Ramon Brandão
Colaborador(a)
Compartilhar
Mulheres violadas 26/May/2016 às 19:32
87
Comentários

Mulher, dezessete anos e estuprada por trinta e três homens

Tão inacreditável quanto o número de estupradores foi a reação de uma parcela bastante considerável da sociedade, que tanto tentaram justificar quanto se divertiram com essa tragédia. A sociedade que banaliza e trata como piada as agressões ao corpo de uma mulher é uma sociedade doente

estupro machismo cultura mulher violada

por Ramon Brandão*

Mulher, dezessete anos e estuprada por trinta e três homens. Isso mesmo, trinta e três.

Tão inacreditável quanto o número de estupradores foi a reação de uma parcela bastante considerável da sociedade, que tanto tentaram justificar quanto se divertiram com essa tragédia.

O curioso é que, no mesmo dia em que o estupro da jovem carioca veio à público, o novo ministro da educação (Mendonça Filho) recebia ninguém menos que Alexandre Frota (!!!) em seu gabinete para debater propostas para o futuro da educação no Brasil. Alexandre Frota que, durante uma entrevista a um programa de televisão, assumiu publicamente que protagonizou um estupro contra uma mãe-de- santo. A plateia gargalhava como se ouvissem uma baita piada.

Jair Bolsonaro (cada dia mais popular entre as classes mais ricas do Brasil) também já foi protagonista de uma criminosa afirmação. Durante um debate com a deputada federal Maria do Rosário, afirmou: “Jamais iria estuprar você, porque você não merece”. Ora, afirmando que Maria do Rosário não merecia ser estuprada, Bolsonaro deixa claro que existem alguns casos em que a mulher, de fato, merece ser estuprada. O mais inacreditável foi ver centenas de pessoas apoiando-o publicamente, em detrimento da deputada.

É claro que Jair Bolsonaro, Alexandre Frota, os trinta e três estupradores da jovem carioca e tantos outros estupradores que todos os dias surgem no Brasil são acusados e criticados por milhares de pessoas. Mas o que assusta é ver com os próprios olhos as centenas (talvez milhares) de pessoas que também os defendem.

Vivemos em um país onde a própria sociedade garante que o estupro continue a ser um instrumento de poder e de dominação. A sociedade que banaliza e trata como piada as agressões ao corpo de uma mulher é uma sociedade doente. E o Brasil, infelizmente, está doente.

Tão doente que o atual governo forma um ministério de homens e não é obrigado a voltar atrás – como o fez, por exemplo, ao revogar a extinção do ministério da cultura.

Um estupro acontece a cada 11 minutos no Brasil, de acordo com o 9º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, cujos dados mais recentes são de 2014, e casos como o jovem carioca são mais comuns do que imaginamos.

Há um ano da atrocidade registrada em Castelo do Piauí (PI), quando quatro adolescentes foram vítimas de um estupro coletivo e atiradas de um penhasco, um caso parecido voltou a acontecer no Estado.

No mesmo dia em que a jovem da Zona Oeste do rio foi violentada sexualmente por, repito, trinta e três homens, quatro adolescentes e um homem de 18 anos estupraram uma jovem da mesma idade, 17 anos, em Bom Jesus (PI) – cidade de 22.000 habitantes que fica a 644 quilômetros da capital, Teresina. Ela foi encontrada ferida e amordaçada com a própria calcinha em uma obra abandonada depois de, supostamente, beber junto com seus agressores – que ela conhecia, segundo o relato da polícia.

Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), 67% dos casos de violência contra a mulher são cometidos por parentes próximos ou conhecidos da família; 70% das vítimas de estupro são crianças e adolescentes e apenas 10% dos estupros são notificados. A esmagadora maioria dos agressores não são punidos.

Definitivamente, precisamos falar sobre a violência sexual contra as mulheres. Precisamos falar da cultura machista e nós, homens de esquerda, de direita, de centro, cristãos, ateus, negros, brancos e pardos somos inimigos – no mínimo inimigos em potencial – até que sejamos educados para o contrário.

O Brasil, mais uma vez, na contramão

Enquanto algumas ONGs tomam a frente no debate sobre a violência de gênero, o Legislativo brasileiro, mais uma vez, anda para trás. Atualmente, está em tramitação na Câmara dos Deputados um projeto de lei que visa restringir drasticamente o atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) às mulheres vítimas de violência sexual.

O Projeto de Lei 5069/2013 prevê que as vítimas de estupro só poderão receber atendimento hospitalar após a realização de um exame de corpo de delito, realizado pelo Instituto Médico Legal (IML), depois de terem registrado queixa na polícia. Além disso, só considera violência sexual os casos que resultam em danos físicos e psicológicos (atualmente a lei brasileira considera violência sexual qualquer forma de atividade sexual não consentida).

A proposta em trâmite remove do atendimento de saúde os tratamentos preventivos como a pílula do dia seguinte, o coquetel anti-HIV e o fornecimento de informações às vítimas sobre os direitos legais e todos os serviços sanitários disponíveis para ela.

No Brasil, casos de estupros são um dos poucos em que o aborto é permitido por lei. O projeto em questão extingue definitivamente esse direito, com o argumento de que pretende “refrear a prática do aborto, que vem sendo perpetrado sob os auspícios de artimanhas jurídicas, em desrespeito da vontade amplamente majoritária do povo brasileiro”.

Autores do PL 5069/2013:

 Eduardo Cunha – PMDB/RJ
 Isaias Silvestre – PSB/MG
 João Dado – PDT/SP
 Andre Moura – PSC/SE
 Arolde de Oliveira – PSD/RJ
 Padre Ton – PT/RO
 Arnaldo Faria de Sá – PTB/SP
 Aureo – PRTB/RJ
 Lincoln Portela – PR/MG
 João Campos – PSDB/GO
 Roberto de Lucena – PV/SP
 Marcos Rogério – PDT/RO
 José Linhares – PP/CE

*Ramon Brandão é mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e colaborou para Pragmatismo Político

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Cecilia Postado em 27/May/2016 às 09:49

    Pena de morte aos estupradores. Sem conversa.

    • Fenix Postado em 27/May/2016 às 18:04

      Eu sou assim: tenho um ódio enorme e praticamente inevitável tanto por estupradores quanto por traidores. Então um dia comecei a entender que é muito complicado julgar uma pessoa. Fiquei até assustado. É tão complicado este negócio de julgar, que apenas desejamos punir as pessoas conforme seus atos. O resto nada importa.

