Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mídia desonesta 17/Feb/2016 às 19:11
11
Comentários

Rede Globo e PM-SP censuram protesto de torcida do Corinthians

Protesto teve como alvos deputado tucano acusado de desviar dinheiro da merenda escolar em SP, a CBF, a FPF e a própria Rede Globo. Acusado de blindagem, o portal UOL, que pertence ao grupo Folha, chegou a alterar manchete

Torcida Corinthians merenda Globo
Torcida levou mensagens como: “Quem vai punir o ladrão de merenda?” e “Futebol refém da rede Globo”

Muito além do “pão e circo”, ou “ópio do povo”, futebol e política, no Brasil, sempre estiveram lado a lado – para campo já foram levados temas como racismo, ditadura, violência policial, tarifa de ônibus e corrupção.

A voz das arquibancadas voltou a ganhar repercussão nos últimos dias com o levante organizado pelos corintianos da Gaviões da Fiel, novamente, alvo de perseguição e censura.

Desta vez, por se posicionar contra temas que envolvem a monopolização da rede Globo e os jogos às dez da noite, valores dos ingressos e o caso de propinas de merendas no governo Geraldo Alckmin.

Temas estampados em faixas da torcida nos últimos dois jogos da equipe e reprimidos, inexplicavelmente, pela polícia militar.

Repercussão nas redes sociais

No jogo do último domingo entre Corinthians e São Paulo, em Itaquera, o árbitro Luis Flávio de Oliveira interrompeu a partida após nova manifestação da torcida, que levantou as faixas durante o segundo tempo da disputa. Nos canais da TV aberta o que se testemunhou foi um prático exemplo de censura, ao não exibir as mensagens das arquibancadas enquanto um jogador alvinegro dialogava com os torcedores.

Fernando Capez merenda escolar
Deputado Estadual Fernando Capez (PSDB), suspeito por desviar dinheiro das merendas escolares em SP. No início dos anos 2000, ainda como promotor, era considerado o inimigo número um das torcidas organizadas

O jornalista Gian Oddi, da ESPN Brasil, questionou a arbitrariedade que tem envolvido o caso, ferindo o legítimo direito do torcedor de se manifestar. “Toda vez que uma faixa do gênero for vetada, seja do time que for, devemos divulgá-la mais e mais. Então lá vai”. ressaltou pelo Twitter. Além de Gian, jornalistas esportivos e de outros setores também se posicionaram contra a repressão enfrentada pela torcida organizada.

Blindagem

Recorrentemente acusada de “blindar” o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), em suas reportagens e artigos,a Folha foi obrigada a modificar uma de suas chamadas depois de ser, mais uma vez, criticada por uma “omissão”.

O portal UOL, um dos veículos do grupo, noticiou a manifestação da torcida do Corinthians com a seguinte chamada: “Gaviões fura revista da PM e volta a exibir faixas contra a Globo, CBF e FPF”.

“E o governo Alckmin né, Folha?”, completaram os internautas em um meme que começou a circular pelas redes sociais.

O portal havia ignorado a faixa “Quem vai prender o ladrão de merendas?”. Com a repercussão negativa, a publicação voltou atrás e modificou a manchete.

com CatracaLivre e SegundaTela

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Rafaeli Postado em 17/Feb/2016 às 19:28

    Onde estão os tucanos? todos farinhas do mesmo saco.

  2. João Paulo Postado em 17/Feb/2016 às 21:16

    A faixa do ladrão de merenda não tem cunho político. Apenas provocação contra a boa atuação do Fernando Capez contra as torcidas organizadas. E nada contra a rede bobo também. Só birra pela transmissão tardia de jogos. Mesmo que por razões torpes, é bom que o império do mal e seus asseclas percebam que futuramente terão que pagar as contas de seus inúmeros malfeitos.

