Redação Pragmatismo
Compartilhar
Copa do Mundo 20/Jun/2014 às 17:29
42
Comentários

Prostitutas reclamam de gringos na Copa: 'porcos e mãos de vaca'

Prostitutas de Fortaleza sofrem com mexicanos e uruguaios na Copa: 'porcos e pães duros'. "Os caras chegam sujos e acham que somos obrigadas a sair com eles. Bebem o dia inteiro, ficam bêbados e não gastam dinheiro com a gente"

prostituta fortaleza copa 2014

Fortaleza vive intensamente o clima de Copa do Mundo. Os turistas espalhados pelas ruas ajudam a aquecer o comércio e aumentar o faturamento de vários tipos de prestadores de serviços. Nem todos, no entanto, conseguem aproveitar o momento como previsto. Figuras marcantes da orla da capital cearense, as prostitutas reclamaram bastante desta primeira semana de Mundial.

Longe do faturamento estimado, as garotas de programa apontaram dificuldade no relacionamento com os gringos e criticaram os grupos de mexicanos e uruguaios que passaram por Fortaleza recentemente.

“Para nós, não adiantou muito a cidade lotada. Os brasileiros estavam preocupados em beber e comer em restaurantes, já os gringos são porcos e nunca querem gastar dinheiro. Reclamam do nosso preço, do hotel que precisam pagar. Não estamos satisfeitas”, relatou uma menina que se identificou apenas como Bruna.

Ela ainda viu o coro endossado por outras colegas de trabalho. “Os caras chegam sujos e acham que somos obrigadas a sair com eles. Eu não sabia que seria assim. Bebem o dia inteiro, ficam bêbados e não gastam dinheiro com a gente”, reclamou Nicole, que trabalha como prostituta na orla de Fortaleza há seis anos.

As garotas ainda rechaçam a hipótese de que a elevação dos preços possa ter causado o distanciamento de novos clientes.

“Atendi alguns brasileiros, mas nada perto do que imaginei. É claro que o preço aumentou, mas não foi isso que diminuiu o movimento. Antes, cobrava 70. Agora estou fazendo [programa] por 120. Não considero caro. Eles pagam muito mais em bebida e ingresso”, reclamou outra menina, que trabalha na Praia de Iracema.

A Associação de Prostitutas do Ceará (Aproce) disse não ter uma estatística atualizada que confirme os baixos números nos primeiros dias de Copa, mas revelou ter ouvido reclamações de algumas meninas.

Uma representante da associação ainda acusou a Polícia de dificultar o trabalho na orla da Avenida Beira Mar, principal ponto de concentração de hotéis e turistas em Fortaleza. Segundo ela, os agentes públicos pediam para as prostitutas ficarem em ruas próximas, dificultando o trabalho.

Ainda assim, as prostitutas não desanimam e esperam que o faturamento decole nos próximos dias. E apostam todas as fichas nos turistas europeus que chegarão para o duelo entre Alemanha e Gana, no próximo sábado, na Arena Castelão.

“Eu quero mesmo é saber dos alemães. Esses têm dinheiro para gastar e parecem bem limpinhos. Precisamos recuperar o prejuízo dessa semana”, brincou Nicole.

UOL e Tribuna do Ceará

Recomendados para você

Comentários

  1. Nefertiti Postado em 20/Jun/2014 às 18:30

    Trabalhar que é bom, né??? Te contar....

    • lola Postado em 20/Jun/2014 às 18:33

      UE, não é o que elas estão fazendo????

    • unipandra Postado em 20/Jun/2014 às 18:42

      isso e trabalho amigão(gona). :)

    • Alex Postado em 20/Jun/2014 às 18:49

      Não estão trabalhando?

      • Marcos Postado em 20/Jun/2014 às 23:02

        Não, prostituição não é trabalho, é perversão!

      • RaoNeo Postado em 21/Jun/2014 às 04:02

        Deixa essa marra pra lá, Marcos.

    • Rubens Postado em 20/Jun/2014 às 19:19

      Elas querem, por isso estão trabalhando.

    • Daniel Postado em 20/Jun/2014 às 20:54

      E elas estão fazendo o que? É um trabalho como outro qualquer.

    • Larissa Petra Postado em 20/Jun/2014 às 22:54

      Eu sei que seu moralismo limita mais ainda sua mente já limitada, mas elas estão reclamando justamente por quererem trabalhar..

    • VERA Postado em 21/Jun/2014 às 05:04

      DESCULPA MAS, ESSE É UM DOS TRABALHOS MAIS ANTIGOS DO MUNDO.....EM PAÍSES MAIS EVOLUCIONADOS COMO ALEMANHA, HOLANDA, BELGICA, SUÉCIA, SUIÇA, SAO REGISTRADAS, PAGAM SEUS IMPOSTOS, E GANHAM MAIS Q MUITOS ADVOGADOS.... MERECEM RESPEITO COMO QUALQUER OUTRO SER HUMANO, E IMAGINO Q DEVE SER UM TRABALHO MUITO DIFICIL. MAS COMO O POVOBRASSILEIRO É HIPÓCRITA... É MELHOR SER AMIGO DE LADRAO, TRAFICANTE, DE POLITICO E FALAR MAL DE PESSOAS Q BUSCAM GANHAM A VIDA SEM PREJUDICAR A DO VIZINHO.....

