Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 14/Mar/2014 às 12:20
28
Comentários

Justiça impede Aécio de censurar a internet

Aécio Neves entre com ação judicial secreta para censurar Google e Facebook. Ação já foi perdida em primeira instância

aécio neves censura internet
Justiça negou pedido de Aécio Neves para censurar buscas na internet (aBr)

Aécio Neves quer proibir, nos sites de busca e nas redes sociais, links, perfis, páginas, tudo o que eventualmente faça menção a ligações entre ele e o “uso de entorpecentes” e à ação em que foi acusado de não aplicar o mínimo constitucional na Saúde durante sua gestão como governador de Minas Gerais.

Está movendo, sob sigilo, duas ações judiciais em São Paulo contra aos sites de busca e o Facebook.
Resumindo: quer impor a censura prévia na rede.

Na primeira ação, já perdida em primeira instância, Aécio quer suprimir menções a um eventual “desvio de verbas”, pelo fato de o Ministério Público tê-lo acusado de “maquiar” as contas estaduais contabilizando recursos aplicados em saneamento básico para completar aparcela constitucional obrigatória para a Saúde.

Na segunda, iniciada em dezembro passado, diz a Folha, “o tucano pede providências contra “comunidades e perfis” em redes sociais que “atribuem ao político a condição de usuário de entorpecentes”.

Como o processo, a pedido dos advogados de Aécio, corre em segredo de Justiça, não é possível saber se ele também pede providências contra o Estadão, que publicou artigo de amigo de José Serra, Mauro Chaves, com o famoso “Pó pará, governador”. Até então os hábitos privados de Aécio, verdadeiros ou não, ficavam no âmbito de sua vida pessoal.

Da mesma forma que foi no Uol, através da coluna de Juca Kfouri, que se soube de seu currículo como estapeador de mulheres.

Os advogados do Google disseram, na ação, que Aécio “parece sensível” demais às críticas sobre sua atuação”.
É aquele famoso ditado: “quem foi mordido por cobra até de minhoca tem medo”.

Claro que Aécio vai perder, porque estamos numa democracia e ele tem todo o direito de processar os autores do que considera – e pelo volume de menções na rede, o povo não – mentiroso e ofensivo.

Aécio, além de autoritário, teve um ato de burrice, porque permite imaginar o que faria como presidente da República em matéria de liberdades.

Fernando Brito, Tijolaço

Recomendados para você

Comentários

  1. Guilherme Freitas Postado em 14/Mar/2014 às 12:44

    Imagina se a Dilma tenta fazer o mesmo quando pipocam por ai imagens dela com fuzil ou da ficha criminal fake. Vão falar que é ditadura comunista, censura e pérolas do tipo...

  2. Alexandre Lopes Postado em 14/Mar/2014 às 13:00

    O fato de ele cheirar pó não diz respeito à vida dele como homem público . Portanto, isso não é de interesse público, mas tão somente interesse do público, ou seja , fofoca . Agora, no que concerne à manobra contábil ( mecanismo tão criticado pela oposição tucana hipócrita , a qual acusou o PT de usá-lo sistematicamente ) deve ser explorada à exaustão, já que , isso sim, interessa às pessoas como cidadãs de uma sociedade política e democrática . Também é politicamente relevante o fato de ele bater em mulher . Um homem que quer exercer uma posição de comando numa sociedade deve ser um exemplo, sob a ótica moral e política. Portanto, um sujeito que desrespeita qualquer segmento social historicamente vulnerável, como , homossexuais , negros, minorias religiosas , mulheres ( como é o caso ) , merece ser profundamente desprezado e boicotado . Nesse sentido, esse fato também deve ser propagado , para que o eleitor emita seu juízo político de valor .

    • Leonardo Postado em 14/Mar/2014 às 13:26

      O fato de ele cheirar pó não diz respeito à vida dele como homem público? Alexandre Lopes, presta atenção no que você disse, como um governante que precisará ter uma política de prevenção ao uso de entorpecentes vai assinar isso doidão? kkkkkkk Se o cara cheira pó ou não, não se tem prova concreta, mas dizer que um político qualquer viciado em cocaína não é uma afronta e um escândalo à sociedade é muito conformismo.