    • enganado Postado em 30/May/2016 às 01:16

      Cara Cecilia. Por favor dê uma escolha a esses monstros: Enforcar ou CASTRAR. Pode escolher!

      • U Can't Handle The Truth! Postado em 31/May/2016 às 17:36

        Sejam realistas, vocês sabem o que vai acontecer, eles serão detidos e soltos em breve, pelo menos a maior parte, talvez sejam violentados ou mortos na cadeia (por outros criminosos e vagabundos), mas isso não resolve o problema, "vingancinha" não resolve e nunca vai resolver nada; o único jeito de diminuir incidentes como esse, e cortar o mal pela raiz, é uma reestruturação cultural no Brasil, começando pela educação, e aniquilação do tráfico de drogas, favelas só existem por causa da história podre do nosso país, é uma bagunça sem fiscalização.

  2. Denisbaldo Postado em 27/May/2016 às 10:16

    Pergunte aos 33 estupradores em quem eles votaram para presidente em 2014. Essa é uma das consequências dos bombardeios diários de ódio por parte de nossa mídia, políticos, etc. Parabéns trouxinhas, esse é o país que vocês ajudaram a construir. Agora é torcer para não ser atacado pelo seu próprio ódio. Uma coisa eu concordo nisso tudo, destruíram o Brasil, e não foi o PT. Foi a direita e seus "valores".

    • Pereira Postado em 27/May/2016 às 13:26

      Sim, deve ter sido a direita. Deve ser a "direita islâmica" que defende estupro em mulheres "infiéis". Deve ser o "patriarcado cristão". Isso acontece porque os valores que você fala foram completamente debilitados pela esquerda. Os playboys de classe média são educados por pais ateus e cheios da razão. Nas periferias o ensino da moralidade cristã é proibida em nome do "Estado laico" e da pedagogia do oprimido . E depois não querem que atrocidades dessas aconteçam. A sociedade precisa da volta dos valores da moralidade cristã para ontem.

      • Mauro Postado em 28/May/2016 às 16:24

        Não foram os cristãos que perseguiram e queimaram nas fogueiras todos aqueles que contrariavam os dogmas da Igreja, na idade média?

      • Espelho Social Postado em 31/May/2016 às 17:46

        As pessoas passam tempo demais tentando ser donas da razão, isso não tem haver com religião ou partido político, é da natureza humana; mas esse tipo de atitude está fadada ao fracasso, é passado; O Brasil está um lixo, tem países em situação muito pior sim, mas com a quantidade de recursos naturais e o tamanho do nosso país, este poderia ser uma grande potência; mas o egoísmo pelo qual o Brasil foi fundado fala mais alto sempre... O resultado é responsabilidade de todos que vivem aqui, minha, sua, de todos; mas com certeza a responsabilidade maior é a dos grandes cabeças de organizações que dominam o país, e políticos é claro; até porque não importa se você votou no x da esquerda ou no y da direita, o resultado é quase sempre o mesmo. Eles mentem, corrompem e fazem o que querem, e não há forma de se rebelar contra algo assim pacificamente. Não há como combater o mal opressor de forma pacífica, mesmo Gandhi que era um pacifista nato, não pode evitar que o seu povo se rebelasse violentamente contra seus opressores.

    • Pereira Postado em 27/May/2016 às 13:31

      Pronto ! acharam os culpados : Evangélicos

      • Phoenix Postado em 27/May/2016 às 18:07

        Devia desprezar esse comentário mas não consegui. Não passa de um enorme preconceito! E ao meu ver é dos piores que tem!

    • Denisbaldo Postado em 27/May/2016 às 17:22

      Desde quando o verdadeiro cristianismo e a direita tem algo a ver? Em que parte do meu comentário citei a sua legião de fanáticos, que pensam ser discípulos dos ensinamentos de Jesus Cristo??? Vá ler a Bíblia umas 1500 vezes por dia até o resto de sua vida e talvez consiga se livrar dessa seita satânica a qual pertence.

      • eu daqui Postado em 31/May/2016 às 09:47

        Por isso sou do diabo. Enquanto houver teistas com esse desportamento........

    • Andrea Postado em 27/May/2016 às 21:56

      Nossa quanta ignorância!! O que uma coisa tem a ver com a outra? Realmente, faz muito sentindo todos os 33 terem votado na mesma pessoa e que o discurso do ódio da mídia e dos políticos tenham desencadeado um ato desses, ao invés dos exemplos e da educação que esses animais (oops, homens) receberam em casa. É cada PhD que aparece nesses comentários!!

    • Lion Postado em 30/May/2016 às 19:36

      O mundo já era não á mais amor nem compaixão do proximo.

    • eu daqui Postado em 31/May/2016 às 09:46

      Não, denisbobo, isso é fruto do comportamneto de gente como vc que agride quando uma mulher discorda.

    • talita Postado em 31/May/2016 às 17:40

      Meu DEUS, o BRASIL vem decaindo faz tempo,começamos com a cultura acabaram com ela quando muitos adoravam ver as menininhas dançando na boquinha da garrafa,depois veio "um tapinha não doi" muitas mães colocavam suas filhas ainda bebe para dançar e muita gente achava lindo aquilo td,dai entao chegou o funk, sem palavras ate as mães daquelas crianças resolveram fe pra educaçao fazer um quadradinho de 8,e pra educaçao o que sobrou? o pai não pode corrigir o filho, nao pode obriga-lo a ir pra escola., o professor nao pode chamar a atençao, resultado nós mesmo formamos os deliquentes e marginais de hoje,digo nós pq vimos tudo isso acontecer e não fizemos nada,agora é so lamentos......