    • Luis Postado em 21/Jun/2014 às 09:54

      Ser prostituta é um trabalho digno, como qualquer outro.

  2. Tiago Postado em 20/Jun/2014 às 18:45

    Prostituição é trabalho. Quanto preconceito, te contar...

    • Mourão Postado em 21/Jun/2014 às 00:20

      Trabalho é curar doentes, é produzir mercadorias, defender direitos, plantar alimentos... O que uma prostituta produz? Nada! Só abre as pernas e se sujeita a doenças.

  3. Mariana Postado em 20/Jun/2014 às 18:48

    Elas estão trabalhando meu bem!!

  4. Nina Postado em 20/Jun/2014 às 19:57

    Isso é trabalho querida. Não estão roubando nem matando pra ganhar dinheiro.

  5. Beto Postado em 20/Jun/2014 às 19:59

    Mal sabe ela que os Europeus são sebosos, ficam uma semana ou mais sem tomar banho, não, não são soh os Franceses que odeiam agua, incomum aqui é alguém tomar banhos diarios, soh mesmo os loucos Brasucas como eu pra fazer isso, kkkkkkkkkkkkkkk

  6. André Postado em 20/Jun/2014 às 20:07

    Pelo menos para elas, a copa não tá dando lucro. Terão que baixar o preço.

  7. Thiago Teixeira Postado em 20/Jun/2014 às 20:15

    Ué, mas a Copa não está comprada para o Brasil (0 X 0)? O forte do turismo brasileiro não é exclusivamente o Sexual? A única coisa que atrai turista aqui não é a putaria? Que as brasileiras são "fáceis"? Gostaria que a turma do "IMAGINA NA COPA" desse um parecer de suas previsões pois está tudo está de cabeça para baixo.

    • Felipe Postado em 20/Jun/2014 às 23:28

      Hahahaha falou e disse!

  8. Alexandre Postado em 20/Jun/2014 às 20:31

    Coitadas em acharem que com os outros ( alemães) será diferente, esses adoram encher a cara também..

  9. Sheyla Postado em 20/Jun/2014 às 20:47

    Não tá fácil pra ninguém.... Heheh. Estão insatisfeitas? Procon nos gringos!! Hahaha .

  10. Ocorinthiano Postado em 20/Jun/2014 às 21:19

    KkkKKK... se meter com uruguaio e mexicano! Mais quebrado que brasileiro!!

  11. Wagner Postado em 20/Jun/2014 às 21:20

    Deixa eu ver se consigo entender o discurso delas. Elas esperavam que eles se banhassem, convidassem-nas a sair, ir ao cinema, restaurantes e, quem sabe, lhes pedissem em casamento? São os "ossos do ofício", meninas!

    • Thiago Teixeira Postado em 21/Jun/2014 às 12:26

      Independente se for prostituta, freira, namorada, professora, tia, avó, trata-se de uma mulher. E mulher um verdadeiro Homem trata com respeito, carinho e dignidade.

    • Bianca Postado em 23/Jun/2014 às 11:10

      Ninguém vai ao médico, manicure, massagista bêbado e sujo. Procurar uma prostituta nesse estado é deplorável. Tanto quanto o seu comentário

  12. Larissa Petra Postado em 20/Jun/2014 às 23:58

    Sério gente, sem moralismos, as prostitutas que são uma classe criminalizada, hostilizada e desprezada em vários aspectos, dizem que são vagabundas que não querem trabalhar (como a ignorância é fácil, não te dá o trabalho de pensar...), e vem uns caras que acham que só pq esse é o trabalho delas elas tem q se submeter a tudo, NÃO AMIGO NÃO TEM, se vc quer transar com uma profissional, pague o preço justo, e seja educado e civilizado, se ela disser não é não, se ela disser que isso ela não faz, ela n faz e ponto, e sim ela tem o direito de negar sua pica mágica se ela quiser, e de não se submeter ao q ela não quer e sabe pq ?! Pq ela também é uma cidadã, um ser humano e merece respeito, merece poder trabalhar e ter pelo menos o mínimo de dignidade, dignidade essa que lhes é negada todos os dias.

  13. carlitis Postado em 21/Jun/2014 às 03:53

    Todo trabalho é prostituição, seja da mente, do corpo ou do espirito.

  14. Guilherme Postado em 21/Jun/2014 às 10:35

    Prostituta tem mais é q se f*****. Quer dar, pq cobrar? Eu dou R$100 pra fazerem faxina aqui em casa, mas isso ng quer?

