Redação Pragmatismo
Copa do Mundo 26/Mai/2014 às 18:37 COMENTÁRIOS
Copa do Mundo

"Ronaldo não fala sozinho", diz Aécio

Publicado em 26 Mai, 2014 às 18h37

Aécio Neves sai em defesa de Ronaldo, mas afirma que ainda não conversou com o ex-jogador sobre uma eventual participação dele na campanha presidencial

ronaldo aécio neves
Ronaldo e Aécio Neves (Reprodução)

O pré-candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, disse nesta segunda-feira que o ex-atacante da seleção brasileira Ronaldo “não fala sozinho” quando se declara envergonhado com os atrasos nos preparativos para a Copa do Mundo, que começa no dia 12 de junho.

Após reunião com o governador de São Paulo, o também tucano Geraldo Alckmin, no Palácio dos Bandeirantes, Aécio disse que o sentimento de Ronaldo, expresso em entrevista à Reuters na última sexta-feira, é partilhado por outros brasileiros.

Leia também: Juca Kfouri: Ronaldo faz campanha para Aécio

“O Ronaldo, na verdade, externou um sentimento com sinceridade, dele, pessoal, não político, fez isso de forma muito clara, como cidadão. E eu acho que ele não fala sozinho”, disse o senador a jornalistas, acrescentando que ainda não conversou com o ex-jogador sobre uma eventual participação dele na campanha.

Ronaldo, que é amigo pessoal de Aécio e membro do Comitê Organizador Local da Copa (COL), declarou apoio ao tucano na disputa presidencial de outubro deste ano, quando Aécio terá como principais adversários a presidente Dilma Rousseff, que busca a reeleição, e Eduardo Campos, do PSB.

Aécio disse que sua conversa com Alckmin foi “sobre o Brasil”, embora tenha reconhecido que tratou do cenário eleitoral com o governador paulista. Um dos temas da pauta foi a discussão de possíveis nomes para compor sua chapa como candidato a vice-presidente.

O presidenciável do PSDB disse ainda que espera fechar na próxima semana o apoio do nanico PMN à sua candidatura, assim como a aliança com outras legendas sem, no entanto, citar quais.

“As conversas (com o PMN) estão muito bem encaminhadas e, provavelmente, na semana que vem nós teremos não somente este anúncio, que é extremamente relevante, mas também o anúncio de outras parcerias com outros partidos que ajudarão a dar capilaridade à nossa candidatura”, disse.

Reuters

COMENTÁRIOS