Luis Soares
Colunista
América Latina 06/Mar/2013 às 09:43 COMENTÁRIOS
América Latina

Michael Moore, Sean Penn e Oliver Stone homenageiam Chávez

Luis Soares Luis Soares
Publicado em 06 Mar, 2013 às 09h43

Nomes do cinema e da música lamentam morte de presidente venezuelano. Chávez foi homenageado por Oliver Stone, Michael Moore e Sean Penn, além de René Pérez

A morte nesta terça-feira (05/03) de Hugo Chávez sensibilizou importantes nomes da indústria cinematográfica norte-americana que não escondem suas posições progressistas, como o diretor Oliver Stone e o ator Sean Penn.

sean penn morte chávez

Morte de Chávez: ator Sean Penn afirmou que perdeu um amigo.

“Em luto por um grande herói para a maioria de seu povo e para aqueles que lutam ao redor do mundo por um lugar [melhor]”, escreveu em sua conta no microblog Twitter o diretor de filmes como “Scarface”, “Platoon”, “Wall Street” e “Assassinos por Natureza”.

“Odiado pelas classes mais abastadas, Hugo Chávez viverá para sempre na história. Meu amigo, descanse em paz” , escreveu, lembrando de sua amizade e admiração pelo líder venezuelano, a quem entrevistou para escrever o documentário “Ao Sul da Fronteira”, sobre os governos progressistas da América do Sul – e ainda recomendou um link do filme.

O polêmico diretor Michael Moore, principal crítico no cinema das políticas do ex-presidente dos EUA, George W. Bush, também comentou o falecimento, dizendo que “54 países ao redor do mundo permitiram que os EUA detivessem (e torturassem) suspeitos. Na América Latina, graças a Chávez, isso não ocorreu”. Moore se refere a recente documento que revela dados de países que autorizaram operações ilegais dos EUA em seu território para interrogar e deportar ilegalmente suspeitos de ligação com a rede terrorista Al Qaeda.

Leia também

“Antes de nos incentivarem à entrar na guerra do Iraque, a mídia norte-americana estava ocupada torcendo para a queda de Chávez”, alfinetou o diretor.

Já o ator Sean Penn afirmou que perdeu um amigo: “”Hoje o povo dos Estados Unidos perdeu um amigo que jamais soube que teve. E os pobres ao redor do mundo perderam um de seus campeões”, disse ele ao Hollywood Reporter. “Perdi um amigo que fui abençoado por ter. Meus pensamentos estão com a família do presidente Chávez e o povo da Venezuela”.

michael morre chávez

O famoso cineasta norte-americano Michael Moore também lamentou a morte de Hugo Chávez

Ele também deu forças ao vice-presidente Nicolás Maduro: “A Venezuela e sua revolução irão se fortalecer sobre a já comprovada liderança do vice-presidente Maduro”, acrescentou o ator.

Outro que lamentou a perda foi o porto-riquenho René Pérez, líder do grupo musical Calle 13, que escreveu no Twitter: “Meus mais sinceros e profundos pêsames a María Gabriela (filha de Chávez) e a toda sua família. As ideias nunca morrem. Até sempre, Hugo”.

Opera Mundi

Recomendações

COMENTÁRIOS