  15. Rodrigo Postado em 21/Jun/2014 às 10:41

    Hahaha como dizia o saudoso Tim Maia, " Aqui prostituta se apaixona, cafetão tem ciúme, traficante se vicia e pobre é de direita”... Elas querem o que? Receber flores? serem levadas a boate? para jantar? Compreto ainda a citação, Brasil é o único lugar que prostituta quer ser tratada como esposa. PS: Thiago meu caro, das brasileiras serem fáceis é a impressão que os gringos de fora tem, vidd o croata beijando a jornalista.

    • Thiago Teixeira Postado em 21/Jun/2014 às 12:32

      Quem realmente gosta da fruta, trata a prostituta como esposa, e esposa como prostituta meu caro. Gente que trata prostituta como lixo e esposa com "papai e mamãe", é candidato a ser côrno.

  16. Caio Postado em 21/Jun/2014 às 11:36

    KKKKKKK quem que respeita puta?

    • Caio Postado em 21/Jun/2014 às 11:37

      R: os politicamente corretos que não são clientes.

  17. Rodrigo Postado em 21/Jun/2014 às 16:19

    Imagino Thiago em casa falando com a esposa, sua puta chupe aqui, não quer fazer sexo? Devolva o dinheiro. Homem que é homem trata a mulher como companheira, dando carinho, porque se não aparece outro e a trata como merece você vira o corno. Visão bem machista sua em achar que se deve tratar esposa como uma puta não Thiago?

    • Thiago Teixeira Postado em 21/Jun/2014 às 17:52

      Realmente você não entendeu nada ou não quer entender (como geralmente fazem os coxinhas). Volte a atacar a esquerda, estava melhor.

  18. Isaac Postado em 21/Jun/2014 às 23:01

    Acho uma atividade degradante com sigo mesma, trocar o corpo, a sua intimidade, sua individualidade, sua integridade por notas, pra atingir o padrão que sistema econômico prega como ideal, é algo muito baixo, que acredito não haver adjetivos. O pior é ver grande parte das mulheres defendendo isso, prostituição nada tem a ver com independência sexual, financeira, tem a ver com opressão de uma sociedade materialista sobre mentes fracas e manipuladas.

  19. Batera Postado em 23/Jun/2014 às 12:07

    As brasileiras (paga pau de gringo) dão de graça, concorrência desleal, ahah

  20. Pereira Postado em 23/Jun/2014 às 12:21

    "Independente se for prostituta, freira, namorada, professora, tia, avó, trata-se de uma mulher. E mulher um verdadeiro Homem trata com respeito, carinho e dignidade." Não é isso, elas tão reclamando que os caras estão sem dinheiro, não pagam e fazem elas perder tempo. heheheheh

    • Pereira Postado em 23/Jun/2014 às 12:31

      Dúvido que se um americano aparecer com 500 dólares elas vão reclamar que o cara está fedorento. Ossos do ofício. O Capitalismo manda também na zona do baixo meretrício se os comunistas que aqui escrevem não sabem.

  21. Pereira Postado em 23/Jun/2014 às 12:34

    "DESCULPA MAS, ESSE É UM DOS TRABALHOS MAIS ANTIGOS DO MUNDO.....EM PAÍSES MAIS EVOLUCIONADOS COMO ALEMANHA, HOLANDA, BELGICA, SUÉCIA, SUIÇA, SAO REGISTRADAS, PAGAM SEUS IMPOSTOS, E GANHAM MAIS Q MUITOS ADVOGADOS". Quanta falta de informação. Na holanda ja há leis que restringiram e muito a prostuituição, colocaram as "profisisonais" em guetos distantes. Na suécia os altos impostos do governo quase que totalitário daquele país gerou um mercado negro do sexo. Esses países têm tanto problema com o "libera geral" que ja estão estudando formas de restringir esse tipo de coisa assim como as drogas.

    • Pereira Postado em 23/Jun/2014 às 12:36

      Desde quando prostituta quer pagar imposto ? isso foi uma das coisas mais hilárias que eu ja li aqui.

  22. Pereira Postado em 23/Jun/2014 às 12:46

    Na suécia o governo é tão autoritário que ninguém mais quer ter filhos, e ainda, com o aborto liberado o governo está com medo que a população sueca se acabe. Há kits de masturbação vendidos em farmácias públicas para adolescentes, e há também o mercado negro do sexo cujas prostitutas usam para escapar dos altos impostos. Esse é o "maravilhoso" índice de "desenvolvimento social" da suécia. Já há quem diga que a população islâmica nesses países vêm crescendo e isso pode acarretar em algumas décadas na conversão dos mesmos para o islã.

  23. Thiago Teixeira Postado em 21/Jun/2014 às 15:54

    E quem é você para querer maltratar ou difamar uma mulher profissional do sexo? Aposto que tem muitas filhas, tomara que as suas sejam exceção, que se prostituem por um emprego, uma promoção, para manter o casamento, por uma volta num carro ou para serem descoladas no grupo.