Redação Pragmatismo
Compartilhar
Tortura 23/Apr/2014 às 18:17
6
Comentários

"Justiceiros" torturam jovem com fios de energia elétrica

Justiceiros voltam a agir. Agora, em Minas Gerais. Jovem suspeito de furto foi amarrado de cueca a poste e açoitado com fios de energia elétrica

justiceiros torturado cueca ipatinga
Um rapaz suspeito de praticar furtos foi amarrado de cueca a um poste por populares e torturado com fios de energia elétrica. Foto: Jornal Diário de Aço

Na última quinta-feira (17), foi registrado, em Ipatinga, Minas Gerais, mais um caso envolvendo “justiceiros”. Um jovem, suspeito de furto, foi amarrado a um poste e açoitado com fios de energia elétrica por moradores da região.

Para o advogado Ariel De Castro Alves, fundador da Comissão Especial da Criança e Adolescente do Conselho Federal da OAB, os seguidos casos precisam ser punidos. “Estes fatos precisam ser coibidos, o poder público precisa prender essas pessoas que acham que estão fazendo justiça com as próprias mãos.”

Leia também: Inocente é amarrado e torturado no meio da rua

De acordo com ele, há fatores que podem incentivas esse tipo de comportamento. “Tem vários programas sensacionalistas do final da tarde que incitam e fazem apologia a essa violência, é necessário que haja uma atuação do poder público no sentido de não permitir essa apologia”, aponta.

Em um vídeo reproduzido em uma emissora local, o rapaz é obrigado a gritar que nunca mais vai “roubar no morro”, enquanto é açoitado. Nenhum dos justiceiros foi identificado pela Polícia Militar, que chegou ao local após as agressões. Em depoimento, o jovem afirmou que não conseguiria reconhecer as pessoas que o lincharam e, mesmo que pudesse, “não diria.”

“Em muitas vezes, esses fatos contam com a conivência das autoridades, que nunca punem esses agressores. Mas a polícia e a Justiça precisam entender que isso só ocorre porque há um descrédito da população nessas instituições”, analisa Castro Alves, para quem a impunidade estimula os novos linchamentos.

O jovem, de 18 anos, foi levado ao hospital para receber cuidados médicos e foi liberado em seguida.

justiceiros ipatinga minas gerais

Igor Carvalho, Fórum

Recomendados para você

Comentários

  1. Janaina Postado em 24/Apr/2014 às 08:34

    E sobre a Petrobras? não vão publicar nada?

  2. Raíssa Postado em 24/Apr/2014 às 11:16

    Essa matéria é tão relevante para o Brasil quanto sobre a Petrobras Janaina. Por mais que gostaria de ver uma matéria sobre a Petrobras sobre um outra ótica, prefiro que o Pragmatismo faça matéria que sei que não serão divulgadas na grande mídia. Não é necessário que o Pragmatismo seja mais um JN, Jornal do SBT, Jornal da Band, Folha, Estadaão que passam as mesmas notícias sobre o mesmo olhar. Mas comentando a matéria já está na hora de esses "justiceiros" serem punidos, mas sei que só o serão quando um filho da classe média alta ou rica for morto por eles, pq enquanto só estiver sendo vitima os 3 Ps - Pobre, Preto e Puta - nada ocorrerá. A MP, paladino da justiça para alguns, não fará nada, se fará de sego, surdo e mudo como sempre fez quando não lhe é conveniente gritar. A sociedade encabeçados por estúpidos como Sheherazade e Datena aplaudiram de pé até seus filhos serem mortos pelos mesmos "justiceiros" que tanto defendem.

    • Monteiro Postado em 24/Apr/2014 às 13:33

      "Justiceiros"? Está mais para uma população local revoltada, basta ver as imagens do bairros - não estou justificando. E o certo é "cego" e não "sego".

    • luana Postado em 24/Apr/2014 às 17:49

      Raíssa, me parece que agora não são só o SBT e a Record exploram o sofrimento dos linchados. Ao utilizar as imagens acima, o Pragmatismo faz o mesmo; ao divulgar a "Ruth do bem", o Pragmatismo faz o mesmo, de modo cínico. QUERO VER OS JORNALISTAS DAQUI COMEÇAREM A INVESTIGAR OS CRIMINOSOS QUE OBEDECEM AOS CONSELHOS DESSA IMBECIL. Defender os direitos humanos é defender os direitos dos humanos que sofrem tortura e assassinato. Eu gostaria que essa imbecil e o Datena fossem punidos por fazer propaganda contra os direitos humanos, mas isso não fará com que menos pessoas sofram esse tipo de violência, talvez a punição dos "justiceiros" vá. NÃO ME INTERESSA RIR DO OPRESSOR, ME INTERESSA SABER ONDE SE ORGANIZAM OS DEFENSORES DAS VÍTIMAS.

  3. Thiago Teixeira Postado em 24/Apr/2014 às 12:22

    O dia em que os "Justiceiros" amarrarem um traficante, gerente de boca, serial killer, homem que bate em mulher, assassino, policial corrupto ou ladrão de banco no poste, ai sim vou achar a atitude "até compreensível". Agora, amarrar "nóia"? Chamem a viatura, pois é mais digno e menos covarde.

  4. Thiago Teixeira Postado em 24/Apr/2014 às 12:25

    Essa foi boa: http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/sp/2014-04-24/casal-e-pintado-por-moradores-apos-pichar-pedra-em-praia-no-guaruja.html