    • zoeira politica zoeira po Postado em 03/Jun/2016 às 09:44

      parece que ningeum perccebe que o estrupo coletivo dessa menina é cheio de incoerencia por parte dos argumento dela 1: ela disse que esta dopada e mesmo assim diz que mesmo desesperada e sendo estrupada, contou 33 pessoas no recinto 2: depois do suposto estrupo, a menina foi pra casa de taxi e ´so fez a denuncia depois de 4 dias apos o ato, coincidentemente, apos a divulgação dos videos que ela se ve desacordada, o que corrobora a minha tese que uma menina sendo estrupada não vai pensar em contar quantas pessoas havia no recinto. 3:a menina tem amizade com a bandidagem e parece ser fã de sexo sem compromisso, em foto, ela porta armas , inclusive um pistola glock com carregador estensivel, detalhe: nem o exercito tem esssa arma 4:o exame de corpo de delito não indicou sinais de estrupo, e seria pouco provaval que uma mulher sendo estrupado por tanta gente iria sair sem nenhum sequela, a delegada que adovoga a causa feminista diz que depois de 72 horas, qualquer traço de agressão ou sperma desaparecece

  3. LUCIANA Postado em 27/May/2016 às 11:58

    Ela não eh uma MULHER!!! Ela eh uma MENINA de 16 anos!

    • Phoenix Postado em 27/May/2016 às 18:18

      Pra deixar a coisa ainda mais feia, é de menor. Pois é! Mas para os estupradores e até mesmo vários homens que jamais estupraram, 17 anos não muda praticamente nada, visto que hoje em dia tem muita mocinha de 13 anos que já tem uma vida sexual ativa até demais. Fazer o quê? O Brasil é um dos países que mais tem esse problema de menores entrando cedo na vida sexual. Com certeza estamos numa sociedade doente, como escrito lá no topo da página. E aproveito pra dizer que a traição e a falta de cautela em nossos relacionamentos tb nos ajuda a enxergar quão doentes esta sociedade está. E a maioria só coloca a culpa na modernidade. Mas eu aposto que existe muita culpa lá na raiz: a educação precária do país. Há um monte de gente q vira político mentiroso e corrupto (acreditem se quiser, mas esses podem ser até pior do que estupradores, visto q indiretamente são responsáveis por várias mortes e problemas sociais), um monte de gente que mal aprendeu a controlar seus instintos, um monte de gente que adora música de letra medíocre, um monte de gente que adora encher a cara, um monte de gente que adora empinar moto onde não deve, etc.

    • Diogenes Postado em 28/May/2016 às 07:44

      Adolescente de 16 anos.

    • clarice Postado em 28/May/2016 às 16:09

      Favor retratar a reportagem. Ela é UMA MENINA!

  4. Pereira Postado em 27/May/2016 às 13:22

    Depois o Bolsonaro sobe na tribuna e tenta aumentar a pena desses desgraçados com prisão e castração química....e a dona maria do presidiário defende. E quem é o culpado ???? Bolsonaro. Está tudo invertido mesmo.

    • Jéssica Postado em 27/May/2016 às 15:15

      Bolsonaro não luta pela causa. Bolsonaro só quer mídia. Se ele quisesse realmente ajudar já teria feito, diferente disso fica criando ideias polêmicas pra chamar atenção, e defendendo "alguns casos de estupro", ele é a cultura de estupro pura, acha que a mulher teve culpa de tal violência.

    • Phoenix Postado em 27/May/2016 às 18:23

      Castração química! Gostei eim. Não sei se pena de morte é mesmo justo sabe... Eu já pensei que sim. Mas hoje em dia fica uma pulga atrás da orelha, desde q entendi quão complicado é julgar o comportamento das pessoas, e ver por que ou como chegaram neste ponto. É por isso que simplesmente punimos os atos. Mas punir como? Que tipo de punição é a mais correta e justa para estupradores? Gostei da castração. Mas é pouco. Ainda hoje penso que merecem ser torturados. Mas claro, um monte de gente fica contra, e começa a falar de direitos humanos, e que não se pune com mais violência, e blahblahblah. É assim mesmo. Há várias mentes pensando nisso, mentes boas e mentes ruins.

    • Mauro Postado em 28/May/2016 às 16:18

      Que parte deste texto você não entendeu? Jair Bolsonaro (cada dia mais popular entre as classes mais ricas do Brasil) também já foi protagonista de uma criminosa afirmação. Durante um debate com a deputada federal Maria do Rosário, afirmou: “Jamais iria estuprar você, porque você não merece”. Ora, afirmando que Maria do Rosário não merecia ser estuprada, Bolsonaro deixa claro que existem alguns casos em que a mulher, de fato, merece ser estuprada. O mais inacreditável foi ver centenas de pessoas apoiando-o publicamente, em detrimento da deputada.

      • zoeira politica zoeira po Postado em 03/Jun/2016 às 09:55

        jair bolsonaro, jean whilys e maria do rosarios são todos extremistas de lados oposto. jair bolsonaro foi o responsavel por esta propagando idiota de mulheres com cartazes dizendo que elas não merecem ser estrupadas, seria mais logico escrever que ninguem merece ser estrupada, ele deu um desculpa, mas nenhum argumento muda o teor da piada que ele fez. maria do rosario é contra o estrupo desde que esse ato covarde não seja feito por menores de idades, chegou atté defender o chanpinha e outro adolescente que sequestrou e estrupou uma adolescente durante 3 dias antes de mata-la, disse que eles não sabiam que estavam fazendo. maria do rosario tanbem não gosta de piadas de estrupo desde que essas piadas sejam feitas pelo ex-presidente lula, ai pode

  5. Pereira Postado em 27/May/2016 às 13:28

    Disse que não comentaria mais por aqui. Mas diante de tanta ignorância não posso me calar. A ignorância chega a tal ponto, que para a esquerda a solução para estupro é liberar aborto. Pobre infelizes.

    • Deisi Postado em 27/May/2016 às 16:45

      O Pereira antes era coxinha, depois de perceber que virou trouxinha e massa de manobra, ficou com vergonha e virou escondidinho. Essa é a sucessão do velho Pereira, agora só comenta no UOL, lá ele tem livre acesso, tudo a ver.

      • poliana Postado em 27/May/2016 às 17:56

        deise, por falar em "escondidinho", vc percebeu q desde q os grampos bombásticos estouraram, o narinho sumiu???!!! qdo eu digo q ressaca moral é fogo...hahahahahahaha...e tem outros tb q eram bem frequentes aqui q tb sumiram! rsrsrs

      • Felipe Postado em 27/May/2016 às 21:55

        Poliana se as matérias fossem imparciais certamente vc saberia que Dilma e Lula estão envolvidos nas conversas, não há o que comentar por parte de ninguém visto que todos estão envolvidos, mas o papo aqui ainda é atacar oposição e nao atacar o problema de forma geral pois o lado político das pessoas daqui fala mais alto do que a justiça de verdade, sobre o caso de estupro é mais um que vai cair no esquecimento pq as leis desse país só defendem bandidos, a única coisa que realmente é séria aqui é não pagar pensão de resto é tudo piada e lamento muito por saber que dificilmente vai mudar.

      • enganado Postado em 30/May/2016 às 01:29

        Cara Deisi. Responda aos "Trouxinhas" que a DIREITA não tem respeito pelas MULHERES HONESTAS, pois o PROBÍSSIMO, HONESTÍSSIMO, HONRADÍSSIMO, que votou pelo IMPITIM, o sr. P A U L O M A L U F já dizia : ___"""ESTUPRA MAS NÃO MATA"""__ , esta é a pérola da educação da ""Direita"" no BRASIL. Cá pra NOIS: Vc não acha que é um ESTUPRO esse tal de casamento da ""RATAZANA"" com a __""RECATADA DO LAR""__, pois não é um grande ESTUPRO consentido pelos pais da ___"""REACATADA DO LAR""___? Pense nisto! A DIREITA sempre foi imunda, ordinária e crápula com qq coisa referente a MORALIDADE em qq campo Social.

      • Paz Senhores Postado em 31/May/2016 às 18:05

        Concordo com você Felipe, mas como você pode perceber, ninguém nem deu a mínima para o seu comentário, porque as pessoas não querem soluções para os problemas, querem coisas das quais possam falar mal, querem expressar opiniões e sentirem-se superiores; mas a realidade é o que o Sr. disse mesmo, o Brasil da impunidade, é assim que é... Vale comentar que não sou de direita nem de esquerda, sou do meio mesmo, porque em qualquer lado da balança que você fique, tudo se desequilibra; afinal os termos "direita" e "esquerda" são ideias para ilustrar algo conservador e algo liberal (que trás mudança), sendo que o conservador não permite a evolução da sociedade como um todo, estagnação leva ao fracasso, enquanto o liberal (que trás mudança), não trás mudança alguma, apenas ilude com a ideia, e arromba os cofres públicos. Se quiserem seguir um bom partido eu recomendo o Budismo, ou pelo menos uma ideia básica de Sidarta Gautama, sigam o "caminho do meio", o equilíbrio trás resultado, de qualquer outra forma você só estará fazendo um retorno, pela esquerda, ou pela direita, que o levará a chegar no mesmo lugar de onde partiu no início, ou seja, a lugar algum. Fica a dica, de uma pessoa anônima como qualquer outra, que provavelmente nunca mais aparecerá por aqui.

    • Aline Postado em 27/May/2016 às 17:03

      Cala essa tua boca, seu verme imundo. Há dois dias atrás tu defendeu um estuprador confesso por ser "conselheiro no MEC", o escroto do Alexandre Frota. E não me venha com essa tua religião que só serve para justificar as suas ignorâncias e preconceitos, porque se a solução fosse "os valores cristão", nós mulheres não seríamos estupradas a cada 11minutos, em um dos países mais cristãos do mundo. Dobre essa sua língua, ou melhores, esses seus dedos quando vier comentar.

    • Thiago Lopes Postado em 29/May/2016 às 16:59

      O Pereira talvez e seja de direita. Acho que estamos confundindo pelo fato de ele ser muito burro. Mas talvez srja só burrice. Pereira, vai ler um livro.

  6. Mulher. Postado em 27/May/2016 às 14:24

    Estupradores não são seres humanos, são monstros! Sou a favor da pena de morte. Se arrependidos peçam perdão a Deus e que se cumpra a pena de morte e os que não se arrependerem o inferno os espera.

    • Phoenix Postado em 27/May/2016 às 18:33

      Acredite se quiser, mas infelizmente não é tão simples assim. E se todo ser humano tiver algum tipo de monstro dentro de si que fica preso e adormecido, mas que escapa quando se perde o controle? Isto acontece com pessoas que crescem sem a devida educação (crença não garante a salvação nem a libertação de ninguém), que mal aprendem a controlar seus instintos, que caem no vício (bebidas, drogas, sexo, etc). E ainda pode-se acrescentar este problema a um outro: pessoas que por natureza já são mais propensas a se tornarem criminosos, como é o caso de inúmeros psicopatas. Pior: essa gente une! Eu fiquei imaginando se essa moça de 17 anos fosse minha amada namorada, como meu coração ia ficar. Inevitavelmente eu ia querer mandar os desgraçados para o inferno. Mas acho que não existe inferno para mandá-lo para lá. E confesso: tenho tanto ódio por estupradores quanto por traidores e farsantes. É aquela mensagem: "O problema de um ser humano pode não ser problema só dele, mas problema de muitos outros."

  7. DANIEL Postado em 27/May/2016 às 14:26

    moralidade cristã? mas não foram os cristãos que apoiaram a escravidão, não foram os cristãos que apoiavam o genocídios dos índios ? sinceramente não sei que moralidade é essa!

    • Pereira Postado em 27/May/2016 às 17:05

      Não fale o que não sabe. Já no século XV o papa urbano VIII já era um ferrenho defensor da libertação de escravos nas ilhas canárias. Nos EUA a igreja católica foi a instituição que mais lutou pelo direito dos negros de formar família. No Brasil todo o movimento abolicionista veio da igreja. Na Inglaterra, Willian wilberforce, evangélico, lutou pelo fim do tráfico negreiro.

      • Alfa Postado em 29/May/2016 às 01:50

        Urbano VIII no século XV? De fato, o referido soltou um documento contra a escravidão, mas Urbano VIII é um papa do século XVII. É também o papa que condenou Galileu.

    • Pereira Postado em 27/May/2016 às 17:06

      Agora eu quero ver artista global e gênios políticos falar da onda de estupros praticados por imigrantes muçulmanos na europa. Até cartilha de como se vestir já apareceu para as mulheres. Aí é um silêncio sepulcral.

      • DANIEL Postado em 27/May/2016 às 17:39

        não acredito que li isso!

  8. Vinis Postado em 27/May/2016 às 14:53

    E por falar em ignorância, Pereira dá o ar de sua graça por aqui.

    • Deisi Postado em 27/May/2016 às 16:48

      Meu Deus, não consigo encontrar palavras, para comentar tal barbárie, só consigo chorar.

