Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2016 05/May/2016 às 12:21
28
Comentários

Carioca, do Pânico, provoca vergonha alheia em entrevista com Haddad

Visivelmente exaltado, babando ódio e comportando-se como um revoltado online pretensamente divertido, o humorista Carioca tentou “interrogar” Haddad e vociferou contra tudo: as ciclovias, o PT, a corrupção, o trânsito, o diabo. No auge de sua cavalgada, foi ridicularizado até pelos próprios companheiros de bancada

haddad carioca pânico vergonha

Em recente entrevista ao programa Pânico, na Rádio Jovem Pan, Fernando Haddad (PT) falou sobre as questões que cercam a cidade de São Paulo, especialmente o trânsito e a mobilidade.

Haddad entende que sempre que uma mudança no trânsito é feita, há uma “reação de curto prazo”, a “estridência da primeira e da segunda semana de implantação”. “É um período de acomodação, é assim que funciona”, disse. Ele destacou também que “a cultura (de adaptação no tráfego) demora”, citando que “não exista ciclista sem ciclovia”.

Sobre o aumento do número de radares, Haddad lembrou quando o uso de cinto de segurança se tornou obrigatório em 1997. “Se você não fiscalizar, nego não respeita”, disse.

O prefeito também defendeu obras que sua gestão tem realizado na periferia, além de tratar acerca da polêmica dos táxis com o aplicativo Uber e das eleições deste ano.

A participação do prefeito no programa da Jovem Pan, porém, foi marcada por discussões com Carioca, um humorista que integra a bancada da atração.

Visivelmente alterado e apresentando críticas confusas e desconexas, Carioca travou o andamento do programa e provocou constrangimento até mesmo entre os seus pares.

Assista trechos do embate entre Haddad e Carioca e, em seguida, veja a íntegra do programa:

Trechos:

Íntegra:

O jornalista Kiko Nogueira comentou a entrevista de Haddad no Pânico. Confira trechos:

O prefeito de São Paulo Fernando Haddad participou do programa Pânico, da Jovem Pan. Entre as hienas do estúdio, estava o humorista Carioca, visivelmente exaltado, babando ódio em sua obesidade, um revoltado online pretensamente divertido.

Carioca incorpora o espírito da Jovem Pan, emissora jabazeira que encontrou um nicho na direita. Como um interrogador de polícia vagabundo, Carioca vociferava contra as ciclovias — um dos argumentos era o clássico “perto da minha casa tem uma que acaba num bueiro” — a educação, o PT, o trânsito, o diabo.

Não que São Paulo esteja como Nova York ou Paris, mas na “opinião” de Carioca vivemos em Bagdá. No auge de sua cavalgada, quando Haddad mostrava números fornecidos por uma empresa alemã de GPS sobre o tráfego na cidade, o interlocutor enlouquecido respondeu: “Discordo”.

Foi ridicularizado por seus próprios companheiros, que perguntaram se ele discordava também que 2 mais 2 dava 4. Haddad saiu-se bem porque é articulado e muito bem preparado, mas deveu muito à indigência mental do adversário.

Esse é o país que assoma com a instabilidade dos últimos meses e o microfone aberto para coxinhas incivilizados. Carioca é sintoma disso. Um mini bolsonaro.

Que reconciliação será possível com essa gente que prestou tributo a agentes da repressão nas avenidas, que levou suas crianças à Paulista para aprender como mandar senhoras tomarem no cu, que berra que não gosta de pobre e que nos atirou, afinal, no colo de Cunha e Temer?

Sai de cena um Jô Soares falando o óbvio — sejamos educados e aprendamos a conviver com as diferenças, para simplificar — e entra o Carioca. Em algum momento, fizemos por merecer. Agora é preciso retomar.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Leonardo Postado em 05/May/2016 às 13:00

    É natural, e é saudável para a democracia, que existam pontos de vista e opiniões diferentes e, mais importante ainda, que eles possam ser livremente expressados. Mas, sendo assim, porque que as pessoas que estão mais à direita são tão agressivas na exposição dos seus pontos de vista, revelando uma índole violenta?

