Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Política 21/Aug/2013 às 09:41
7
Comentários

PM flagrado agredindo jornalistas é afastado

Policial Militar é afastado após flagrante de agressão a jornalistas. Assista abaixo ao vídeo com as cenas lamentáveis produzido pelo Coletivo Mariachi

A Polícia Militar do Rio de Janeiro afastou, nesta segunda-feira (20), um sargento da Tropa de Choque cujo nome não foi divulgado, depois da divulgação de um vídeo que flagra o momento em que ele joga spray de pimenta contra jornalistas que cobriam um protesto realizado no Catete, na zona sul, na noite de segunda-feira (19).

pm agride jornalistas

PM é afastado após flagrante de agressão a jornalistas.

De acordo com o Comando de Operações Especiais (COE), que reúne a Tropa de Choque, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e outras forças táticas da PM, a Corregedoria abriu uma sindicância para apurar se houve força excessiva.

“As imagens estão sendo analisadas pelo Comando da Corporação e se ficar comprovada a agressão aos jornalistas o policial será punido. O PM mostrado no vídeo será submetido a atendimento psicológico e ficará afastado de suas funções operacionais enquanto durar o procedimento”, informou a Polícia Militar.

Após a confusão, profissionais da imprensa e advogados da OAB-RJ (Ordem dos Advogados do Brasil no Rio de Janeiro) registraram queixa por agressão e abuso de autoridade na delegacia do Catete (9ª DP).

Leia também

O porta-voz da PM, tenente-coronel Cláudio Costa, informou que o novo comandante da Tropa de Choque, tenente-coronel Márcio Oliveira Rocha, vai usar o episódio para fazer “uma correção de rumo” na abordagem dos policiais: “Vamos fazer uma avaliação ponto a ponto e mostrar para todo o efetivo para que isso não volte acontecer”.

“Ele já assumiu com essa missão de fazer essa semana um estudo de caso sobre a ação de ontem”, comentou o porta-voz. “Nesse momento o que achamos mais importante é fazer um redirecionamento”, acrescentou.

Vídeos divulgados nas redes sociais e em emissoras de TV mostram o momento em que o sargento se irrita com o equipamento de iluminação utilizado por um cinegrafista e faz uso do spray de pimenta para dispersar os jornalistas e advogados que estavam perto dele. Nesse momento, havia apenas cerca de 20 manifestantes no local.

O tumulto começou depois que os policiais do Choque detiveram uma moradora de rua que estava entre os manifestantes, que se identificou como Cláudia Aparecida Florêncio e afirmou ter problemas mentais. Ao ser abordada pelos PMs, bastante agitada, ela chegou a ficar apenas de sutiã na calçada.

Profissionais da imprensa e advogados tentaram se aproximar da mulher para registrar a detenção mas foram impedidos pelos policiais. Aos membros do OAB, o policial afirmou: “na porta da delegacia vocês são advogados, aqui não”.

Mesmo após dispersar o grupo com gás de pimenta, a Tropa de Choque continuou jogando bombas de efeito moral no grupo e disparando balas de borracha. Uma delas atingiu o fotógrafo colaborador da agência Futura Press Reynaldo Vasconcelos no peito. O impacto da bala foi amortecido por sua carteira, que estava no bolso de sua camisa. Cartões ficaram quebrados. Um cinegrafista da “TV Record” relatou ter sido agredido com socos e pontapés no decorrer da ação do policial.

Assista ao vídeo produzido pelo Coletivo Mariachi:

Vermelho e UOL

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 21/Aug/2013 às 20:07

    Ser policial no Brasil virou palhaçada. Se fazer corpo mole e ficar na ronda, são despreparados, ineficientes falta segurança nas ruas ... Se dão cacetadas são ruins e malvados ... E ai? Qual a solução? O que eles devem fazer então?

  2. renato Postado em 21/Aug/2013 às 21:23

    Thiago, também não sei o que falar, porque se tenho que prender, e sozinho tenho que escutar um monte, e proteger meus companheiros, que estão fazendo seu trabalha, senão não estariam lá. Não sei o que fazer? Não gostaria que ninguém me atira-se ou joga-se gas na minha cara. Por outro lado observo, eles não entram em minha casa e me jogam gás...Eles quando saem saem com uma missão. Não podem ser mocinhas....não podem ter pó de arroz para me proteger ou proteger o Estado. Por outro lado...nossos jovens que lutam por algo...são nossa esperança de um futuro melhor, e se eles forem GOvernadores, terão que seguir normas de Segurança. Senão vem um louco e... PÁ.....

  3. Caio Postado em 22/Aug/2013 às 09:36

    Thiago Teixeira, a Polícia deve agir como Polícia, atender ocorrências, prender (se houver flagrante de CRIME) e encaminhar à uma delegacia, não bater, matar, torturar e esculachar (como faz a PM no Brasil). Segundo dados da própria SSP-SP mostram que só a PM de SP matou mais pessoas em 5 anos do que TODAS as forças policiais norte-americanas, os EUA têm uma população de aprox 300 milhões de hab. enquanto o brasil tem de 190 milhões, ou seja, proporcionalmente isso fica maior ainda. Pela DESMILITARIZAÇÃO DA POLÍCIA já!