Pragmatismo Político (P)
Política 31/Ago/2011 às 15:39 COMENTÁRIOS
Política

Governo britânico condena menina de 11 anos pelos distúrbios em Londres

Pragmatismo Político (P) Pragmatismo Político (P)
Publicado em 31 Ago, 2011 às 15h39
Garota teria roubado um cesto de lixo. Ao ler a sentença, juíz afirmou se tratar de um incidente muito grave
Uma menina de 11 anos foi condenada nesta quarta-feira (31/08) a 18
meses de reabilitação em um centro para menores por roubar um cesto de
lixo
durante os recentes distúrbios em Londres, tornando-se o mais jovem
dos processados por estes incidentes.

A criança, que não pôde ser identificada por razões legais, roubou,
em 8 de agosto, um cesto de lixo avaliado em 56 euros de uma loja de
departamento localizada em Romford, ao norte de Londres. 

Durante o incidente, um grupo de homens quebrou as vitrines da loja
causando um dano estimado em 6,7 mil euros, e um policial viu nesse
momento a menina aproveitar a ocasião
para furtar o cesto. 
Leia mais:
O dia em que Jô Soares emparedou a Rede Globo

O juiz, ao ler a sentença, assegurou nesta quarta-feira que se
tratava de um incidente muito grave e que se o condenado fosse um adulto
teria sido preso. A menina estava sob supervisão dos serviços sociais
por ter retirado com uma faca, cinco dias antes, a espuma dos assentos
de um ônibus e em seguida ateado fogo.

Após o resultado da condenação, uma organização de proteção à
infância criticou as penas dos tribunais aos menores por “pequenos
delitos”, classificando-os como “imprudentes”.

“A experiência demonstra que após um ano, a metade dos meninos e
meninas desta idade que são condenados por um tribunal volta a cometer
delitos e, além disso, sua experiência com o sistema judiciário aumenta
as probabilidades de que voltem a delinquir”, explicou Anne Marie
Carrie, responsável desta organização.

Leia mais:
Revolta na Inglaterra: Globo é a pior do mundo, mas BBC também pula no esgoto
Imbecilidade ianque: criança de 5 anos pode ser condenada por assassinato
Repugnante: Soldados sentem prazer espancando crianças iraquianas

Cerca de 1,5 mil pessoas, das quais 22% são menores de 18 anos,
foram processadas pela participação na onda de violência que assolou
várias cidades inglesas entre os dias 6 e 9 de agosto. 


Opera Mundi

COMENTÁRIOS