Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 22/Jul/2014 às 20:03
21
Comentários

Dilma lidera em Índice Band, seguida de Aécio, Campos e Everaldo

Band lançou hoje ferramenta especial para medir semanalmente a evolução dos votos válidos na disputa presidencial com base nos dados de vários institutos de pesquisa. Confira os primeiros números

dilma aécio eduardo campos everaldo
Dilma, Aécio, Campos e Everaldo (Edição: Pragmatismo Político)

A cobertura da disputa eleitoral pela emissora de TV Bandeirantes tem uma ferramenta especial em 2014, para ajudar o eleitor a entender como anda a evolução dos candidatos. Trata-se do Índice Band, novidade do “Band Eleições”, programa que estreou nesta segunda-feira (22) e irá ao ar todas as segundas-feiras, após o CQC. O índice vai mostrar semanalmente a evolução de votos na disputa presidencial com base nos dados de vários institutos de pesquisa.

VEJA TAMBÉM: Uma diferença significativa entre Dilma e Aécio

Na primeira análise, o índice aponta que, se a eleição fosse hoje, a presidente Dilma Rousseff (PT) teria 50% dos votos válidos. Aécio Neves (PSDB) teria 27% do total das urnas, enquanto Eduardo Campos (PSB) ficaria com 14% da preferência dos eleitores e o Pastor Everaldo (PSC), 4%.

O responsável pelo Índice Band é o cientista político Antonio Lavareda, que analisa as pesquisas registradas e divulgadas, sempre fazendo uma média ponderada – ou seja, sintetizando todos os dados em um único índice, apenas com os votos que seriam válidos.

Recomendados para você

Comentários

  1. poliana Postado em 22/Jul/2014 às 20:18

    pois é né?! kd o empate técnico q o instituto datafolha disse existir entre dilma e aécio no 2º turno? quer dizer então q em uma semana, os eleitores desistiram de votar em aécio no 2º turno? acho q tem alguém mentindo nessa história..quem será hein?

  2. Denisbaldo Postado em 22/Jul/2014 às 22:54

    Puxa, e quem assinaria os decretos, quem escolheria os ministros, quem realizaria todas as tarefas descritas na Constituição de competência do presidente? Quem sancionaria ou vetaria as leis aprovadas pelo Congresso? Meu amigo, independentemente de presidente ou não, o trabalho deve ser feito por alguém e esse alguém será responsável pelo bem e pelo mal. No nosso caso, essas tarefas são de responsabilidade do presidente, ou ele faz ou alguém faz.

  3. JPAS Postado em 22/Jul/2014 às 23:38

    Fácil atribuir todas as mazelas ao Presidente.

  4. igor Postado em 23/Jul/2014 às 05:54

    Um dia sem presidente e os militares tomariam o poder...

  5. Thiago Teixeira Postado em 23/Jul/2014 às 07:56

    Esse pastor juntamente com o Dudu é poluição visual nas eleições.

    • poliana Postado em 23/Jul/2014 às 08:52

      eu n sei nem pq colocaram o pastor nessa pesquisa...será q eles acharam q por ser da bancada evangélica seria um grande puxador de votos?

      • Dias Postado em 23/Jul/2014 às 11:03

        Colocaram todos os candidatos, os outros não obtiveram mais de 1% dos votos, por isso não aparecem

  6. Marcos Vinicius Postado em 23/Jul/2014 às 09:51

    Afff!! E pensar que temos um pastor como candidato! Logo do PSC! O estado laico ameaçado.

    • poliana Postado em 23/Jul/2014 às 10:25

      jamais chegarão à presidência marcos! deixa eles manipulando o rebanho de semi analfabeto deles pra entrarem no cn e nas assembleias legislativas...mas da presidência essa corja passa longe!

      • Geovane Postado em 23/Jul/2014 às 10:53

        Puro preconceito heim Poliana achar que todos evangélicos são analfabetos,infelizmente em todos lugares da sociedade há pessoas boas e ruins honestas e desonestas,mas no caso da igreja evangélica a mídia só mostra o que esses falsos pastores roubam e deturpam as pessoas .Mas há pessoas sérias fazendo belos trabalhos procure se informar antes de atacar a todo um segmento,e reflita também o numero de ex moradores de ruas e até bandidos que deixaram estas vidas devido a uma transformação na vida então a igreja também a ajuda na socialização de pessoas cooperando para uma sociedade com menos violência.

      • Sherlockbr Postado em 23/Jul/2014 às 11:52

        Concordo com você Geovane no que concerne a que não se pode julgar o todo pela parte... concordo também sobre a cooperação das muitas religiões (católicas, evangélicas, espiritas, candomblecistas, etc) em questões sociais e religiosas... mas acho que uns poucos tentam trazer a religião para junto da política, o que a história sempre mostrou ser uma aliança terrível... em minha percepção, mas posso estar errado, a posição da Poliana é sobre estes, chamados de religiosos políticos, e sobre os incautos que se deixam levar por estes

      • poliana Postado em 23/Jul/2014 às 14:40

        exato sherlockbr!