      • Phoenix Postado em 27/May/2016 às 19:58

        Uma vez eu falei para a minha então namorada que este tipo de barbárie (estupro ou sexo em grupo de 20 homens) é um pedacinho do inferno aqui na Terra. E ela riu das minhas palavras... EU não consigo achar graça nem de estupro nem de traição. Acho tudo isso muito horroroso! E também acho horroroso uma pessoa que bebe, bebe, e bebe, bebe... até não ser mais dono do próprio corpo. Diz um velho e bom ditado que "cu de bêbado não tem dono." Agora teve um estupro de 33, que repercutiu. E pode apostar: tem mais estupros assim que acontecem por aí, que ninguém fica sabendo, até porque é muito constrangimento na coitada da vítima. É triste e horroroso. Se eu estiver sóbrio, o mundo já é perigoso para mim. Imagine se estiver bêbado. O melhor que podemos fazer hoje é nos indignar e repudiar. Pelo menos já é alguma coisa. Ia ser ainda pior se ninguém nem se importasse, como se fosse normal.

  9. Eduardo Ribeiro Postado em 27/May/2016 às 15:57

    Olha esse chilique....Pereira sugou todo o ar do mundo com o gabarito de Denisbaldo...tá nitidamente descontrolado, 73 postagens raivosas sobre moralidade cristã para "refutar" (a palavra que dá tesão nesses meninos) o confrade Denis...

  10. José Ferreira Postado em 27/May/2016 às 16:58

    Castração Química para estupradores, Já!!! Homem de verdade não estupra. Se bem que com a peixeira é mais barato para o erário.

    • eu daqui Postado em 31/May/2016 às 09:50

      Quem disse que precisa ter hormonio nas veias pra estuprar? Prova cientifica cabal e irrefutavel por favor.

  11. Aline Postado em 27/May/2016 às 17:10

    E aí PP, porque não libera minha resposta ao Pereira, só idiota da direita tem direito de se manifestar?? Eu enquanto mulher, não tenho o direito de responder esse calhorda?

  12. Reinon Postado em 27/May/2016 às 17:21

    Infelizmente nos últimos 10 anos o Brasil se tornou o recordista mundial de estupros e homicídios ( fonte:ONU )......Um dos motivos é a cultura da impunidade no país, em que por ex, menores estupradores não podem ser presos

  13. Max Postado em 27/May/2016 às 17:35

    Engraçado é que todos os políticos que apoiam a mudança nas leis que se referem ao assédio sexual são homens. Talvez se eles soubessem o que é não poder andar na rua de noite ou não poder tomar umas bebidas em paz sem temer ser estuprado eles teriam uma opinião diferente.

  14. Renato Postado em 27/May/2016 às 19:44

    Pessoal o ato em si " estupro " violência sexual não consentida pela vítima, é crime , isso é fato... Mais se ela estivesse em casa ou em qualquer outro lugar , com outras condutas e amizades isso não teria acontecido... Ela assume o risco no momento em q se submete a ser conivente e participante de ações ilícitas...

  15. Águia Ferida Postado em 27/May/2016 às 19:59

    A frase “Jamais iria estuprar você, porque você não merece” não me fez pensar que ele necessariamente quis dizer que tem mulher que merece ser estuprada. Não interpretei assim porque pra mim isso soou ambíguo. Mas com certeza, da mesma forma que existe muita gente que pensa que existe homem que merece morrer, ou ser espancado, ou ter aquele membro cortado fora... da mesma forma há também gente que pensa que existe mulher que merece ser estuprada. Tem uma coisa no ser humano que se manifesta mesmo com leis, regras, cultura, campanhas, sabedoria, inteligência. É o que chamamos de INSTINTO. Então, se o ser humano é mesmo o pior animal do mundo, como muitos acreditam, imagine como fica a situação num lugar sem a educação e a cultura necessária. Sem dúvida intintos humanos precisam ser controlados o máximo possível. A espécie humana sabe muito bem fazer isto - controlar os instintos humanos - porém não pode garantir nada. Ninguém sente medo, pavor, ódio, rancor, ciúme, amor, excitação, ou seja lá o que for, porque quer sentir, ou por falta de educação ou cultura. Simplesmente acontece. Imagine então o que acontece num ambiente sem o devido controle. Entendo que é preciso, na medida possível, um governo que pense mais nas causas dos "males sexuais", a fim de fazer o possível para melhorar a situação. A carência de educação, de boa cultura, de bons conhecimentos, sem dúvida pode deixar instintos fora de controle em certos cidadãos (ou monstros, como queiram pensar) - gente sem educação, sem boa cultura, sem conhecimento, sem nada. Isto sem falar daqueles que são "doentes" (?) por natureza, como os infames psicopatas. Estes também existem aqui no Brasil, país que também está doente: doente na economia, na educação, na cultura (ne mvou citar as músicas), na saúde, no trânsito, na copa do mundo, nos relacionamentos... sem dúvida. Outra coisa: circula muitos vídeos pornográficos recheados de imoralidade sexual. E eu percebo há um bom tempo que está se tornando comum vídeos de uma só mulher sendo "abusada" por vários homens, e de diferentes faixas etárias. E, levando em consideração que muitas pessoas são facilmente alienadas, o que é que acontece mesmo? Tentem refletir nisto e tirar suas próprias conclusões. Eu particularmente penso que a causa do estupro em grupo é em parte a mesma que levou tanta gente a encarar a traição como algo banal. Obs.: no caso da traição, é óbvio que não estou falando de qualquer traição.

  16. André Lameira Postado em 27/May/2016 às 20:01

    Em situações como essa percebemos nitidamente que uma parcela considerável da sociedade brasileira padece de sérios distúrbios mentais. Um dos aspectos dessa doença é a confusão entre ideologias político-partidárias e elementos básicos da ética humana. Algumas pessoas, assim, pensam que denunciar o estupro como uma barbaridade hedionda é "coisa de esquerdista", quando na verdade é "coisa de ser-humano". Essas figuras que incitam a população à criminalidade, como o Deputado Bolsonaro (incitador da tortura, do estupro e do homicídio), na verdade incitam mais que ao crime: incitam à animalidade. Dessa forma, temos brasileiros que agem como animais (na verdade, em alguns casos, até os animais são mais dignos) porque acham que têm a complacência de seus pares bestializados, ignorando que há pessoas decentes nesse país (que, na minha visão, ainda são a maioria).