    • Flávio Postado em 14/Mar/2014 às 14:20

      "Um homem que quer exercer uma posição de comando numa sociedade deve ser um exemplo, sob a ótica moral e política" - nesse contexto, cheirar cocaína passa a ser de interesse público, já que é uma contravenção e, por isso, fere a moral.

      • Vera Alvernaz Postado em 15/Mar/2014 às 13:43

        Quando é que você o viu cheirar? Qual a prova que tens sobre isso? Não sou pró Aécio, mais sou contra fofoca e pré-julgamento, afinal, uma mentira se repetida exaustivamente acaba por se tornar uma verdade, nessa horas vejo o quanto estamos atrasados, pois Socrátes, em seu tempo nos sugeriu a peneira das três verdades, você já usou alguma delas?

    • Rafael Postado em 14/Mar/2014 às 14:40

      Se uma pessoa não cuida da própria saúde e integridade vai cuidar menos ainda da população.

      • Alexandre Lopes Postado em 14/Mar/2014 às 15:24

        Lógica do pudor !

    • Gilberto Postado em 14/Mar/2014 às 19:36

      CHEIRAR PÓ não diz a respeito da vida dele como homem? Cara, quem financia o tráfico financia a insegurança pública...

    • Nilson Postado em 15/Mar/2014 às 22:54

      O q??? Como assim o fato de um candidato a presidente ser usuário de drogas ser irrelevante????

    • thais Postado em 16/Mar/2014 às 05:56

      Você contrataria um usuario de drogas pra cuidar das suas empresas? Pra gerenciar as politicas de saude e educação da sua familia? Hipocrisia mata viu...

  3. Alexandre Lopes Postado em 14/Mar/2014 às 13:33

    Não entendo dessa forma , pois o pó não deixa a pessoa descontrolada 24 horas por dia . É perfeitamente possível usar cocaína e trabalhar ( independentemente da profissão ) . O que você pensa ser de interesse da sociedade , Leonardo , está muito mais para pudor social do que interesse social . OBS : Médicos extremamente competentes cheiram ( inclusive cirurgiões ), advogados cheiram , desembargadores e juízes cheiram, arquitetos cheiram, engenheiros cheiram, jornalistas cheiram e a sociedade não se destruiu por causa do " cheiração coletiva " .

    • Pedro Postado em 14/Mar/2014 às 14:18

      Mas se um pobre miserável cheira é amarrado ao um poste nu e merece passar o resto da vida na cadeia.

    • Junior Postado em 14/Mar/2014 às 15:26

      Alexandre, não acho que devemos ver dessa forma. Atualmente, o comércio ou produção desse tipo de entorpecente é crime. Ele, enquanto representante da população, não pode fazer parte do grupo que sustenta o crime. Quando não for mais crime... aí vai ser outra conversa.

      • flor Postado em 16/Mar/2014 às 16:29

        Apoiadíssimo !

    • Henrique Postado em 14/Mar/2014 às 15:39

      Alexandre, em tese até com concordo com você. É até possível que alguém que cheire e consiga ser "produtivo". Em tese. Teríamos que submeter cada indivíduo "cheirador" a uma avaliação médico-psicológica, etc... Totalmente inviável. Fora isso trata-se de um candidato, postulando dirigir um país, e independente do juízo de valor do que seria pior ( álcool, maconha, cocaína) , o fato é que hoje no Brasil é uma infração ao Código Penal, portar ou fazer uso de cocaína. Logo, creio ser de interesse do eleitor se de fato o candidato for usuário confirmado.

    • Adriano Postado em 15/Mar/2014 às 08:15

      Quando eles cheiram eles estão financiando o crime, pois o produto é ilícito . A violência está sendo financiada pela demanda de cheiradores. Se não tiver cheirador não terá vendedor, logica de mercado.

    • Brasileiro Postado em 15/Mar/2014 às 14:47

      E é exatamente por esses profissionais cheiradores que o país está nesse pé. Político já é um cargo de alta responsabilidade. Cheirar cocaína é, segundo a lei atual, crime. Político cheirando cocaína vai de encontro à lei atual. Aécio é criminoso e deveria ou parar de cheirar ou ir pra cadeia.

    • LUIZ OTAVIO ALVARES DE AL Postado em 15/Mar/2014 às 15:01

      Você deve cheirar também né? Quanta idiotice.