    • tatiana reis Postado em 06/May/2016 às 08:36

      tb acho, o humorista se comportou como um cao raivoso, tb sugiro medicamento

    • eduardo Postado em 07/May/2016 às 17:59

      Pq esta perdendo seus escravos

  2. Ricardo Postado em 05/May/2016 às 14:35

    No Brasil, o pessoal da direita se irrita com objeções.

    • Emanuel Postado em 06/May/2016 às 05:22

      A ideia é justo essa, Ricardo. Generalizações a parte, o que vemos na direita é o rapazinho ou a mocinha acostumados a ganhar na birra/pirraça/grito o que bem entendessem de papai e mamãe. Não sabem ouvir "não" , e definitivamente não estão preparados para entender que possa haver outra verdade além das suas infalíveis certezas

  3. Willian Postado em 05/May/2016 às 14:36

    Carioca...estúpido!

  4. Eduardo Ribeiro Postado em 05/May/2016 às 14:38

    Carioca é o retrato perfeito da direita mongolóide brasileira. Completo analfabeto político, leigo demais, babando litros de ódio. O nível dos "argumentos" dele é """estudo não quer dizer realidade...eu vi um bueiro vazando e o semáforo da minha rua quebrou ontem, e tem que varrer a rua"""...falando que Kassab era aliado do Haddad na época da eleição (!!!!!!!!!!)...show de analfabetismo e falta de educação. Tomaria atraso até da meninada do 3o. ano quando discute sobre qual Pokemon é mais forte. Um mendigo inculto desse, querendo se crescer pra cima do MONSTRO Haddad?? Conseguiu passar um vexame muito maior que o Villa passou um ano atrás na mesma JP (Paidad parece ter certo prazer em humilhar os coitados da JP que vivem pra difama-lo). Aliás, o combo "ódio+despreparo" do tal Carioca lembra muito um e outro aqui do PP. Mesmo discursinho vagabundo. São todos iguais.

    • poliana Postado em 05/May/2016 às 19:57

      eduardo, depois q a máscara do joão dórea caiu, tô achando q hadad será reeleito aí em sampa viu...namoral...akele q chamou lula de bandido, envolvido no escândalo do panama papers...pode uma coisa dessas? hahahaha

      • Eduardo Ribeiro Postado em 06/May/2016 às 10:44

        A vida do Haddad não vai ser fácil. As vezes dá a impressão de que ele é mais odiado e tem mais rejeição que o Lula e a Dilma. É coisa sobrenatural mesmo, o ódio que ele desperta. O ruim é que aqui ninguem se escandaliza com a história do apartamento do JD em Miami, offshore, Panama Papers, isso nem assunto é. Agora saiu que o Alckmin deu "pedalada" de mais de 300 MI no metrô, e ninguém se escandaliza tambem. Aqui em SP, o Tucanistão, as táticas "podemos tirar se achar melhor" e "isso não vem ao caso" são levadas as ultimas consequencias.

    • Edwaldo Postado em 06/May/2016 às 09:21

      Disse tudo, esse imbecil foi reduzido à pó.

    • Sandra Postado em 06/May/2016 às 10:45

      Ótima colocação!

  5. enganado Postado em 05/May/2016 às 15:03

    Não tem conciliação com a Direita! Vamos pra porrada! Vamos dividir o país! Visto que quem deveria por freio nesta putaria JUDICIAL não tem CX pra tomar atitudes: forças armadas TM subordinada de Washington. O Carioca ficou nervoso porque o seu vibrador estava emprestado a JaCaína PÓschoal e/ou acabou na pilha, aliás A Anastasia (ex-governadora de Minas Gerais) mandou lembranças para esta Mona e ainda disse que gostou muito da pré-formasse del(A), a CARIOCA. Das próximas vezes troque o tampão antes!

  6. Alexsandro Postado em 05/May/2016 às 16:18

    Já foi bom o Pânico na Tv,,hoje em dia não mais.

  7. André Nelson Postado em 05/May/2016 às 22:53

    O futuro artístico do Carioca pode ser o mesmo do Marcelo Madureira.

  8. sandro Postado em 06/May/2016 às 04:33

    Coxinha sendo coxinha.

  9. Pedro Postado em 06/May/2016 às 07:07

    Pela primeira vez entendi o nome do programa: PANICO! Quanta ignorância, burrice, e ódio.

