André Falcão
Colunista
Compartilhar
Desenvolvimento Brasileiro 29/Jun/2015 às 11:39
0
Comentários

O país da desesperança e o idiota político

André Falcão*

Afinal, que país da desesperança é esse, que promoveu a maior inclusão social e angariou o maior respeito internacional de toda a sua história? Como negar os avanços econômicos e sociais conquistados pelo país nesses pouco mais de doze anos de governos Lula e Dilma? A crise existe, ela é internacional, antiga, e chegou no Brasil. Mas o país já enfrentou outras crises, e em situação econômico-financeira infinitamente pior. Resta saber a quem interessa amplificá-la ao infinito. Não dá pra desconfiar?

Há quem alardeie que se nesse país houvesse justiça a Dilma estaria fora.Aqui, porém, há uma meia verdade. A não-verdade: Dilma não terialegitimidade para ser presidenta, nem de continuar presidenta, ou de que teria praticado, ou houvesse indícios da prática, por si ou com o seu silêncio cúmplice, de qualquer atividade criminosa. É preciso muita alienação para assim imaginar e, pior, defender; a verdade: a justiça deste país, na mãos dos Barbosa e Moro da vida, com sua atuação seletiva, presunção (inconstitucional) de culpa, tortura travestida de prisões provisórias para forçar delação, condenação sem provas, já objeto de justas reprimendas pelos mais respeitados juristas deste país, certamente explicam e até justificam a metade verdadeira da frase. Lula que se cuide; claramente, o maior alvo dessa turma.

Leia aqui todos os textos de André Falcão

Aliás, por falar em verdade, arrisco dizer, sem o mais mínimo titubeio ou receio: a chamada grande mídia é a fundamental responsável pelas manifestações de ódio e fascismo que se tem tido notícia, inteiramente desconformes à realidade econômica e social experimentada pelo país a partir desses governos. Numa frase: os idiotas do ódio que estão disseminados pelas ruas a atacar, por enquanto moralmente, de autoridades a jornalistas, além de cidadãos que se recusam a deixar-se manipular, são filhos dessa mídia criminosa, manipuladora e, lamentavelmente, alimentada financeiramente pelo próprio governo.

Os grandes grupos midiáticos diariamente lançam sobre o cidadão o ambiente de caos e realidade manipulada e distorcida que inteligentemente pregam no imaginário popular; este, por crer na sua imparcialidade e honestidade, o reproduz cegamente. E aí reside a grande decepção que se deve pôr na conta dos governos Lula e Dilma: nunca tiveram a coragem de enfrentá-los, sequer competência para deles se defender. Enquanto isto, o idiota midiático se prolifera, no país e nos vôos internacionais. É a crise.

*André Falcão é advogado e autor do Blog do André Falcão. Escreve semanalmente para Pragmatismo Político

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários