Pragmatismo Político (P)
Religião 13/Mar/2013 às 12:07 COMENTÁRIOS
Religião

Jesuscracia: PSC e PRB negam responsabilidade por cartaz

Pragmatismo Político (P) Pragmatismo Político (P)
Publicado em 13 Mar, 2013 às 12h07

Partidos negam responsabilidade por cartaz que pede ‘jesuscracia’ no Brasil. Logotipos de PSC e PRB aparecem no banner que circula pela internet pedindo aos eleitores que votem apenas em candidatos religiosos para que o país possa escrever uma ‘Constituição Cristã’

O Partido Social Cristão (PSC) e o Partido Republicano Brasileiro (PRB) negaram hoje (13), em entrevista à RBA, responsabilidade por um cartaz que está circulando pelas redes sociais em comemoração à eleição do pastor Marco Feliciano (PSC-SP) como presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara – que a peça publicitária considera uma “vitória de Deus”.

jesuscracia banner psc prb

Partidos negam responsabilidade por cartaz que pede ‘jesuscracia’ no Brasil (Foto: Reprodução)

O banner começa com a expressão “Vencemos!” e continua dizendo que, apesar do “êxito” obtido na última semana, a “luta por um Brasil de Deus está longe de acabar”. Por isso, recomenda aos leitores que nas próximas eleições votem apenas em candidatos cristãos. “Com maioria no legislativo, vamos ungir o Brasil em nome do senhor e convocar uma Assembleia Constituinte para dar ao Brasil uma Constituição Cristã”, propõe. “Não esqueça que deus vigia teu voto. Vamos transformar o Brasil em uma jesuscracia.”

Procurada, a chefia de comunicação do PSC já estava a par da situação e afirmou que não se trata de uma peça do partido – pelo menos não oficialmente. “Nem sei o que o logotipo do PSC está fazendo ali.” Por outro lado, a coordenadora de redes sociais do PRB afirmou sequer conhecer o banner.

E espantou-se ao ver a “assinatura” do partido endossando o comunicado. Além de PRB e PSC, a peça traz ainda, como apoiadores, as marcas da Igreja Universal do Reino de Deus, Assembleia de Deus, Ingreja Internacional da Graça de Deus e Igreja Mundial do Poder de Deus.

Leia também

Está marcada para as 14h de hoje a primeira sessão da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, presidida pelo deputado Pastor Marco Feliciano. Por requerimento do parlamentar, o grupo deverá discutir a situação dos moradores de rua, violência e exploração sexual contra crianças e adolescentes, inclusão no mercado de trabalho sem qualquer tipo de preconceito e um pedido à embaixada do Brasil na Bolívia para que interceda em defesa dos torcedores brasileiros detidos no país.

Rede Brasil Atual

Recomendações

COMENTÁRIOS