  10. tatiana reis Postado em 06/May/2016 às 08:22

    a culpa é do achismo!! o humorista acha q sabe de tudo e acha q deve dar sua opiniao, mesmo sem conhecimento de causa...

  11. julia Postado em 06/May/2016 às 08:43

    Impressionante o nível desse programa. Realmente consegue se superar...Ultra mega exploração do corpo das mulheres na TV com todo tipo de ofensas e humilhações ao ser humano, piadas racistas, homofóbicas, preconceituosas e extremamente nojentas. Acredito que ninguém deveria dar audiência a esse lixo porque eles só incentivam os maus tratos, violência física e emocional. Não permitam que esse tipo de "entretenimento" entre na casa e contaminem suas mentes. Lixo de programa que desqualifica as pessoas desnecessariamente criando mais e mais preconceito, racismo e ódio. Impressionante a classe de Haddad, diante tanta baixaria.

  12. BENEDITO EDISON MENDES SI Postado em 06/May/2016 às 08:43

    Esses coxinhas são uns ... vermes enlouquecidos! Por que?

  13. Joao Postado em 06/May/2016 às 08:48

    Porque quando faltam argumentos, sobra estupidez. Nenhum argumento do carioca foi plausível, o Haddad refutou todos, aí o cara viu que não estava lidando com um imbecil e partiu pra agressão.

  14. Heytor Postado em 06/May/2016 às 08:52

    Carioca como formador de opiniões, é um ótimo comediante. Se bem que sua comédia anda ultrapassada.

  15. Renato Postado em 06/May/2016 às 09:13

    Só que na lógica deles, violenta e terrorista é a esquerda. Essa nossa direita é uma piada pronta.

  16. kBELUDO Postado em 06/May/2016 às 09:55

    O Pita várias vezes reclamou da "falta de educação". Diariamente vemos homens e mulheres jogando lixo nas ruas como se fosse a coisa mais natural do mundo. Falta de educação no trânsito então, vixe. O grande problema, não só em SP, é que muitos usam veículos para ORGASMO já que não o fazem por vias naturais. Aquelas pessoas com quem você se encontra no elevador com aquele semblante angelical VIRAM MONSTROS assim que entram no carro.

  17. Thiago Teixeira Postado em 06/May/2016 às 10:03

    Coxinha sendo coxinha. (2)

  18. Edson Postado em 06/May/2016 às 10:11

    Carioca além de mau informado, nada mais é que papagaio de telejornal. Não tem nenhum embasamento para debate. Individualista. Eu sou um usuário de veículo, mas a importância do corredor é indiscutível, além do cidadão sofrer com a mega lotação do coletivos é caro e pouco confortável. Já eu, estou acomodado em um banco se aperto. Nada mais justo para o cidadão um viagem rápida para diminuir o sofrimento. Já ciclovias, o problema está mais na população, poucos sairão da zona de conforto do carro para usar uma bicicleta. Já em relação aos radares, é complicado, brasileiro só muda quando há penalização no bolso, pq não há respeito no trânsito, seja lá onde for, São Paulo, Rio, Bahia, Minas... já fui e os condutores são muitos semelhantes, sempre espertos e mal educados!

  19. Francisco Postado em 06/May/2016 às 10:18

    Acho problemático, no final do primeiro vídeo, a compreensão individualista de que o "Haddad criou o fundeb, abriu X escolas técnicas, dobrou as vagas em universidades federais...". isso é muito raso pra compreensão política dos processos existentes. Os programas são fruto de um projeto presente em uma conjuntura favorável a eles.

  20. Grilo Postado em 06/May/2016 às 10:37

    Não entendo porque vocês tem que editar o vídeo para colocar um jumento. Está claro demais quem é o jumento. O povo não é burro. Esse tipo de edição coloca a mídia alternativa no mesmo patamar da mídia tradicional. Me desculpem, mas vamos subir o nível do debate.

  21. Cleber Postado em 06/May/2016 às 13:14

    Acho que foi a única vez que o carioca fez alguém rir.. querendo falar de política ele acabou virando humorista, tal como a maioria que tem opiniões sem base.