  3. pedro Postado em 17/Feb/2016 às 21:33

    Sou Palmeirense, mas gostei demais dessa faixa da Gaviões, só tem um problema, os Tucanos tem o bico grande e duro então cuidado, mas que valeu, valeu

  4. José Ferreira Postado em 17/Feb/2016 às 22:19

    A Gaviões é petista até o talo. Eu não vi esse "engajamento político" quando explodiu o escândalo do mensalão e sobre o triplex do Lula.

    • Thiago Teixeira Postado em 17/Feb/2016 às 23:23

      E porque uma torcida organizada iria emplacar numa notícia tão chula e verdadeiramente perseguidora do político mais respeitado pelo povo da periferia?

      • José Ferreira Postado em 18/Feb/2016 às 10:27

        Ele já foi respeitado. Agora a máscara do Lula caiu.

    • Gersier Postado em 18/Feb/2016 às 12:15

      Triplex? Guarujá? E vc é um desses bobalhões que acredita nessa história é? Aposto que vc não sabia que o Lula também é dono da Friboi, da mansão em Paratí que os irmãos marinho "usufruem", da torre da Oi em Atibaia, do helicóptero que os marinho também usufruem, do helipótero que os perrelas amiguinhos do aébrio, aquele que é costumeiramente visto embriagado pelas praias cariocas e até em camarotes "globais", usufruem. Lula só não é dono daquele apartamentozinho na Le Foch em Paris, nem de uma fazendinha em Minas com direito a aeroporto doado por uma das empreiteiras do tal lava jato e muito menos de uma "Kitnet" de 450 metros quadrados em Higienópolis que custou a merreca de 200 mil euros. Ah, o AP em avenida "chic" de Paris e a "fazendinha" mineira é de um tal de Jovelino, que é dono de outras propriedades que o honestíssimo e ético FHC ususfrue. Como se pode notar, vc é um cara mal informado.

  5. Gersier Postado em 17/Feb/2016 às 22:30

    Uai mas não é a famigerada globo que se diz ser a favor da livre expressão? Ajudando o meu neto a fazer um trabalho escolar, acabo de ler na revista pastelão "época" que apareceu gratuitamente no consultório do meu irmão, uma frase que deram destaque e que diz: "a liberdade de expressão é um bem tão essencial quanto o ar que respiramos" ,sacada de uma entrevista de uma senadora. Em tempo, essa revista pastelão mal mal serve para "recortar" palavras em trabalhos escolares. São esses salafrários que sempre cobram o que nunca tiveram, honestidade, transparência e moral, que censuram até os artistas que tem contratos assinados com ela.

  6. Salomon Postado em 17/Feb/2016 às 22:38

    Os arautos da moralidade e da decência compõem o governo do auquimim. A máfia das comunicações, depois de tanto encobrir os crimes, resolveu jogar a toalha. Os auquimistas sequer são capazes de fazer como aquele sujeito que se elegeu com o bordão: "roubo, mas faço". Não fazem é nada. Não conseguiram construir nem 10 quilômetros de metrô no quarto de século que governam o gueto do fascismo. O que São Paulo deveria fazer era se separar do resto do país, adotar miami como capital e o inglês como língua oficial. Como diz aquele gênio da GloboNews: bovinos.

  7. Thiago Teixeira Postado em 17/Feb/2016 às 23:26

    A Globo matou o futebol, virou coisa de boy ir aos estádios. A elite branca também confiscou a camisa da seleção brasileira, eu mesmo, desde 1993 não a visto mais. As torcidas organizadas devem voltar, mas nenhum político safado, tanto de esquerda como direita, não dá a mínima para o antigo lazer do povão.

  8. Ricardo Soares Postado em 18/Feb/2016 às 02:04

    É por essas e outras, que a Folha e o UOL, só se referem a Arena Corinthians de Itaquerão. Se o clube vier a nomear o estádio, com o nome de um patrocinador, nem eles e nem a Globo irão divulgar por represália.

O e-mail não será publicado.