxados pelo otario maior chamado aécio neves? que conseguiu tomar duas surras seguidas em minas...como tem trouxa que consegue acreditar neste cidadão??? provavelmente não é mineiro e qualquer porcaria que aparece acreditam kkk

    • João Postado em 22/Dec/2014 às 19:14

      É meu caro, tem muito trouxa que acredita no playboy mineiro e que se julga bastante culto e politizado. Pra piorar, esses mesmos trouxas que clamavam por mudanças reelegeram o sujeito que esta levando à falência instituições renomadas como a USP, a Unicamp, a Santa Casa e agora até recursos naturais, como a nossa água..rsrsr

  2. Rocken Postado em 18/Dec/2014 às 02:32

    é bom que o PP traga traga texto de estrangeiros sobre a politica, enquanto eu leio eu dou risada da nossa direita que acha que o PT é muito radical. Talvez seja por esses absurdos que a nossa direita é desorganizada, é porque quem é inteligente e de direita tem repulsa da politica porque de um lado não se identifica e do outro só vê demente que aceita oque os colunistas da veja falam

  3. Thiago Teixeira Postado em 18/Dec/2014 às 07:19

    Nova Direita ou Novos Babacas? Alessandro tirou as palavras da minha boca!

    • eu daqui Postado em 18/Dec/2014 às 11:37

      Não são babacas, não cara ! São espertos e perigosos por demais. Não podemos subestimar quem pede regime totalitário como solução: essa gente não tem a menor noção de escrúpulo. Não podemos minimizar os riscos que eles represnetam para toda a civilização.

  4. poliana Postado em 18/Dec/2014 às 09:31

    Thiago, ri alto imaginando os 500 filhinhos de papai em plena paulista gritando: "somos coxinhas, somos coxinhas". Eles devem ter muito orgulho desse belo titulo hein? Rs. E qdo o prof. Afirma q pra direita, uma conta no twitter vale mais do q uma cut?! Kkkkkkkkkk...cara, o perfil dessa "nova direita" é hilário! Kkkkk

    • eu daqui Postado em 18/Dec/2014 às 11:35

      E quem é que tem "belo título" no Brasil? Por acaso é bolsista, banditista, parasita, mensaleiro, extremista, vingancista e outros que são os "belos títulos" que conferem orgulho?

      • poliana Postado em 18/Dec/2014 às 16:46

        Bolsista, parasitas na concepção da direita raivosa e amargurada q n aceita as políticas publicas voltadas pra população carente, no intuito de amenizar as desigualdades sociais e econômicas colossais e historicas q existem nesse país! Comparar tais pessoas e critica-las por receberem benefícios do gov eh o grande hobby dessas msmas pessoinhas q foram pra av. Paulista protestar contra o gov dilma. E pelo visto, tb de muita gente arrogante e antipatica q frequenta o pp e se acha o dono da razão...

      • eu daqui Postado em 19/Dec/2014 às 12:06

        Mas esses golpistas apoiadores de duas décadas de crime político que foi o regime militar foram as ruas pretextados pela "fúria dos movimentos sociais". A pseudoesquerda brazuca esperava que extremismo gerasse o que? Tolerância? Pois então continuem dando bastante pretexto que eu daqui de minha parte há muito deixei de ser petista pra continuar esquerdista.

      • poliana Postado em 20/Dec/2014 às 10:01

        Extremista eh o estado islâmico. Esse grupinho eh formado apenas por coxinhas filhinhos de papai q por n aceitarem a derrota nas urnas,acharam por bem fazer mal criação nas ruas de sp. Apenas rebeldinhos sem causa, ativistas de facebook. Aposto q dpois desse pekeno happy hour, foram ao shopping fazer compras e tirar selfies com os amiguinhos. De extremistas essas crianças n tem nada! Apenas coxinhas birrentinhos (perdão pela redundância) q n gostam e n aceitam perder. Fala pra eles q nem tudo na vida pode ser do jeito q a gente quer. Aceitar as derrotas fazem parte da vida de qq indivíduo.

  5. Walter Postado em 18/Dec/2014 às 12:09

    Nova direita não passa se uma burguesia falida onde viviam da teta pública via cargos dos diversos governos que então passou até 2002.

  6. Onda Vermelha Postado em 18/Dec/2014 às 17:09

    O Boçal-Naro como oposição é mesmo uma piada pronta! Faça a sua parte você também! É rápido, fácil e não dói! Assine a petição para tirar esse RETARDADO do Bolsonaro de circulação! Xô! Chega! Basta! https://secure.avaaz.org/po/petition/Conselho_de_Etica_da_Camara_dos_Deputados_Cassacao_do_Deputado_Jair_Bolsonaro_PPRJ/?sKBXieb

    • Thiago Teixeira Postado em 19/Dec/2014 às 10:25

      Já assinei!!!!!!

  7. Carlos Augusto Postado em 19/Dec/2014 às 01:20

    A direita não contam com movimentos organizados porque trabalham.

    • Celio Bernstein Postado em 19/Dec/2014 às 02:12

      A direita não conta com movimentos organizados porque nunca precisou.

    • poliana Postado em 19/Dec/2014 às 15:52

      Ah taaa, claro, deve ser por isso msmo! Kkkkkkkkk

  8. Celio Bernstein Postado em 19/Dec/2014 às 02:25

    É por causa desta nova direita que o PT sempre ganha as eleições presidenciais.

  9. Felipe Peters Berchielli Postado em 19/Dec/2014 às 10:59

    A direita extrema é perigosa em todos os países,ha alguns anos um maluco extremisita na Noruega matou 70 pessoas em nome do "combate ao marxismo cultural",nos EUA existem os chamados "sovereign citizens"(Cidadãos soberanos) que é um grupo que não reconhece nenhuma lei a não ser a sua são considerados a maior ameaça de terrorismo doméstico por lá,isso sem contar no KKK e outros grupos radicais,racistas,facistas,conspiracionistas e armados. Se não abrir bem o olho essa gente importa isso para o Brasil,ja começou com aquele Revoltados Online e coisas de tipo.

