Redação Pragmatismo
Compartilhar
Direita 12/Apr/2016 às 16:41
5
Comentários

As reivindicação mais inacreditáveis da “nova” direita brasileira

No turbulento cenário político de hoje, a direita brasileira que pede o impeachment de Dilma Rousseff faz algumas reivindicações que, em qualquer outro momento, poderiam ser encaradas como brincadeira ou deboche

reivindicações direita manifestações impeachment sonegação bicicleta comunismo
Reivindicações da Direita em manifestações contra o governo Dilma (Imagem: Pragmatismo Político)

Ivan Longo, Revista Fórum

A própria reivindicação pelo impeachment, principal assunto no cenário político do país nos últimos meses, já pode, por si só, ser questionada pela suposta falta de crime de responsabilidade da presidenta no processo. A polarização entre os pró e contra governo que reuniu boa parte da direita brasileira nos últimos meses, no entanto, fez surgir entre ela pedidos e reivindicações ainda mais sem embasamento, contexto ou até mesmo sentido do que o próprio impeachment.

Fora do atual contexto, muitas dessas reivindicações poderiam até mesmo ser interpretadas como brincadeira, tais como aquelas que pedem a volta da monarquia ou o fim da “islamização” do Brasil.

Ainda que não tenham relação direta com o objetivo principal da oposição no país, que é a retirada do PT do governo, esses pedidos que soam absurdos surgem como anseios antes reprimidos que agora podem ser mais facilmente atendidos ou simplesmente compreendidos com uma eventual queda da presidenta.

Confira abaixo alguns dos pedidos mais “estranhos” que pegaram carona nas mobilizações contra o governo e o PT:

“Sonegação não é corrupção”

sonegação reivindicações inacreditáveis direita conservadores ódio

Desde os primeiros protestos da direita após a vitória de Dilma em 2014 as placas que reivindicam o ‘direito’ de sonegar impostos são cada vez mais recorrentes.

Pela monarquia no Brasil

monarquia reivindicações inacreditáveis direita conservadores ódio

Na avenida Paulista, por mais de uma vez os “monarquistas” uniram-sem aos que simplesmente querem a troca da presidenta da República.

Contra a “islamização” do Brasil

islâmismo reivindicações inacreditáveis direita conservadores ódio

Na faculdade Mackenzie, em São Paulo, alguns alunos acreditam que o Brasil precisa fechar suas fronteiras contra o processo de “islamização” do país.

Contra as bicicletas

bicicletas reivindicações inacreditáveis direita conservadores ódio

Em cidade com prefeito petista, apoiar o uso de bicicletas virou coisa de “petralha”. Quem é pró-impeachment não gosta de bicicleta.

“Não mexam nas reservas externas”

reivindicações inacreditáveis direita conservadores ódio

Para manifestantes acampados em frente a Fiesp, em São Paulo, o problema vai além da corrupção.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Sérgio Postado em 13/Apr/2016 às 04:24

    O golpe judiciático já foi dado. A luta será em outra arena, longe do congresso das ratazanas e do judiciário! Vamos continuar a pressionar os congressistas, mas essa votação de domingo deve ser descaracterizada e tratada como uma ópera bufa!

  2. Ricardo Soares Postado em 14/Apr/2016 às 12:15

    Acho que a playboyzada mimada, filhinhos papais, burguisinhos de merda do Mackenzie precisam primeiro fazer um estudo pra ver quantos muçulmanos temos no Brasil em relação a outras religiões. Quantos muçulmanos temos em nosso governo e como ensinam sua doutrina. Esse é o problema desse país de merda. São covardes, que hasteiam bandeiras contra negros, pobres, muçulmanos, homossexuais e nordestinos bem longe de onde possam encontrá-los. Teriam coragem de protestar perto de uma favela em SP, RJ, BA, MG, DF, RS e etc? Frouxos!

    • Thiago Teixeira Postado em 15/Apr/2016 às 14:27

      A Direita tem nojo da periferia, segundo eles, não são brasileiros, são bovinos.

  3. Thiago Teixeira Postado em 15/Apr/2016 às 14:26

    E pensar que eram esse tipo de gente que governava o Brasil.

  4. eu daqui Postado em 12/Jul/2016 às 14:56

    Sonegar pode até ser legítima defesa mas só se para o pobre.........