      • ADRIANO Postado em 28/Jul/2014 às 08:32

        VOCE DEVE SER MUITO CULTA COM ESSE COMENTARIO MEDIOCRE SEU!!!!!!!!!! POLIANA TOMANDO PARTIDO DEVE SER FEMINISTA COMO A DILMA.

    • poliana Postado em 23/Jul/2014 às 11:43

      eu me referi aos assembleanos geovani. são eles que elegem essa bancada evangélica...a própria revista carta capital fez uma matéria de capa acerca do crescimento da bancada evangélica no cenário politico nacional e seu maior eleitorado: os assembleanos. além de ter traçado o perfil dessas pessoas...a maioria tem apenas o ensino fundamental INcompleto. é akela máxima: fé cega, faca amolada! são rebanhos manipulados por pessoas q se dizem representantes de deus, fazem verdadeiras fortunas e chegam ao poder, em cima da ignorância delas. triste realidade...

      • Marcos Vinicius Postado em 23/Jul/2014 às 11:58

        Não adianta negar esses fatos né Poliana? O Geovane acima disse que muitos deles saem da vida de crime e vícios, mas pelo visto a religião acaba se tornando a nova droga deles.

  7. Geovane Postado em 23/Jul/2014 às 12:56

    Eu também não sou a favor de se misturar politica com religião,Até porque muitos politicos trocam favores com pastores para obterem votos de determinada igreja,os pastores vem com aquela história de que precisamos de alguém de nosso meio no poder e com isso a grande massa alienada acaba votando em que o pastor apoiou, e quem perde com isso é somente o povo porque o estado é laico e um politico ele terá que governar para todos e não somente para uma determinada classe,infelizmente há muitos que ainda não procuram ler obter conhecimento de quem estão votando e por fim resta criticar o governo que tem por não analisar em quem realmente se vota.Marcos não acho que religião seja uma droga,respeito a sua opinião espero que um dia mude a forma de pensar, com relação a religião há pontos positivos e negativos ela consegue chegar há lugares aonde o governo ainda não consegue chegar por meio da politica para ajudar pessoas com baixas condições sociais e transformar o caracter de pessoas que as vezes não tiveram uma boa estrutura familiar e acabaram por escolher caminhos errados.

    • Marcos Vinicius Postado em 23/Jul/2014 às 13:40

      Eu quis dizer sobre religião e drogas que tem muitos "irmãos" que saem dos vícios das drogas dessas "casas terapêuticas" tão fanáticos quanto um marco INfeliciano da vida, afinal acabam usando da religião como válvula de escape. Claro que as pessoas podem fazer bom uso da religião, até por que para muitas servem como sentido para suas vidas e sem fanatismo.

  8. Deisi Postado em 23/Jul/2014 às 14:09

    Acho que o pior da questão, é o fanatismo, ele cega as pessoas, o que não poderia acontecer, é misturar o lado politico com o religioso. O cidadão de qualquer religião ou ateu, tem o direito de se candidatar a um cargo politico, seu lado religioso deve ficar em suas igrejas ou locais escolhidos para manifestar sua fé. Porque quando é eleito, a função do politico é governar para todos, não levantar suas bandeiras religiosas em detrimento de quem comunga da mesma fé. O fanatismo é um mal que assola o mundo, em todos os sentidos, confesso que tenho muito medo de pessoas fanáticas, porque são capazes de matar em nome de uma causa.

  9. Thiago Teixeira Postado em 23/Jul/2014 às 14:15

    Temos que reconhecer um grande triunfo dos "evangélicos", que seria o engajamento político. Cadê o representante dos manos da periferia? Onde está o representante do MST? MTST? Da comunidade negra? Indígena? Idosos? LGBT? Se eles estão se mobilizando e colocando representantes no congresso, mérito deles também.

  10. Geovane Postado em 23/Jul/2014 às 14:55

    Mais o erro está ai não devemos governar em detrimento de A ou B e sim para todos mas no brasil só consegue ser eleito para algum cargo politico quando se levanta a bandeira de alguma causa ou de alguma classe.conheço vários politicos que onde existe multidão de pessoas ali estão eles prometendo melhora para classe de trabalhador A do sindicato A, se eu ganhar vou melhorar para voces vou criar leis para beneficiar vcs.por isso está essa bagunça a nossa politica.

    • Thiago Teixeira Postado em 24/Jul/2014 às 18:11

      Seria o ideal, um politico de âmbito nacional, mas sabemos que isso não ocorre. A Kátia Abreu ou Bolsonaro, alguma vez, já fizeram alguma contribuição para as questões sociais desse país?