Redação Pragmatismo
Compartilhar
Barbárie 03/Oct/2013 às 19:27
15
Comentários

Juíza que prendeu menina de 15 anos em cela com homens é promovida

Juíza que ordenou a prisão de uma adolescente de 15 anos numa cela com homens por mais de vinte dias foi promovida. Critério para promoção de Clarice Maria de Andrade foi "merecimento"

juíza Clarice Maria de Andrade
A juíza Clarice Maria de Andrade foi promovida
pelo TJ do Pará (Reprodução)

A juíza Clarice Maria de Andrade Rocha, que atuava em Abaetetuba quando uma adolescente de 15 anos foi encarcerada com homens por mais de 20 dias em 2007, foi promovida pelo Tribunal de Justiça do Pará nesta quarta-feira (2). Agora, a magistrada irá responder pela Vara de Crimes contra Crianças e Adolescentes de Belém. Segundo portaria da desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento, o critério para a promoção de Clarice Maria de Andrade foi o “merecimento” (sic).

Leia também

Clarice Maria de Andrade foi considerada omissa pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) durante o período em que a jovem permaneceu na cela masculina, e por isso foi punida com aposentadoria compulsória em 2010.

A Associação dos Magistrados do Pará (Amepa) recorreu da decisão, e aposentadoria foi anulada pelo STF, que entendeu que a punição foi exagerada, já que a magistrada não teria como saber da situação da carceragem da delegacia de Abaetetuba.

Com a decisão, Clarice passou a ter todos os direitos e prerrogativas dos demais juízes, incluindo a possibilidade de progredir no cargo. “Ocorreu um fato que imputaram a ela, e recorremos ao STF porque sabíamos que ela não havia cometido irregularidade”, disse Heyder Tavares, presidente da Amepa.

Agência Globo

Recomendados para você

Comentários

  1. renato Postado em 03/Oct/2013 às 20:45

    Eu tô falando...esta tal de Justiça é um troço esquisito. Que começou a mostrar suas garrinhas nos ultimos anos. Ficaram enciumados com sucesso inicial de BBB. Agora parece que vão mudar, o concurso para descobrirem se são bons mesmos. Só não sei qual o novo critério, quem sabe seja este, o de alegrar aos presos...

  2. Marco Alencar Postado em 04/Oct/2013 às 11:16

    O Brasil está mesmo andando para trás. Curupira, a imagem do Brasil.

    • ana paula Postado em 04/Oct/2013 às 13:25

      Puxa, uma simples juíza, sem grande discernimento, sem a menor noção da situação da carceragem em seu estado, ela não precisa saber disso, não é? Como ela ia saber que a carceragem de Abaetetuba, Abaetetuba! não tem cela especial para mulheres, no caso, uma menina de 15 anos que deveria ter ido para o órgão especial de atendimento a menores do estado. Esta menina devia ser de alta periculosidade! A juíza incompetente e relapsa errou feio, tinha que se certificar que a menor permaneceria incólume! Mas o CNJ errou mais ainda e o TJ do Pará completou o serviço porco. A justiça no Brasil é cega mesmo! E esquizofrênica, para não dizer coisa pior!

      • Edemar Motta Postado em 12/Jan/2016 às 12:57

        Corporativismo explícito.

      • Léo Bold Postado em 22/Jan/2016 às 08:04

        Leis demais, justiça de menos...

  3. Raquel Drumond Postado em 04/Oct/2013 às 15:28

    A justiça brasileira é maravilhosa mesmo...

  4. Aparecida Postado em 04/Oct/2013 às 16:01

    Eu so queria ver como ela e outros agiriam se essa garota fosse filha deles, Presa em uma cela com 15 homens, Eita justiça safada essa nossa, ainda da um presente pra juiza por "Merecimento".

  5. Adalberto Postado em 06/Oct/2013 às 12:02

    Isso é o cúmulo da incompetência.Qualquer calouro de direito sabe adolescente não pode ficar detido em delegacia, principalmente se for do sexo feminino. Não importa as condições da carceragem. Outro incopetente foi o delegado que efetuou o prisão.

    • Edemar Motta Postado em 12/Jan/2016 às 12:58

      Pobre do pobre que cair nas garras dessa gente.

  6. Wilson Postado em 03/Jan/2016 às 18:21

    Ela cometeu penalidade e foi promovida após absolvição de punição. A justiça ficou manca. Agora fica a questão: que criterio ela usará nas decisões de processos envolvendo criança e/ou adolescente?

  7. Fabio Postado em 04/Jan/2016 às 02:05

    Eu só acho que vocês confundem Justiça com judiciário, no Brasil não termos justiça, só esse prostíbulo chamado judiciário...

  8. Caleb Postado em 04/Jan/2016 às 22:59

    "punida com aposentadoria compulsória" Daí se vê que tem algo bem errado em nosso país.

  9. Marco Sousa Postado em 05/Jan/2016 às 02:14

    Não entendi, "ela vai responder ou vai INCREMENTAR O CRIME CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE"???. Cadê o Ministério Público???; Cadê a OAB???; Cadê os organismos internacionais de se dizem defender as crianças e os adolescentes???

  10. jota Postado em 06/Jan/2016 às 21:20

    Uma menina de 15 anos pode ser presa em uma delegacia comum, de adultos? Ou tem de ir para o órgão especial de atendimento a menores? È isso aí, o povo vai engolindo todos esse descalabros , até o dia da grande revolta, com matança generalizada. Estamos no caminho...

  11. ORLANDO EUCLIDES DO NASCI Postado em 12/Jan/2016 às 22:49

    A JUSTIÇA FOI FEITA !........O RESTO É.......POVO,VITIMA,MASSA DE MANOBRA.....ELES SÃO SEMI DEUSES .......O POVO....... É A ESCÓRIA, DE UMA SOCIEDADE DE LIXO E LUXO....

O e-mail não será publicado.