    • Pietra Postado em 27/May/2016 às 22:28

      Parabéns pelo comentário, André. Pena que nossas leis são muito fracas para punir essas bestas humanas.É por isso que no Brasil acontece tantos crimes bárbaros.A certeza da impunidade colabora com o aumento de crimes.Depois querem punir pais de famílias que fazem justiça com as próprias mãos...

    • leonardo Postado em 28/May/2016 às 19:36

      Bolsonaro ao contrario da esquerda defende penas mais severas,seu mentiroso!

      • André Lameira Postado em 31/May/2016 às 15:36

        Leonardo, tudo o que faz é fortalecer meus argumentos. Mas, pelo seu próprio bem, sugiro que leia 12 vezes os textos que comenta, assim como Platão recomendava, e que invista um bom tempo em exercitar interpretação de texto. Te fará bem. Um abraço.

  17. Lopes Postado em 28/May/2016 às 00:20

    Bom.... o rapaz que filmou e divulgou o vídeo será assassinado pelos comparsas. Resta saber o que fazer com os outros 32 meliantes.

    • leonardo Postado em 28/May/2016 às 19:38

      Se depender da esquerda, nada, eles são mais umas vitimas da sociedade.

  18. Julia Postado em 28/May/2016 às 10:05

    Pior de tudo é ler em cada rede social, em cada página da internet, cada jornal e ler comentários que defendem os criminosos e criminalizam a vítima. Ela poderia ser a pior pessoa deste mundo inteiro, mas quando esses monstros ousaram fazer isso com ela, eu entendo que nos enviaram um recado claro do quanto a nossa sociedade está ficando cada vez mais doente e como estamos perdendo a capacidade de indignação diante de todas as barbáries que acontecem longe e perto de nós. Outro dia estava pensando no nojo que sinto quando vejo alguns colegas defendendo assediadores morais no meu local de trabalho e ao me deparar com os ataques feitos a essa mulher, vejo que estamos cercado por todos os lados de muita maldade e insensibilidade. Estou em estado de choque até agora não somente com os "defensores" do estupro que dizem que foi "consentido", mas com a inversão de valores que está se construindo em torno desse e de outros tema hediondos que com o passar do tempo se tornam cada vez mais "normais" e a coisificação do ser humano continua a todo vapor...Haja estômago para viver num mundo como esse...Não é o Brasil que está se tornando um lugar terrível para se viver, são os seres humanos se tornando inversamente o oposto da sua essência que, para mim, não é má, porém alguns escolhem seu lado mais sombrio e grotesco. Schopenhauer é o café da manhã e a janta para entender essas e outras desgraças que estão tornando cada vez mais corriqueiras.

  19. Orlando Silva Postado em 28/May/2016 às 10:16

    Os 34 merecem apenas um dos seguintes castigos: pena de morte, um tiro na testa de cada um ou um , ou dois açougueiros com uma faca bem amolada para cortar o penis de cada um deles, cegar os dois olhos e entregar para as respectivas familias para que cuidassem destas carniças.Não precisaria prender, nem fazer julgamentos de faz de conta. Nem fazer cartaz de advogados carniceiros que so pensam em dinheiro facil. Seria um bom exemplo para todos os estupradores.

  20. C.Pimenta Postado em 28/May/2016 às 18:45

    Ao receber com pompa e circunstância um apologista do estupro como "consultor" do MEC, o desgoverno ilegítimo dos golpistas deu carta branca aos estupradores. É como se dissessem "podem estuprar à vontade que o governo garante". E se depender de uma justiça onde tem um stf que segue a jurisprudência de Honduras e Paraguai, aí sim, os estupradores podem dormir tranquilos. Não foi gilmar mendes que livrou a cara de daquele médico que sedava e estuprava suas pacientes? http://pragmatismo.jusbrasil.com.br/noticias/134964236/o-maior-estupro-foi-feito-por-gilmar-mendes-diz-vitima-de-abdelmassih

  21. Lopes Postado em 28/May/2016 às 23:46

    Sobre o discurso de que TODO HOMEM e um ESTUPRADOR em POTENCIAL é cruel e criminoso. Pois coloca o homem num papel terrível. E faz dele um estuprador potencial não importa sua prática diária. Induz ao preconceito de gênero contra os homens, vitimiza a mulher e criar uma relação de "opressão" e "vergonha" da masculinidade. Discurso repugnante em qlq sentido. Não aceitem ser tratados como Estuprador em POTENCIAL pq vcs não são. E repudiem qlq coisa nesse sentido. Se um discurso desse ganha força as relações de gênero serão relações de medo e opressão. Tenham orgulho de sua masculinidade assim como as mulheres devem se orgulhar de sua feminilidade. Não há nada de errado em ter nascido HOMEM.

    • Sérgio Carneiro Postado em 29/May/2016 às 08:50

      Comentário com lucidez. Coisa rara por essas bandas.

      • julia Postado em 29/May/2016 às 10:03

        Bom, concordo em parte, porém derrubo sua tese ao vestir uma peça de roupa mais curta e andar pelas ruas de qualquer lugar deste país. E digo mais, se numa rua deserta no meio da noite pudesse escolher entre encontrar um homem e o capeta, eu acho que o capeta me daria menos medo. Aqui onde moro, basta sair de canga para ir a praia que me deparo com os olhares mais nojentos e imundos que os senhores possam imaginar. Essa cultura é antiga...e deve sim ser combatida...

      • Lopes Postado em 29/May/2016 às 15:20

        Julia, certamente você já usou roupas curtas e canga. Já deve ter sofrido assédio. Se você não sofreu estupro está sendo injusta com todos os homens que a viram nesses trajes.

      • Sérgio Carneiro Postado em 30/May/2016 às 02:42

        Julia tocou em um ponto complicado. Se uma pessoa sair de casa com joias, relógios e celulares e se for assaltada logo dirão "pediu para ser assaltado" e ai me pergunto: Quando começará a campanha #nãomereçoserassaltado. Não quero justificar os estupros e pouco menos defender que as mulheres sejam a causadora do estupro por usarem roupas provocantes, apenas quero fazer uma provocação.