  4. luiz mattos Postado em 14/Mar/2014 às 16:06

    O abominável aspirador que foge de bafômetro espanca mulher é visto constantemente tropego nas noitadas cariocas e tem entre seus amigos alguns suspeitos de transportarem cocaina pura em helipópeteros e que finge ser senador da República jamais poderia ser candidato a Presidência da República sua candidatura é um tapa na cara da Nação.

  5. Siljosant Postado em 14/Mar/2014 às 16:59

    Nenhum viciado em cacaína ou outras drogas pesadas merece credibilidade, principalmente pessoas públicas que têm o dever de cuidar da saúde e bem estar da sociedade. Quando o uso de entorpecentes é tolerado como uma prática normal automaticamente está se admitindo o tráfico !!

  6. Eliane Maria de Souza Postado em 14/Mar/2014 às 21:58

    Cada um tem o direito de fazer o que quiser da sua vida particular, mas, a partir do momento que sua vida passa a ser "pública" em virtude do cargo ocupado, certas atitudes tornam-se inaceitáveis. Não dá pra separar uma da outra. Seria o mesmo que subir num palanque e dizer aos eleitores: façam o que eu digo mas não façam o que eu faço". Como um homem que por imposição do cargo tem que se manisfestar contra as drogas pode ir a público e dizer que é usuário? Seria incoerente. P

  7. Esdras Pereira Alves Neto Postado em 14/Mar/2014 às 22:12

    Pessoal eu houvi e isso na boca pequena, onde o apelido do cara é "cherécio". Olha se me perguntarem não sei quem foi, mas que é uma fonte confiável isso eu sei.

    • Joseph J. Nasser Postado em 15/Mar/2014 às 12:08

      Cala sua boca seu merda! "mi mi mi... Se me perguntarem nao sei quem foi, mas que é uma fonte confiavel isso eu sei.". O que você sabe é difamar as pessoas. Como você diz que uma pessoa que você nem se lembra é confiável? Cara, vai ler um livro, estudar, sai dessa vida!

  8. Adriani Nascimento Postado em 15/Mar/2014 às 11:55

    Várias personalidades fazem isso... tem buscas que fazemos e não conseguimos acessar, dá erro na pagina... PODER...

  9. Rafael Martini Postado em 15/Mar/2014 às 12:30

    Se soubéssemos quantos a nossa volta utilizam cocaína e outras drogas ilícitas sem nem desconfiarmos... São pessoas que atuam nas mais diversas áreas, e de todas as condições socioeconômicas.

  10. Fabio Postado em 15/Mar/2014 às 14:34

    E os políticos e militantes continuam a tratar o povo com táticas infantis, o que é justificável analisando o nível de maturidade, cultura e desinformação da maioria do povo brasileiro. Exemplo: "Joãozinho faz besteira, dai ele diz: Aah, mas o Pedrinho fez isso, isso e isso, ai o Pedrinho diz: Aah mas o Joãozinho fez pior, ele fez isso, isso e isso." Com isso eles usam os eleitores idiotas como massa de manobra jogando-os de um lado para o outro. Vamos crucificar o Joãozinho diz o povo e outra hora, esquece o Joãozinho vamos crucificar o Pedrinho e vice e versa. E as MAV's (Militancias em Ambientes Virtuais) estão fazendo isso muito bem nas redes sociais.

  11. luiz carlos ubaldo Postado em 19/Mar/2014 às 09:00

    Não vou comentar nada mais sobre o Nariz de ouro. leiam no site do Novo Jornal, alias até hoje o jornalista Marco aurélio Carone esta preso e a grande midia nada fala!

  12. Jânia Paula Postado em 08/Mar/2016 às 01:00

    Ninguém precisa queimar o filme do Aécio, muito menos de outros agentes públicos brasileiros, ele e seus pares, o fazem sozinhos. Sempre com péssimas escolhas e confusão entre suas vidas privadas e públicas, sempre puxando outros pra vala para se sentirem superiores, sempre demonstrando um descontrole que parece patológico, sempre buscando status sem oferecerem nenhuma contra partida ou conteúdo. Aí resta as violações dos direitos civis, a violência, os atos ilícitos e o titulo de neto de Tancredo Neves, que transparece ser um grande fardo. SIM, EU ESTOU TE VENDO AGORA!!!