  10. Salomon Postado em 19/Dec/2014 às 23:34

    Quer saber, a argumentação infantil dessa nova direita não convence ninguém e é tudo o que a esquerda precisa.

    • poliana Postado em 20/Dec/2014 às 10:14

      Exatamente salomon! Eh por isso q perderam a 4* eleição consevutiva e vão perder por mais duas...ô gentinha fracassada!

      • poliana Postado em 20/Dec/2014 às 15:22

        Consecutiva*

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 20/Dec/2014 às 12:12

      Pelo contrário,vejo muita gente convencida por esse papo furado.

  11. Roberto Pedroso Postado em 20/Dec/2014 às 12:14

    Não me opondo ao resultado dos estudos feitos por esse professor em absoluto, mas o que qualquer cidadão minimamente atento que já tenha passado por mais de três eleições em nosso País pode constatar é que em períodos de grande mobilização popular todos os problemas não resolvidos em nossa sociedade acabam por vir á tona pois existe ainda muito rancor social que só precisa de um pretexto para eclodirem revelando assim a polarização existente desde sempre em nossa sociedade, mas o que mais me deixa desalentado e perplexo é a presença de jovens em manifestações absurdas empunhando cartazes pedindo o retorno de algo que eles não tem ideia do que foi, jovens esses que não passaram nem sequer por três eleições ao executivo na condição de eleitores e já se mostram enfadados com a prática cidadã da democracia. Onde nós enquanto sociedade estamos errando na formação desses jovens que se mostram mal formados intelectualmente e mal informados,desconhecem a historia do próprio País. Eles não sabem que em um regime de exceção escândalos de corrupção não são revelados devido ao cerceamento da imprensa e que a democracia convive com a crise e supera-las é o meio pelo qual a democracia se fortalece,conceitos básicos que parte desses jovens desconhecem.

  12. Bertone Sousa Postado em 21/Dec/2014 às 14:13

    Discordo do filósofo da USP quando fala que é apenas uma pequena parcela da sociedade; há um grande número de pessoas que não compreendem a importância das políticas sociais nos últimos anos e atribuem ao PT tudo o que consideram como mal na sociedade brasileira. A partir disso adentram em um tipo de pensamento binário, neutralizando sua própria capacidade de fazer análises de caso ou de pensar historicamente. O problema dessas pessoas é essencialmente cognitivo e isso as deixa facilmente sugestionáveis a esse extremismo de direita. https://bertonesousa.wordpress.com/

    • Fábio Postado em 03/Mar/2015 às 09:49

      Na verdade vejo que boa parte da "revolta" no Brasil é o efeito manada... vou contar um causo... eu gosto de ir a camara municipal da minha cidade. E fazer experimentos. se tem um vereador falando sobre onibus basta gritar "ah mas ele só anda de carro com ar condicionado" que a plateia começa, numa onda, a avacalhar o discurso do cara e vira uma gritaria. Quase tudo é assim. o grosso das pessoas está parada numa boa e se a gente incita inicia um efeito em onda, impensado, irrefletido.

  13. Lucas Postado em 22/Dec/2014 às 17:53

    A direita brasileira não tem o cacoete de protestar. Vide 2013. O Gigante Acordou.

  14. enganado Postado em 29/Dec/2014 às 12:41

    Não acredito em nova Direita. Acredito que tenha muita gente na Direita que não sabe o mal que estão fazendo ao BRASIL. A Direita agora mostrou suas garras, ou seja, As Garras da Águia dos EUA que viveram nas sombras da tal Direita Tupiniquim daqui, que as auxiliava a dar golpes, promover mentiras com fizeram contra o (NACIONALISTA) Getúlio Vargas, Juscelino, Gustavo Barroso (soldado sem farda) obrigatoriamente escondido pela mídia anglo-sionista que governa o GAFE+rede bunderantes. Cabe ressaltar também os banqueiros pseudo-brasileiros que contribuiram com sua grana contra nossa Pátria. Assim tudo que era considerado NACIONALISTA eram por eles travestidos de COMUNISTAS, como hoje nos chamam de Bolivarianos, com muita honra porque não tenho rabo preso com dinheiro roubado pela Direita desde 1500 até 2002. Então hoje pagos pela corja de banqueiros e imprensa-empresa-press_tituta-ANGLO SIONISTA (no BRASIL leia-se GAFE+rede bunderantes) instalada nos EUA sob a batuta da AIPAC, compram=subornam=chantageiam os otários brasileiros a apoiarem os FHC`s/Aébrio`s/PSDB/DEM/PF_DB/STF_DB/... assim a coisa vai. A ficha dessa gente não cai, mas enquanto isso o Nióbio vai embora, as contas no exterior dos FHC`s/Aébrio`s/PSDB/DEM/PF_DB/STF_DB/... sobem a cada dia mais as custas das riquezas da Pátria. Olhem! Isto com apoio dos generais brasileiros que sabem de tudo e tem medo de encarar os EUA. Por essas e outras que o Sr. Putin que resolveu acabar com o DÓLAR/FMI/Bco. Mundial é taxado de doido/... etc, todos os adjetivos maliciosos porque não reza na Cartilha dessa Vagabundagem Internacional da tal Direita, que já ocasionou Iraq/Gaza/Cisjordânia/Afganistão/Síria/Sérvia-Kosovo .... . Então Direita no BRASIL, nada de novo, os mesmos velhacos continuam dando as ordens só que com roupa diferente. BRASIL até morrer!