Redação Pragmatismo
Barbárie 01/Nov/2013 às 11:00 COMENTÁRIOS
Barbárie

Bebê criado em porta-malas estava desnutrido e febril

Publicado em 01 Nov, 2013 às 11h00

Caso de bebê que era mantido em porta-malas de carro choca França. Mecânico que encontrou a criança ouviu "barulhos estranhos, como gemidos" vindos do carro. Pais podem ser condenados a 10 anos de prisão

bebê porta malas frança
Os pais são levados sob custódia nesta segunda-feira (28) em Brive-la-Gaillarde (Foto: AFP)

A França ficou em choque nesta semana depois que veio a público a história de uma menina desnutrida e desidratada que tinha sido mantida no porta-malas de um carro aparentemente desde o seu nascimento.

O bebê, que tem entre 15 e 23 meses, foi encontrado pelos mecânicos na sexta-feira, quando sua mãe levou o carro para uma garagem de Terrasson, na região central da França.

A polícia disse que um dos mecânicos ouviu “barulhos estranhos, como gemidos” vindos do porta-malas de um carro, que, quando aberto, revelou a menina, nua, deitada em seu próprio excremento, desidratada e febril.

O bebê foi levado para um hospital, onde os médicos disseram que ele estava sofrendo de atraso de crescimento e problemas mentais.

[listaposts tipo=”relacionadosportags” titulo=”Leia também” total=”5″ posicao=”direita”]

“A menina aparentemente estava escondida desde o nascimento, e o mais sério é que ela sofre de atrasos significativos em seu desenvolvimento”, disse o promotor local, Jean-Pierre Laffite. A situação é “inacreditável”, afirmou.

A mãe da menina, de 45 anos, e o seu companheiro, de 40 anos, foram presos no domingo, acusados pelos crimes de abuso infantil e exposição de menor ao perigo.

Os dois podem ser condenados a até 10 anos de prisão.

A mãe disse à polícia que tinha dado à luz escondido e mantinha a existência do bebê em segredo para todos, incluindo o seu companheiro, o pai da menina.

O casal tem outros três filhos – uma menina de quatro anos e dois meninos de nove e dez anos -, que foram entregues aos serviços sociais após a detenção dos seus pais.

O casal é de origem portuguesa e estão ambos desempregados.

O mecânico que encontrou a menina, Guillaume Iguacel, disse que ainda estava se recuperando da descoberta.

“Ainda estou tendo problemas para dormir. Ver aquela menina deitada em suas fezes, sem ser capaz de sequer manter a cabeça erguida, branca como uma folha foi uma visão horrível”, afirmou.

Iguacel informou que a mãe da menina parecia ter pouca preocupação com a filha.

“Ficamos profundamente chocados porque ela não achou isso anormal. Nós mandamos que ela tirasse a menina do carro e desse algo para ela beber imediatamente”, contou.

(Atualização – Melhora estado de saúde de bebê)

Melhorou o estado de saúde do bebê encontrado na última semana no porta-malas de um carro em Corrèze, região sudoeste da França. Mas só nos próximos dias sairão os resultados dos exames médicos e psicológicos para estabelecer o real estado do bebê.

A menina, que tem supostamente entre 15 e 23 meses, continua internada na pediatria de um hospital local e a prioridade das equipes médicas é de garantir uma alimentação adequada e conforto para a criança.

AFP e RFI

Recomendações

COMENTÁRIOS