      • Julia Postado em 02/Jun/2016 às 16:33

        Os comentários subjetivamente continuam a defender o indefensável. A gente sabe pessoal...é difícil admitir que protegem e apoiam essa cultura de estupro que existe nesse país...Defender assediadores sexuais, morais, etc...virou modinha.. Olhar para mulher como mero objeto reprodutor e não estuprá-la já é um favor que me fizeram...Gostaria de agradecer publicamente. Obrigada por não me estuprarem, apesar das minhas roupas de banho... Sem mais...

    • Tunico Postado em 29/May/2016 às 10:23

      Concordo totalmente. Não generalizem, nem todo homem é estuprador. Estupro não tem nada a ver com sexo, é violência, tem a ver com poder, o uso dessa violência é crime que deve ser combatido por todos que são contra a violência, Sou do RJ não gosto de funk mas quem é da comunidade diz que isso é normal, inclusive que tem funks que relatam isso, de transar com a tropa inteira, ou de coisas piores, preocupado com o futuro da humanidade cada vez menos seres humanos.

  22. Fernanda Postado em 29/May/2016 às 01:17

    Me pergunto, quando vamos progredir? Infelizmente, só nós, as mulheres, sabemos o que é viver sob o medo, somos literalmente vítimas do medo e da opressão machista. CHEGA, precisamos e devemos conquistar nossos direitos.

  23. Sérgio Carneiro Postado em 29/May/2016 às 09:02

    É apenas umas das poucas consequências da revolução promovidas pelos "intelectuais orgânicos". Aguardem que ainda vem mais, muito mais. Sapos não pulam quando a água é aquecida vagarosamente. Eles cozinham e não pulam.

  24. adriano Postado em 30/May/2016 às 03:59

    se o homem amar o proximo muitas coisas de vergonha iria acabar :o homem deveria olhar as mulheres como suas irmas olhando com a inocencia assim como as mulheres e homens devem ser educados ha ter valores morais para que nao seja nós mesmo a despertar a luxuria nos olhos das mulheres e dos homens porque neste mundo perdido todo mundo deve estar em alerta para que nehuma ocasiao torne uma mulher assasinada ou estuprada.

  25. eu daqui Postado em 30/May/2016 às 10:07

    A lógica do estuprador é a mesma do assediador moral: vilanizar e culpabilizar um suposto "mau comportamento" da vitima - que não atende aos interesses de poder do agressor - para então justificar a violencia contra essa mesma vítima. Novamente o assédio moral se identifica com os outros dois crimes de poder, a saber: a tortura e o estupro.

  26. André Postado em 30/May/2016 às 10:44

    E quando uma deputada chama o colega de estuprado, sem provas? Tá certo?

  27. André Postado em 30/May/2016 às 10:49

    E quando uma deputada chama o seu colega de estuprador, sem provas? Tá certo?

    • Eduardo Ribeiro Postado em 30/May/2016 às 14:53

      Tá certo, porque ela não chamou-o de estuprador. Ela afirmou com extrema impecabilidade que o nobre colega PROMOVE "esse tipo de comportamento" (sobre comportamentos machistas e violentos). E promove mesmo. Comportamento machista promove estupro e fim de papo, não há debate sobre isso. É diferente de dizer "O SENHOR É ESTUPRADOR", coisa que jamais foi dita. Coisa feia mentir por aí e ser desmascarado tão patetica e facilmente...

      • André Postado em 30/May/2016 às 21:25

        Então vc ñ assistiu ao vídeo. Ouviu dizer, né?

      • André Postado em 30/May/2016 às 21:28

        Pelo visto, vc ñ assistiu ao vídeo. Ouviu dizer, né? Espera aí, q eu já te mando o link, já q esquerdista é preguiçoso msm...

      • Eduardo Ribeiro Postado em 31/May/2016 às 10:22

        Poxa, cara....vais colocar prova contra si mesmo? Faz isso não, sua vergonha será multiplicada por 70 se você insistir. Mas se quiser, mostre aí o tal vídeo onde a tal deputada chama o nobre colega de estuprador, "O SENHOR É UM ESTUPRADOR".....mostre aí.

