Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 29/Oct/2013 às 10:46
10
Comentários

Jogadores negros ameaçam boicotar Copa de 2018

Yaya Touré e outros jogadores negros ameaçam boicotar a Copa do Mundo de 2018

racismo rússia copa 2018
Yaya Touré e outros jogadores negros ameaçam boicotar Copa de 2018 (Reprodução)

O racismo é algo, infelizmente, fortemente presente no futebol, principalmente no europeu. Na última semana, durante o jogo entre Manchester City e CKSA Moscou, na Rússia, o volante Yaya Touré, da equipe inglesa, foi vítima de racismo por parte dos russos e, indignado, enviou um comunicado à Uefa avisando que, caso providências não sejam tomadas, os jogadores negros boicotarão a Copa do Mundo de 2018, que será realizada na Rússia.

Leia também

“É um problema real aqui, algo que acontece o tempo todo, e é claro que eles precisam resolver o problema antes da Copa do Mundo. Caso contrário, se não tivermos confiança para ir à Copa do Mundo na Rússia, nós não iremos “, disse o marfinense ao “Daily Mail”.

Na Rússia, o CSKA Moscou nega. Segundo dirigentes, Yaya Touré imaginou ter ouvido gritos de “macaco” e também garantiu que não tem responsabilidade sobre o ocorrido nas arquibancadas. “Nada de especial aconteceu. Ninguém mais, além Touré, ouviu alguma coisa”, completou o jogador.

Confira o comunicado emitido pelo clube russo criticando Tourénf

“Depois de termos estudado cuidadosamente o vídeo do jogo, não encontramos insultos racistas de torcedores do CSKA. Em muitas ocasiões, especialmente durante os ataques à nossa meta, torcedores vaiaram e assobiaram para colocar pressão sobre os jogadores rivais, mas, independentemente de sua raça. Por que o meio-campista marfinense tomou como tudo sendo direcionado para ele?’.

Não é o primeiro caso de racismo na Rússia. Jogadores como Roberto Carlos e Eto’o, que defenderam Anzhi, foram vítimas de racismo por parte da própria torcida e dos adversários.

Neto Roberti, Futnet

Recomendados para você

Comentários

  1. ELIZANGELA Postado em 29/Oct/2013 às 10:53

    apoio!!! Esse é o momento certo!!! todos devem se unir!

  2. Luis Postado em 29/Oct/2013 às 10:58

    Racismo na Rússia? Imagina... dê uma procurada por Skinheads Russia no YouTube e vocês não encontrarão NENHUM videozinho ¬¬

  3. Lucas Elias Postado em 29/Oct/2013 às 12:32

    O pior é que os dirigentes de lá são de acordo com essa merda toda, na boa, a Rússia tem mtos problemas pra receber eventos tão cosmopolitas quanto a Copa do Mundo.

  4. Felipe Postado em 29/Oct/2013 às 12:37

    Imagina, racismo, homofobia, xenofobia, não tem nada disso na Russia.

  5. luiz carlos ubaldo Postado em 29/Oct/2013 às 12:56

    Só conheço uma raça, a raça humana, por isso se tiver que boicotar qualquer nação por esse comportamento vamos em frente, vamos mostrar que no Brasil apesar de uns poucos babacas somos um país que agrega todos os povos, 2014 vamos dar um show de diversidade!

  6. Thiago Teixeira Postado em 30/Oct/2013 às 12:38

    O cara é negro, está jogando futebol na Europa, continente predominantemente de pessoas brancas e fica sentido quando alguém na arquibancada da torcida adversária o reprova? Eu também sou negro e gosto de dizer: O Racismo maior está dentro dos Negros que acham inferiores. E outra, ele vai conseguir mobilizar para a sua causa só os jogadores fim de carreira.

    • Rafael Postado em 31/Oct/2013 às 01:39

      "fica sentido quando alguém na arquibancada da torcida adversária o reprova?" Então, Thiago, ser chamado de macaco é um mero sinal de reprovação? Você está confundindo as coisas.

      • Thiago Teixeira Postado em 01/Nov/2013 às 21:38

        Cara, "macaco" ele iria ouvir no Maracanã, no Morumbi, Pacaembu, Fonte Nova, Castelão, Mangueirão, nos estádios de várzea ... então ele não está preparado psicologicamente para ser atleta.

    • Shuma Postado em 31/Oct/2013 às 09:29

      Concordo com o Thiago. Sou branco, mas tento me por no lugar de um jogador negro que é contemplado com uma ofensa dessas. Sendo assim, o que eu faria se me chamassem de macaco? Eu, pessoalmente, entraria na onda: "Macaco? Querem uma banana no seu c* rosa?". Meter uns gols no time adversário faria os racistas de m* ficarem bem quietinhos, ou até mesmo reverter a situação: sabendo-se que os sentimentos humanos são muito voláteis, ainda mais quando se trata de um monte de machistões gritando em um estádio, é capaz de os jogadores negros serem amados e adorados pelo seu talento e carisma. Como diria esopo: "Somente os sábios, conseguem transformar injúrias em elogios ditos por seus adversários."

  7. Alexsandro Postado em 02/Nov/2013 às 14:11

    Acredito que aconteceu. Lá na Rússia, isso acontece com uma desagradável frequência. Roberto Carlos sofreu isso quando jogava pelo Anzi; Hulk sofreu mesmas manifestações do tipo por parte até da própria torcida. Pode ter certeza. Isso vai acontecer na Rússia. Vai ter manifestações racistas por lá na Copa de 2018.