  28. Rodrigo Postado em 30/May/2016 às 15:43

    (Outro Rodrigo) Frota fala com gracejos sobre estuprado de ministra de religião afrobrasileira e pessoas riem, ao que depois diz ter sido “piada”. Há ainda os que riem de "piadas" de comediantes outros, no mesmo sentido – Rafinha Bastos diz que “comeria” mulher casada e seu bebê, ao que Danilo Gentili fala que embriagar mulher para com ela ter relação seria ideia de “gênio”. Vemos ainda as recorrentes pechas “mal comida” e “falta de r*la”. Lula e Dilma riem sobre companheira idosa (Sra. Clara Ant), que acordou com 5 homens no quarto e dizem, rindo, que ela teria pensado ser presente de Deus. Um ex-Prefeito e assessor parlamentar (Eduardo Gaievski) é condenado em primeira instância em diversos casos de estupro de menores, sem maior abordagem. Bolsonaro extrapola todos os limites e diz “não te estupro porque você não merece” em resposta à também deputada Maria do Rosário, que alegadamente o teria chamado de estuprador. Netinho de Paula é acusado de agredir violentamente a mulher por divergência na divisão do patrimônio (segundo a mulher, ela estaria sendo coagida a desistir de parcela do patrimônio). Aécio é acusado por Juca Kfouri de ter agredido a esposa em meio a diversas outras pessoas que, segundo o jornalista, teriam se omitido coletivamente. Nos presídios, a tônica é a agressão sexual (seja a praticada por homens, seja a praticada por mulheres, que querem satisfazer a lascívia e o desejo de oprimir o outro). Isso ao mesmo tempo em que a “pena” para estuprador preso é o estupro coletivo e tortura e ou assassinato. No BBB vemos pessoas tratarem de estupro como se fosse a coisa mais banal do mundo, recente participante (Laércio) ainda declarando seu apreço por menores de idade (recentemente preso, acusado justamente de estupro de menores). Em Hollywood e na mídia em geral, casos como o denunciado recentemente por Elijah Wood e Corey Feldman, bem como denúncias de agressão contra Jimmy Savile e Bill Cosby (agressões que teriam se prolongado ou repetido por décadas). Em ambiente universitário (em que vemos recorrentes denúncias de violência sexual em “trotes”, “chopadas”, jogos universitários e congêneres), um professor universitário fala sobre torcida pelo estupro de mulher (Sherazade) e depois relativiza (Paulo Ghiraldelli). E, nas escolas e creches, recente denúncia contra uma professora de creche em Duque de Caxias, que aliciaria menores para abuso juntamente com um homem. Até nas religiões de matriz cristã há diversos relatos de abuso contra fiéis, sejam menores ou maiores de idade, com acobertamento de colegas e superiores (Padres, Pastores, Bispos etc.). E diversos outros casos, por todos os setores da sociedade. Em todos esses casos, uma parcela da sociedade livre e deliberadamente escolhe o pior caminho: relativizar, justificar ou culpar a vítima, a depender da conveniência que os move. Até que novo caso aconteça – hoje amiga relembrava o caso da acusação de estupro contra a banda "New Hit", na Bahia, e que todos respondem ao processo em liberdade. Em pouco tempo já seria o quarto caso de maior divulgação (de maior divulgação, sem contar os que não recebem tal atenção): caso no Piauí, que conta ainda com o assassinato do menor delator, por outros menores; caso da banda "New Hit" (chega-se ao absurdo de haver mulheres fãs que culpam as vítimas, em decorrência da idolatria pelos “ídolos da música”) ; estupro de mulher estrangeira em van, no RJ; e o recente caso da jovem carioca. Em todos esses casos, para além da gravíssima violência sexual, física e psíquica contra a mulher, temos ainda a oportunidade atentar para a recorrente e indiscriminada violência que nos rodeia (ou da qual participamos, a cada relativização, justificação ou atribuição de culpa à vítima): um grupo se autoproclama Estado, tribunal e carrasco, conforme regras que arbitrariamente estabelecem, ao final executando a bárbara "sentença" contra outro(s) ser(es) humano(s). No caso concreto, 33 homens, à revelia do Estado de Direito, julgaram-se competentes para decidir sobre a liberdade (sexual e de locomoção) de outro indivíduo (uma mulher), reduzindo-o à condição de coisa a ser usada para a satisfação deles, bem como sobre a licitude da agressão que perpetraram; não bastasse a "pena" perpétua (na mente da vítima), tornaram-na perpétua também para a vítima perante a sociedade e para a própria, com a divulgação do aludido vídeo. No caso, pois, a violência sexual, mas este é o momento de pesar também os diversos campos outros da atuação violenta contra o indivíduo, por grupo que despreza as normas do Estado de Direito. Grupos que se impõem mediante a violência, seja para a satisfação do desejo de violentar, seja para satisfação de desejos econômico, de poder, mediante a violência: milícias; grupos de extermínio; quadrilhas em cada um dos Três Poderes; grupos em igrejas (não bastasse a violência sexual e física, no passado e presente, ainda a extorsão de fiéis) etc. Até mesmo grupos que usam País ou grupo de países para livremente agredirem o próprio povo ou povo alheio, para a satisfação de interesses econômicos. Em todos esses casos, grupos dispostos a impor seu desejo de violência e se imporem mediante a violência, ignorando as regras sociais e não aceitando limites, a liberdade alheia. No caso específico, o limite é sempre o não da mulher (e a norma legal), proferido ou demonstrado de qualquer modo em qualquer momento do contato prévio ao ato ou durante o ato sexual em si. Nos demais casos de expressão da violência por mim citados, o limite é a norma coletivamente proposta e assim posta, a delimitar a conduta e ou estabelecer responsabilidades pela conduta. Quanto à vítima, ela sempre é a vítima. Seja a vítima individual da violência, seja a coletividade na condição de vítima. Quanto à sociedade e violência que a rodeia, penso ser (mais um ) momento, (mais uma) oportunidade para repensarmos nossos rumos, e ideais fundantes de liberdade, igualdade, fraternidade e até mesmo caridade, bem como dignidade da pessoa humana.

  29. ademar Postado em 30/May/2016 às 15:44

    Eu mudaria o título da matéria: Criança, dezessete anos, estuprada por 33 homens..

  30. Pereira Postado em 30/May/2016 às 17:39

    Ainda aguardando uma comoção nacional pelas meninas atiradas de um penhasco após serem estupradas por menores de idade no Piauí. Os rombos e falcatruas do PT aparecendo, e a mídia desviando o foco.

  31. Sérgio Carneiro Postado em 30/May/2016 às 18:39

    Chiiiii. O exame não mostrou violência sexual, sem esperma, sem raladuras, sem escoriações. Nada que evidencie o estupro, mas permanece o vídeo..

    • eu daqu Postado em 31/May/2016 às 09:52

      Ficou triste, né? Queria que a menina ficasse eterna e indelevelmente ferida no corpo fisico também, né? Fracassou de novo. Ela é jovem e por isso tem boa cicatrização e se recupera rápido ao menos fisicamente. E vc perdeu e vai continuar perdendo quando seus colegas forem pra cadeia e não pudeem cicatrizar.

    • Aline Postado em 31/May/2016 às 21:40

      Mulheres, cuidado com homens como este Sérgio, Naro, Lopes e Cia... O machismo na nossa sociedade é tão forte que legitima homens a dizerem o que é ou não violência sexual as mulheres. O dia que passarem a mão na sua bunda e dizerem um monte de coisas nojentas sobre o que fariam com sua genitália, quando você estiver a caminho da universidade às 7h46min, você vem nos dizer o horror que você sentiu.

  32. Danielle Postado em 31/May/2016 às 12:25

    Ela é uma ADOLESCENTE!

  33. augustonjl Postado em 06/Jun/2016 às 12:11

    Muito ódio, muita ignorância, o fascismo como uma coisa boa! "A cadela do fascismo esta sempre no cio". Nada mais verdadeiro que isto hoje no Brasil.

  34. Mimimi Postado em 08/Jun/2016 às 12:09

    Deviam ter leis mais severas a roupas apelativas e enquadrá-las em assédio moral.. Toda mulher é coitadinha? Se fosse os caras alegavam incapacidade também... adolescente? Já tem um filho(a) parem de falar como se fosse inocente... No Brasil só não tem lei para homem maior de 18 anos e menor de 60 e branco O restante é tudo "inferiorizado" a ponto de precisar de leis e cotas específicas.... Pais de merda